Eletro coagulacao de lesao cutanea - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em eletro coagulacao de lesao cutanea

Encontre um especialista em Eletro Coagulacao De Lesao Cutanea na sua cidade:
Marina Lino Vieira

Marina Lino Vieira

Dermatologista

Florianópolis

Agendar uma visita
Roseli Oliva

Roseli Oliva

Dermatologista

Santos

Agendar uma visita
Berenice Werlang

Berenice Werlang

Dermatologista

João Pessoa

Iza Maria Correa

Iza Maria Correa

Dermatologista

Franco Da Rocha

Perguntas sobre Eletro coagulacao de lesao cutanea

Nossos especialistas responderam a 28 perguntas sobre Eletro coagulacao de lesao cutanea

Dermomax ou EMLA, cremes anestésicos que podem ser aplicadas na região do procedimento antes de sair de casa e quando chegar no consultório no dia do procedimento.
3 respostas

Bom dia, é muito comum o aparecimmento de vasinhos na pele do rosto. Se você nao realizar nenhum tipo de tratamento eles podem aumentar e dar aspecto de manchas vermelhas que estéticamente podem…
2 respostas

Após um procedimento como eletrocoagulação, a regeneração completa da pele, depende do tamanho da área afetada pelo procedimento, da profundidade da lesão, e do tipo de pele (cor) de cada paciente,…
3 respostas

Especialistas falam sobre Eletro Coagulacao De Lesao Cutanea

Eletrocauterização, ou simplesmente cauterização, é um procedimento cirúrgico destrutivo. Para que seja realizado, é necessário primeiro limpar o local da excisão; em seguida, aplica-se uma injeção local de anestésico com ou sem vasoconstritor (para controlar possíveis sangramentos). A lesão é carbonizada por eletricidade e calor, sendo que o material pode ser coletado e enviado para análise patológica ou não. A recuperação é rápida. Normalmente o paciente retoma as suas atividades no mesmo dia, e o ferimento cicatriza em até quinze dias.

A eletrocoagulação é muito usada na dermatologia em pequenos procedimentos (energia que gera calor e destruição da lesão a ser tratada), como tratamento de queratoses seborreicas, verrugas, nevos rubis (que pintinhas vermelhas), seringomas etc. Realizamos anestesia local para o paciente não sentir dor.

Elisangela Lemos Da Costa

Alergista, Pediatra

Barueri


A eletrocirurgia é um procedimento minimamente invasivo, simples, realizado no consultório ou centro cirúrgico, sob anestesia local ou tópica, que utiliza um eletrocautério. Algumas lesões que podem ser removidas com eletrocirurgia são: queratoses, milium, siringoma e hiperplasia sebácea, que são lesões benignas muito comuns em face.

Quais profissionais realizam Eletro coagulacao de lesao cutanea?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.