Nefrectomia total - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - nefrectomia total

Perguntas sobre Nefrectomia total

Nossos especialistas responderam a 59 perguntas sobre Nefrectomia total

Se você tem o funcionamento do outro rim (ou seja, não tem insuficiência renal), não se trata de uma comorbidade, pois pode-se viver com apenas um rim.
Grande abraço
1 respostas


Olá! As vacinas para Covid-19 tem se mostrado eficazes e seguras. O fato de ter realizado nefrectomia prévia, ser portador de doença renal crônica , não são impeditivos para realizá-la. Aliás…
1 respostas


Toda cirurgia apresenta riscos inerentes ao procedimento. Converse com seu médico e tire todas as dúvidas baseadas no seu caso. abraço
1 respostas

Especialistas falam sobre Nefrectomia Total

A nefrectomia total é o procedimento de retirada do rim . Podemos viver muito bem com apenas um rim e diversas doenças podem levar a necessidade de retirar o rim , tais como: calculo renal, tubérculose renal, câncer de rim , estenose de ureter ( junção ureteropélvica ). Essa cirurgia é menor realizada pelas técnicas minimamente invasivas( laparoscopica e robótica ). A cirurgia se baseia na ligadura da artéria e veia renal , liberação do rim , com ou sem a gordura em volta , retirada da peça e envio da mesma para análise histopatológica. Realizamos há 13 anos esse procedimento , por laparoscopia e mais recentemente por via robótica

Lessandro Curcio

Urologista

Rio de Janeiro


A Nefrectomia Total é a retirada completa do rim, sendo geralmente indicada quando o rim afetado apresenta comprometimento anatômico e funcional, frequentemente associado a outras doenças, como cálculos renais ou estreitamento do ureter. Quando a retirada do rim é realizada para tratamento do câncer renal, é chamada de Nefrectomia Radical. A Nefrectomia pode ser realizada por laparoscopia, através de pequenas incisões abdominais, permitindo uma recuperação pós-operatória mais rápida, menos dor e alta precoce. Em razão da boa experiência com a técnica, a laparoscopia é a via de escolha para Nefrectomia, inclusive no tratamento de tumores renais volumosos.

A Nefrectomia total é a retirada completa do rim. Está indicada quando o rim já não funciona mais e está causando dor nas costas e infecção urinária. Uma das principais causas de perda renal é a hidronefrose, uma dilatação no sistema coletor causando compressão no tecido renal e retenção de urina. Ela pode ocorrer devido a presença de cálculos renais, cirurgias no ureter ou próximas a ele e estenose na junção ureter-pelve. A infecção urinária de repetição também pode lesar o órgão, causando uma inflamação crônica que leva a perda do rim. A nefrectomia é realizada por laparoscopia (pequenos furos na barriga) por médicos treinados e capacitados para tal.

A retirada do rim (nefrectomia total) é o procedimento realizado nos rins (que não possuem a presença de câncer) que se apresentam com grave deterioração da função renal e que sua presença no organismo apresenta algum prejuízo para o paciente. É um procedimento de exceção, cada vez mais raro na pratica diária do urologista. Converse com seu urologista.

Tiago Soares Bissonho

Urologista

Fortaleza

Quais profissionais realizam Nefrectomia total?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.