Teste da linguinha - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - teste da linguinha

Perguntas sobre Teste da linguinha

Nossos especialistas responderam a 2 perguntas sobre Teste da linguinha

Ainda não há consenso em relação à necessidade da realização do teste por parte da Sociedade Brasileira de Pediatria, conforme publicado no site da sociedade em 07/02/2015, através do link: sbp.com.br/departamentos-científicos/otorrinolaringologia/attachment/nota…
6 respostas


Concordo com outros especialista nos primeiros meses de vida a estimulação global e necessária para um bom desempenho das atividades na Escola e no ambiente familiar.
7 respostas

Especialistas falam sobre Teste da Linguinha

O EXAME: O teste da linguinha é um exame padronizado que possibilita diagnosticar e indicar o tratamento precoce das limitações dos movimentos da língua causadas pela língua presa que podem comprometer as funções exercidas pela língua: sugar, engolir, mastigar e falar. COMO É REALIZADO: O Exame é realizado conforme protocolo de avaliação do frênulo da língua em bebês (Teste da Linguinha) o mesmo foi desenvolvido e validado pela Dra. Martinelli.

Flávio Carneiro

Fonoaudiólogo

Maranguape


O teste da linguinha é um exame padronizado que possibilita diagnosticar e indicar o tratamento precoce das limitações dos movimentos da língua causadas pela língua presa que podem comprometer as funções exercidas pela língua: sugar, engolir, mastigar e falar. O protocolo de avaliação do frênulo da língua em bebês (Teste da Linguinha) foi desenvolvido e validado durante o mestrado e doutorado da Fonoaudióloga Roberta Lopes de Castro Martinelli na Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo, sob a orientação da Profa. Dra. Giédre Berretin-Felix.

Karla Correia Simão

Fonoaudiólogo

Rio de Janeiro

Quais profissionais realizam Teste da linguinha?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.