Bruno Franco, Psicólogo Rio de Janeiro

Bruno Franco

Psicólogo mais

Número de registro: 05/44837
6 opiniões

Salvar

Tempo estimado de resposta:

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Consultório

Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Campo Grande, Rio de Janeiro
Espaço Franco - Clinica de Psicologia

Este especialista não oferece agendamento online neste endereço

Convênios médicos aceitos neste endereço

Pacientes particulares (sem convênio)

Assim Saúde (Ver planos)

Golden Cross (Ver planos)

NotreDame Intermédica (Ver planos)


Este especialista não fornece todas as informações que você precisa?

Mostrar outros psicólogos perto de mim

Experiência

Sobre mim

• PSICOTERAPEUTA (Psicólogo Clínico). Atendimento a: Crianças, jovens e adultos.   • ONG NUCLERIO Atuava no acompanhamento psicológico a crianças e ...

Mostrar a descrição completa

Tratar condições médicas

  • Depressão
  • Transtornos Do Humor
  • Estresse
Mostrar mais doenças

Serviços e preços

Os preços são para pacientes sem convênio médico

Serviços populares


Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia

Outros serviços


Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia



Rua Augusto de Vasconcellos, 544 - sala 311 (Ala B) EDIFÍCIO PÁTIO CAMPO GRANDE, Rio de Janeiro

Espaço Franco - Clinica de Psicologia

Opiniões

5

Classificação geral
6 opiniões

Todas as opiniões são importantes, por isso os especialistas não podem pagar para alterar ou excluir uma opinião. Saiba mais.
L
Local: Espaço Franco - Clinica de Psicologia Psicoterapia adulto

Dr. Bruno Franco um ser de muita luz e humano! É muito solidário com o próximo! Eu faço terapia com ele á anos... E é dificel encontrar um outro profissional como ele! Meu plano mudou e tentei com outros Psicólogos porém sem resultados! Aí voltei novamente para terapia com ele... Voltei muito depressiva já na segunda sessão já estava reagindo bem novamente! Rssss Costumo dizer p ele que ele és o meu apoio! Pois com a Terapia com ele eu consigo reagir e ver as coisas diferentes... Costumo ver soluções para problemas...
Se tivesse nota Mil daria á ele! Um excelente profissional!!! Maravilhoso!!!! Só Gratidão á ele pelo trabalho que faz por mim...


T
Paciente verificado
Local: Espaço Franco - Clinica de Psicologia Aconselhamento Psicológico

Ótimo profissional, que sabe ser humano qdo necessário. Tem ajudado muito na percepção do meu posicionamento junto a vida, sonhos e convívio com o outro.


L
Local: Espaço Franco - Clinica de Psicologia Consulta psicológica do adulto

Excelente profissional.
Não existe nenhum ponto negativo,muito atencioso nas consultas e muito profissionalismo.Super recomendo!


P
Local: Espaço Franco - Clinica de Psicologia Outro

Super indico. Excelente profissional......as consultas sempre muito boas, só tenho que agradecer por ter um profissional tão bom


M
Local: Espaço Franco - Clinica de Psicologia Psicoterapia

Excelente profissional. Atendimento cuidadoso e atencioso. Sou cliente e recomendo o trabalho do Bruno Franco.


A

Pontos positivos
Um excelente profissional! Recomendo pelo seu profissionalismo e atenção com o ser humano, ele é simplesmente nota 1000. Estou ótima.


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

5 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Transtorno Da Personalidade Esquizotípica

    Esquizoafetivo pode ser confundido com esquizofrenia?

    O TRANSTORNO ESQUIZOAFETIVO, segundo a CID-10, é usado para definir casos em que há tanto a perda de contato com a realidade típica da esquizofrenia quanto um transtorno afetivo. O transtorno afetivo pode ser predominantemente do tipo maníaco, depressivo ou misto, caracterizando um transtorno bipolar.
    O transtorno esquizoafetivo pode ser caracterizada por um ou mais episódios simultâneos ou alternados de transtorno de humor e psicose. A psicose é definida por paranóia, delírios e alucinações. Os indivíduos com o transtorno podem experienciar sintomas psicóticos antes, durante ou (comumente) depois de seus episódios mistos, depressivos ou maníacos.
    O transtorno esquizoafetivo pertence ao espectro da esquizofrenia e outros transtornos psicóticos propostos pelo workgruoup DSM-5 que também inclui a esquizofrenia, Transtorno de personalidade esquizotípica, transtorno esquizofreniforme, transtorno psicótico breve, transtorno delirante, transtorno psicótico pelo uso de substâncias psicotrópicas assim como todos os transtornos psicóticos ou catatônicos associados com uma condição médica geral, todos os transtornos psicóticos e catatônicos não especificados. Esse espectro de psicose é comparado com o espectro bipolar em transtorno bipolar. Cada transtorno componente desse continuum compartilha sintomas com os outros, e alguns grupos de profissionais ( incluindo o DSM-5 workgroup ) que colocam limites nos diagnóstico podem estar errados. Esses limites são tão rotuladores que podem por isso não garantir sua veracidade.
    ESQUIZOFRENIA é uma perturbação mental caracterizada por episódios contínuos ou recorrentes de psicose. Os sintomas mais comuns são alucinações (incluindo ouvir vozes), delírios (convicções falsas) e desorganização do pensamento. Entre outros sintomas estão a reclusão social, dificuldade em expressar emoções e falta de motivação. Em muitos casos, as pessoas com esquizofrenia apresentam também outros problemas de saúde mental, como perturbações de ansiedade, depressão ou perturbação por abuso de substâncias. Os sintomas geralmente manifestam-se de forma gradual, desde o início da idade adulta, e permanecem durante um longo período de tempo.
    As causas da esquizofrenia incluem fatores ambientais e genéticos. Entre os possíveis fatores ambientais estão o crescimento em ambientes urbanos, o consumo de drogas, determinadas infeções, a idade dos pais e má nutrição durante a gravidez. Entre os fatores genéticos estão uma série de variações genéticas. O diagnóstico tem por base a observação do comportamento da pessoa, a descrição que faz das experiências pessoais e o seu contexto cultural. À data de 2013 ainda não existia um teste específico.A esquizofrenia não implica ter "personalidade dupla" ou várias personalidades, condições com as quais é confundida na perceção da generalidade das pessoas.
    O tratamento geralmente consiste na administração de medicamentos antipsicóticos e aconselhamento psiquiátrico, formação profissional e reabilitação social.Não é ainda claro se são mais eficazes antipsicóticos típicos ou atípicos. Em pessoas que não mostram sinais de melhoria com outros antipsicóticos pode ser administrada clozapina.Nos casos mais graves, em que existe risco para a própria pessoa ou para os outros, pode ser necessário recorrer a internamento hospitalar involuntário, embora atualmente os internamentos sejam mais curtos e menos frequentes do que no passado.

    A esquizofrenia afeta entre 0,3 e 0,7% da população mundial em algum momento da vida.[8] Estima-se que em 2013 houvesse 23,6 milhões de casos em todo o mundo. A doença é mais comum entre homens do que entre mulheres. Cerca de 20% das pessoas melhoram e algumas recuperam por completo.É comum que a esquizofrenia seja acompanhada de problemas sociais, como desemprego de longa duração, pobreza e viver na condição de sem-abrig. A esperança de vida média das pessoas com a doença é de 10 a 25 anos mais curta do que a média. Isto é resultado do agravamento dos problemas de saúde físicos e de uma taxa de suicídio superior à média (cerca de 5%). Estima-se que em 2015 tenham morrido 17 000 pessoas por comportamentos relacionados com ou causados pela esquizofrenia.

    Bruno Franco

  • Pergunta sobre Transtorno Da Personalidade Esquizóide

    É sinal de loucura quando se fala sozinha pois muitas vezes gosto de expor os meus pensamentos para mim mesma. Isso é ruim?

    Expor os pensamentos e verbaliza-los para si mesmo voz alta também é característico de pessoas com qi elevado. Como forma de organizar os pensamentos.

    Bruno Franco

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

• PSICOTERAPEUTA (Psicólogo Clínico). Atendimento a: Crianças, jovens e adultos.   • ONG NUCLERIO Atuava no acompanhamento psicológico a crianças e ...

Mostrar a descrição completa

Tratar condições médicas

  • Depressão
  • Transtornos Do Humor
  • Estresse
Mostrar mais doenças

Artigos

Depressão

É uma reação natural à perda, aos desafios da vida e à baixa auto-estima. Mas, às vezes, o sentimento de tristeza se torna intenso, dura longos períodos e retira a pessoa da vida normal. A depressão é o mais comum dos transtornos mentais, mas é uma doença tratável. Os tipos de depressão são: leve, moderada, grave sem episódios psicóticos e grave com episódios psicóticos.

Pesquisas relacionadas