Dra. Elisangélica Melo Portela

Psicóloga mais

Torres, Brasília 2 endereços

Número de registro: CRP RS 07/40294

4 opiniões
Tempo estimado de resposta:
  • Dra. Elisangélica Melo Portela
    Dra. Elisangélica Melo Portela
    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    Especialização em Neuropsicologia, Psicodiagnóstico com investigação e identificação de pessoas no TEA ou outros transtornos, Tratamento de Ansiedade, Depressão dentre outros sintomas diversos.

  • Consultórios (3)

    Atendimento Somente Online
    Quadra Scrn 710/711 Bloco C, Asa Sul, Brasília


    Atende: adultos
    PIX, Transferência Bancária
    (51) 3303..... Mostrar número

    Primeira consulta psicologia • A partir de R$ 90

    Retorno de consulta psicologia • A partir de R$ 90

    Teleconsulta • A partir de R$ 120

    Consultório Particular
    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres


    Atende: adultos, crianças a partir dos 7 anos de idade
    PIX, Transferência Bancária
    (51) 3303..... Mostrar número

    Consulta Psicologia • A partir de R$ 120

    Primeira consulta psicologia • A partir de R$ 120

    Primeira consulta psicologia • A partir de R$ 90 +8 mais


    Fuso horário: Brasilia

    Teleconsulta • R$ 90

    Atendimento online para brasileiros no exterior • R$ 90


    Atende: adultos, crianças de qualquer idade
    (51) 3303..... Mostrar número

    Método de pagamento: PIX, Transferência Bancária

    Favor realizar pagamento via PIX chave número do telefone: ***********

    O pagamento para a consulta vai diretamente para o especialista, que também é responsável por determinar sua própria política de cancelamento e reembolso.

    Em caso de qualquer problema com pagamento, contate o especialista.

    Lembre-se de que a Doctoralia não cobra taxas adicionais pela marcação de uma consulta e não processa os pagamentos em nome do especialista.

    * Algumas informações foram ocultadas para proteção de dados.Você as verá depois de agendar a consulta.


    Prepare-se 10 minutos antes da consulta e verifique se o seu smartphone ou notebook está com a bateria carregada. Para uma videochamada, verifique se tudo funciona: conexão com a internet, câmera e microfone. Prepare também a documentação médica (como resultado de um exame) caso precise mostrar na consulta.


    Serviços e preços

    Os preços são para pacientes sem convênio médico

    Serviços em destaque


    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 120

    Consultório Particular



    Quadra Scrn 710/711 Bloco C, Brasília

    A partir de R$ 90

    Atendimento Somente Online


    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 120

    Consultório Particular


    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 90

    Consultório Particular



    Quadra Scrn 710/711 Bloco C, Brasília

    A partir de R$ 90

    Atendimento Somente Online


    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 120

    Consultório Particular


    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 90

    Consultório Particular



    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 120

    Consultório Particular



    Quadra Scrn 710/711 Bloco C, Brasília

    A partir de R$ 120

    Atendimento Somente Online


    R$ 90

    Clínica Psicológica Online

    Outros serviços


    R$ 90

    Clínica Psicológica Online



    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 120

    Consultório Particular



    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 120

    Consultório Particular



    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 120

    Consultório Particular



    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 120

    Consultório Particular



    Avenida General Osório 336 - sala 203, Torres

    A partir de R$ 120

    Consultório Particular

    Experiência

    Sobre mim

    Psicóloga Clínica, Neuropsicóloga, Psicoterapia centrada na pessoa, Avalição psicológica, Tratamento de ansiedade, depressão e outros sintomas/transto...

    Mostrar a descrição completa

    Experiência em:

    • Transtornos de Ansiedade
    • Psicologia Humanista
    • Transtorno do Espectro Autista (TEA)
    Veja mais

    Formação

    • Sou psicóloga formada no Rio Grande do sul.
    • Especialização em Neuropsicologia
    • Terapia ABA
    Veja mais

    Experiências Profissionais

    • Psicologia Cognitivo Comportamental
    • Terapia de aceitação e compromisso (ACT)
    • Psicologia Humanista Centrada na Pessoa
    Veja mais

    Idiomas

    • Português

    Redes sociais

    Artigos

    Insegurança

    A insegurança, na psicologia, é vista como uma falta de confiança em si mesmo e nas próprias habilidades, podendo ser influenciada por fatores internos e externos. Pode originar-se de experiências passadas, como críticas ou falhas. É frequentemente associada a uma autoestima baixa. Essa insegurança afeta o comportamento e as relações interpessoais, levando a dificuldades em tomar decisões e a uma constante busca por aprovação externa. O tratamento inclui terapias focadas em melhorar a autoestima, reconhecer e alterar padrões de pensamento negativos e desenvolver habilidades de enfrentamento. O objetivo é fortalecer a confiança, promover a resiliência e um senso de autoeficácia e autonomia.


    Dependência emocional

    A dependência emocional é um padrão psicológico caracterizado pela necessidade excessiva de atenção e aprovação de outros, medo de ser abandonado, levando a dificuldades na autonomia e na autoestima. Suas origens podem estar em experiências passadas, como a infância, e frequentemente, resultam em relacionamentos desequilibrados e dificuldade em estabelecer limites saudáveis. O tratamento envolve Psicoterapia focada em modificar padrões de pensamento e comportamentos desadaptativos, além de fortalecer a autoestima e a independência. Suporte adicional pode vir de grupos de apoio e recursos de autoajuda, visando à autonomia emocional e ao estabelecimento de relações mais equilibradas


    Depressão

    A depressão é um transtorno mental caracterizado por tristeza persistente, perda de interesse em atividades prazerosas e uma variedade de sintomas físicos e emocionais. Envolve alterações no humor, pensamento/comportamento, podendo afetar significativamente a vida diária. Sua causa é multifatorial, envolvendo aspectos genéticos, bioquímicos, ambientais e psicológicos. Os sintomas incluem fadiga, alterações no apetite e no sono, sentimentos de desesperança e, em casos graves, pensamentos suicidas. O tratamento envolve psicoterapia e/ou medicação. Sua jornada é única, o caminho para a cura pode levar tempo. Ser gentil consigo mesmo e reconhecer as pequenas vitórias ao longo do caminho é vital.


    Automutilação

    A automutilação é um comportamento onde o indivíduo se inflige dano físico de forma intencional, como cortar-se, queimar-se, bater em si mesmo, bater a cabeça na parede, arrancar pelos e cabelos, arranhões e beliscões, inserir objetos na pele, interferir na cicatrização, queimaduras. Frequentemente ocorre como um meio de lidar com emoções negativas ou estressantes. Não é usualmente um indicativo de tentativa de suicídio, mas sim um método de expressão ou alívio de dor emocional intensa. Está associada a problemas como depressão, ansiedade e transtornos de personalidade. O tratamento envolve terapia para ajudar a pessoa a desenvolver recursos e estratégias de enfrentamento mais saudáveis.


    Ansiedade da Separação

    A ansiedade de separação é um estágio normal do desenvolvimento emocional, comum em crianças e também pode afetar adultos. Caracteriza-se pelo medo excessivo e angústia ao se separar de pessoas ou de um lugar familiar. Nas crianças, manifesta-se frequentemente como choro ao serem separadas dos pais, e em adultos, como preocupação excessiva com a segurança de entes queridos. Embora seja parte do desenvolvimento infantil normal, quando persiste ou é intensa, pode indicar um transtorno e requer atenção psicológica. O tratamento eficaz envolve terapia e medicamentos se necessário. O objetivo é ajudar a pessoa a desenvolver estratégias de enfrentamento saudáveis e a processar emoções subjacentes.


    Síndrome de burnout

    A Síndrome de Burnout é conceituada pela psicologia como um estado de exaustão física, emocional e mental causado por estresse crônico no ambiente de trabalho. Caracteriza-se por 03 componentes principais: esgotamento emocional- a pessoa sente-se drenada e incapaz de enfrentar as demandas; despersonalização- envolve um distanciamento cínico e negativo das responsabilidades; e ainda, uma sensação de ineficácia ou falta de realização pessoal no trabalho. Essa síndrome afeta negativamente o bem-estar e a produtividade, podendo levar a problemas de saúde mental e física. É frequentemente resultado de um ambiente de trabalho desequilibrado, onde há alta demanda e pouco controle ou reconhecimento.

    Veja todos os artigos

    4 opiniões de pacientes

    Classificação geral

    Todas as opiniões são importantes, por isso os especialistas não podem pagar para alterar ou excluir uma opinião. Saiba mais.
    J
    Local: Clínica Psicológica Online Teleconsulta

    Dra Elisangelica, obrigado pela paciência, dedicação e excelente profissionalismo.
    Praticarei suas estratégias.
    Em breve nós veremos para acompanhar minha evolução.

    Dra. Elisangélica Melo Portela

    Muito obrigada pela sua avaliação, José Paulo. Sua opinião é muito importante! Nos veremos em breve.

    S
    Perfil verificado
    Consulta marcada na doctoralia.com.br
    Local: Clínica Psicológica Online Teleconsulta

    A doutora Elisangelica foi muito atenciosa, com boas estratégias em sua conduta. Já na primeira consulta, me senti confiante na minha melhoria! Acredito que dê agora pra frete, vai ser só boas evoluções.
    É um alívio encontrar alguém como ela, e se sentir amparado por uma excelente profissional bem dedicada com seus pacientes.
    Obrigado de coração.
    Desde já, já vou começar a agendar novas consultas com ela nos horários que me convém.
    Gratidão doutora Elisangelica.

    Dra. Elisangélica Melo Portela

    Muito obrigada pela sua avaliação. A opinião do paciente é muito importante. Obrigada e até a próxima sessão!

    E
    Perfil verificado
    Consulta marcada na doctoralia.com.br
    Local: Clínica Psicológica Online Outro

    Em primeiro lugar a dra Elisangela apareceu na minha vida no momento certo. Ele começou o tratamento dando sempre atenção aos mínimos detalhes das nossas conversas, e semprepassando segurança e confiança pr mim. Com o passar do tempo ela foi se aprofundando mais e mais e eu fui me abrindo. Sempre que surgia novas emoções dentro de mim e eu tinha que colocar pr fora, ela com seu jeito atencioso ouvia e depois me aconselhava da melhor forma possível. Só tenho a agradecer a dra Elisangelica por tudo.hj sou um homem com muito mais segurança graças a ela que me mostrou o caminho certo a seguir.

    Dra. Elisangélica Melo Portela

    Muito obrigada pela avaliação, Esrael! Nos veremos novamente em breve!


    D
    Perfil verificado
    Consulta marcada na doctoralia.com.br
    Local: Clínica Psicológica Online Teleconsulta

    A psicóloga Elisangélica é uma excelente profissional. Ela é muito gentil e empática em seus atendimentos. Com escuta ativa sempre me sinto à vontade com ela, e sua abordagem é eficaz. Me surpreendi com materiais inovadores para tratamento de ansidade! Se você está procurando um psicólogo com essas qualidades, recomendo a Elisangélica!

    Dra. Elisangélica Melo Portela

    Muito obrigada pela avaliação! Nós vemos novamente em breve!


    Ocorreu um erro, tente outra vez

    Dúvidas respondidas

    29 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia

    E possivel curar a afantasia, nao vejo sentido em viver sem imaginar ou lembrar porfavor ?

    Olá!
    A psicologia aborda a afantasia como uma condição neurológica que impacta a capacidade de visualizar imagens mentalmente, mas não a classifica como um transtorno ou doença mental. Esta perspectiva é importante para entender como a afantasia é percebida e tratada no campo da saúde mental.

    Os psicólogos observam que a afantasia varia em sua apresentação: algumas pessoas podem ter uma incapacidade completa de formar imagens mentais, enquanto outras podem ter apenas uma capacidade limitada. Curiosamente, a afantasia não necessariamente impede alguém de ser criativo ou de se envolver em atividades artísticas, já que muitas pessoas com afantasia desenvolvem maneiras alternativas de processar informações e criar.

    Do ponto de vista psicológico, é importante diferenciar a afantasia de condições como a alexitimia, que é a dificuldade em identificar e descrever sentimentos. Enquanto a afantasia está relacionada à geração de imagens mentais, a alexitimia lida com a consciência emocional.

    Além disso, a psicologia se interessa pelas implicações da afantasia no cotidiano e bem-estar das pessoas. Por exemplo, investiga-se como a afantasia afeta a memória, o reconhecimento de rostos, e a capacidade de sonhar. Embora algumas pessoas com afantasia possam relatar menos sonhos vívidos ou dificuldade em reconhecer rostos, estes não são sintomas universais da condição.

    O diagnóstico da afantasia na psicologia geralmente envolve o uso de questionários que avaliam a vivacidade das imagens mentais. Esses questionários pedem aos indivíduos para imaginar cenas específicas e descrever a clareza e detalhes das imagens formadas em suas mentes.

    Finalmente, a abordagem psicológica para lidar com a afantasia se concentra em ajudar as pessoas a entender sua condição e encontrar estratégias para se adaptar a ela, ao invés de buscar uma "cura". Isso pode incluir o desenvolvimento de habilidades compensatórias e o uso de outras formas de processamento sensorial e cognitivo. Estimo melhoras. Estou a disposição.

    Dra. Elisangélica Melo Portela

    Gostaria de saber se o transtorno de personalidade obsessivo compulsivo se encaixa em doenças ocultas .

    Olá. Sobre o Transtorno de Personalidade Obsessivo-Compulsivo (TPOC) e Doenças Ocultas. Vamos para uma análise detalhada para entender melhor o que você quer saber (espero ajudar):
    O Transtorno de Personalidade Obsessivo-Compulsivo (TPOC) é um transtorno mental que se caracteriza por uma preocupação excessiva com ordem, perfeição e controle. Indivíduos com TPOC podem apresentar comportamentos compulsivos, como rituais de limpeza ou organização, para aliviar a ansiedade e o estresse.
    O TPOC se encaixa na definição de doença oculta em alguns aspectos:
    Natureza invisível: Os sintomas do TPOC não são sempre visíveis para outras pessoas, o que pode dificultar o reconhecimento e o diagnóstico.
    Estigma social: O TPOC ainda é um transtorno mental estigmatizado, o que pode levar os indivíduos a esconder seus sintomas por medo de serem julgados ou discriminados.
    Quanto a dificuldade de diagnóstico, o TPOC pode ser confundido com outros transtornos mentais, como o Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC), o que pode atrasar o diagnóstico e tratamento adequados.
    No entanto, é importante considerar que o TPOC não se encaixa perfeitamente na definição de doença oculta em outros aspectos:
    Consciência dos sintomas, os indivíduos com TPOC geralmente estão cientes de seus pensamentos e comportamentos obsessivos, mesmo que não os considerem "normais".
    Tratamento mais eficaz do TPOC é com terapia e/ou medicação, pois é um transtorno mental tratável. Logo, se o indivíduo tratar com psicoterapia, poderá conseguir manter um bom funcionamento social, apesar de seus sintomas.
    Em um melhor resumo, o TPOC pode ser considerado uma doença oculta em alguns aspectos, mas não em outros. É importante ter uma visão abrangente do transtorno para entender como ele se manifesta e como pode ser tratado.

    Para melhor compreensão, abaixo estão alguns pontos importantes a serem considerados: A prevalência; Comorbidade (TPOC frequentemente coexiste com outros transtornos mentais, como ansiedade, depressão e transtornos alimentares); Impacto na vida (TPOC pode ter um impacto significativo na vida do indivíduo, afetando seus relacionamentos, trabalho e qualidade de vida); Tratamento (tratamento do TPOC geralmente envolve terapia cognitivo-comportamental (TCC) e/ou medicação); Apoio (Existem grupos de apoio disponíveis para indivíduos com TPOC e seus familiares).
    Espero ter esclarecido sua dúvida. Se você acha que você ou alguém que você conhece pode ter TPOC, é importante procurar ajuda profissional. Um diagnóstico e tratamento adequados podem ajudar a controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida.

    Dra. Elisangélica Melo Portela

    Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

    Perguntas frequentes