Gilmar de Oliveira Dornelas Junior, Neurologista Campo Grande

Dr. Gilmar de Oliveira Dornelas Junior

Salvar

Neurologista mais

Número de registro: CRM/MS 9270 RQE 5144
6 opiniões

Salvar

Tempo estimado de resposta:

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Consultórios (2)

Rua Coronel Cacildo Arantes, 543 - 2º andar, Campo Grande
Consultório particular

Este especialista não oferece agendamento online neste endereço

Atende: adultos
Convênios médicos aceitos neste endereço

Pacientes particulares (sem convênio)

Unimed


Não adicionou informações sobre seus serviços

Este especialista não fornece todas as informações que você precisa?

Mostrar outros neurologistas perto de mim

Este especialista não oferece agendamento online neste endereço

Atende: adultos
Convênios médicos aceitos neste endereço

Pacientes particulares (sem convênio)

Unimed (Ver planos)


Este especialista não fornece todas as informações que você precisa?

Mostrar outros neurologistas perto de mim

Experiência

Sobre mim

Graduação em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina (2004-2009). Programa de residência médica em Neurologia Cl...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Doenças Cerebrovasculares
  • Doenças Degenerativas e Demências
  • Dores de Cabeça
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Acidente vascular cerebral (AVC)
  • Transtornos Amnésticos
  • Espasticidade Muscular
Mostrar mais doenças

Serviços e preços

Os preços são para pacientes sem convênio médico

Serviços populares


Rua Barao do Rio Branco, 2590, Campo Grande

Hospital Adventista Do Penfigo Unidade Centro



Rua Barao do Rio Branco, 2590, Campo Grande

a partir de r$ 200

Hospital Adventista Do Penfigo Unidade Centro



Rua Barao do Rio Branco, 2590, Campo Grande

Hospital Adventista Do Penfigo Unidade Centro

Outros serviços


Rua Barao do Rio Branco, 2590, Campo Grande

Hospital Adventista Do Penfigo Unidade Centro



Rua Barao do Rio Branco, 2590, Campo Grande

Hospital Adventista Do Penfigo Unidade Centro

6 opiniões de pacientes

Classificação geral

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
Todas as opiniões são importantes, por isso os especialistas não podem pagar para alterar ou excluir uma opinião. Saiba mais.
F
Paciente verificado
Local: Hospital Adventista Do Penfigo Unidade Centro Consulta Neurologia

Chegar as 13 para ser atendido apenas 15, passou consulta apenas escrevendo meus relatos no computador e nem relou em mim e ja passou uma prescrição para resolver sintomas e não procurar o acontecido.


G
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br
Local: Hospital Adventista Do Penfigo Unidade Centro Primeira consulta neurologia

Foi um ótimo atendimento! Muito atencioso, não mediu esforço para me atender. No outro dia foi ao hospital para me atender. Gostei muito! Atrasou um pouco a consulta mas eu entendo que a rotina de médico é intensa. Parabéns de. Continue dando seu melhor a nossa população de Campo Grande, tão carente de ótimos profissionais como o Sr.


A
Paciente verificado
Local: outro lugar Tratamento do AVC (Acidente Vascular Cerebral)

Sou extremamente grata ao Dr. Gilmar por toda a atenção para comigo e meus pais. Soube nos dar o diagnóstico de forma rápida e também o melhor tratamento. Além disso, soube nos explicar pacientemente cada pergunta que tínhamos. Médico muito humano!


P
Paciente verificado
Tumor Hipófise

Pontos positivos
Muito Atencioso, esclareceu todas as minhas dúvidas.

Dr. Gilmar de Oliveira Dornelas Junior

Obrigado pela confiança depositada no meu trabalho. Estou sempre em busca de aperfeiçoamento técnico e nunca deixando de lado a humanização do atendimento médico. Att, Dr. Gilmar.


I
Paciente verificado
Avc hemorrágico

Pontos positivos
Excelente profissional, muito gentil e atencioso, sempre preocupado com o bem estar do paciente e sempre esclarece todas as dúvidas. Minha mãe Georgina está se recuperando super bem devidos aos cuidados do Dr. Gilmar.

Pontos de melhoria
Nada a melhorar.

Dr. Gilmar de Oliveira Dornelas Junior

Obrigado pelas palavras gentis. Busco sempre oferecer o melhor cuidado e atenção ao paciente bem como aos familiares.



P
Local: Consultório particular Enxaqueca Com Aura

Pontos positivos
Pontualidade, profissionalismo e competência, além da atenção dada e diagnóstico preciso. Já me sinto muito melhor, obrigada Dr. Gilmar!!

Pontos de melhoria
Nada a melhorar! Continue assim!

Dr. Gilmar de Oliveira Dornelas Junior

Muito obrigado pelo feedback, é sempre muito importante para continuarmos a prestar o melhor atendimento ao paciente!


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

249 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia

Pergunta sobre Aplicação da toxina botulínica

A toxina botulínica Dysport é uma das melhores para o masseter?

Dysport é a toxina botulínica tipo A do laboratório Ipsen, bem como Botox é a toxina botulínica tipo A do laboratório Allergan.

Não existe uma marca / laboratório específico de toxina botulínica para aplicação no caso de aplicação no músculo Masseter, como nos casos de bruxismo.

Cada médico tem a sua marca de predileção, com a qual trabalha há mais tempo.

Lembrando que apenas nos casos de Migrânea Crônica (Enxaqueca Crônica) é que existe indicação formal na bula de uso de Botox.

Espero ter ajudado! Abraços!

Dr. Gilmar de Oliveira Dornelas Junior

Pergunta sobre Mielite Transversa

Celulas tronco podem curar as sequelas da mielite?

Estudos experimentais em animais e também em seres humanos (ainda incipiente) têm demonstrado melhora dos déficits neurológicos resultantes de uma mielopatia.

Dr. Gilmar de Oliveira Dornelas Junior

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Graduação em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina (2004-2009). Programa de residência médica em Neurologia Cl...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Doenças Cerebrovasculares
  • Doenças Degenerativas e Demências
  • Dores de Cabeça
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Acidente vascular cerebral (AVC)
  • Transtornos Amnésticos
  • Espasticidade Muscular
Mostrar mais doenças

Artigos

Tratamento clínico para enxaqueca

O tratamento da enxaqueca crônica é feito de duas formas distintas, sendo uma de profilaxia, ou seja, para prevenir ou inibir os episódios de crise, e outra de controle da dor durante a crise já instalada. O tratamento profilático, preventivo, pode ser feito com medicamentos orais, tais como antidepressivos, neuromoduladores e betabloqueadores. A toxina botulínica A é a mais recente novidade para prevenir as crises de enxaqueca crônica. Injetada nas fibras musculares e no tecido subcutâneo de pontos específicos da cabeça, do pescoço e na porção mais alta do tronco, a toxina botulínica interrompe a transmissão do sintoma doloroso pelo sistema nervoso central.


Transtornos Amnésticos

Caracteriza-se pelo comprometimento exclusivo da memória, sem outras alterações cognitivas concomitantes. Pode ocorrer comprometimento da memória de curto prazo e longo prazo, atribuído a uma etiologia orgânica específica. O paciente apresenta-se assintomático em outras áreas da cognição. A forma mais comum é devido à deficiência de tiamina associada à dependência alcóolica. Pode ser devida também a traumatismo craniano, cirurgia, hipóxia, acidente vascular cerebral e encefalites.


Aplicação da toxina botulínica

O uso da toxina botulínica, muito conhecida como Botox, vem sendo atualmente a principal indicação para tratamento das distonias, que são contraturas dolorosas e mantidas de determinado grupo muscular, assim como da espasticidade, que ocorre com freqüência após acidentes vasculares cerebrais, traumatismos raquimedulares e casos de paralisia cerebral. Atualmente, a toxina botulínica é uma substância aprovada pela ANVISA para o tratamento profilático (preventivo) da enxaqueca crônica, com excelentes resultados clínicos. As crises de enxaqueca causam um impacto negativo na qualidade de vida, aumentando o risco de depressão, ansiedade, distúrbios do sono, transtornos respiratórios e obesidade.


Acidente vascular cerebral (AVC)

Caracterizado por um quadro agudo e súbito de déficits neurológicos, tais como fraqueza muscular, perda de sensibilidade, desvio do sorriso, alteração na articulação da fala, dificuldade para falar e/ou compreender palavras, bem como alteração do nível de consciência, desde sonolência até coma. Pode ser ocasionado pela falta de fluxo sanguíneo cerebral (AVC isquêmico) ou por sangramento cerebral (AVC hemorrágico), sendo que neste último caso é frequente a associação com cefaleia e pressão arterial elevada.


Espasticidade Muscular

A espasticidade é uma alteração no tônus muscular (rigidez do músculo). Ocorre em doenças neurológicas que provocam lesão de células do sistema nervoso, responsáveis pelo controle dos movimentos voluntários. As doenças neurológicas mais comuns que levam a espasticidade são: paralisia cerebral, lesão medular, esclerose múltipla, esclerose lateral amiotrófica, acidente vascular cerebral, lesões cerebrais causadas por falta de oxigênio ou traumatismos físicos, hemorragia ou infecção. A espasticidade pode ser dolorosa especialmente se leva a articulação a tomar uma posição anormal ou impede uma série de movimentos realizados por um grupo muscular.


Epilepsia

Epilepsia é um distúrbio comum a várias doenças. Na verdade, é uma síndrome, ou seja, um conjunto de sinais e sintomas que caracterizam determinada condição e indicam que, por algum motivo, um agrupamento de células cerebrais se comporta de maneira hiperexcitável. Isso pode gerar manifestações clínicas, ou seja, crises epiléticas parciais (se os sinais elétricos estão desorganizados em apenas um dos hemisférios cerebrais), ou totais (se essa desorganização ocorrer nos dois hemisférios). Na grande maioria dos casos, as crises desaparecem espontaneamente, mas a tendência é que se repitam de tempos em tempos.

Veja todos os artigos

Pesquisas relacionadas