Gladys Lentz Martins, Neurologista Florianópolis

Dra. Gladys Lentz Martins

Neurologista

Número de registro: 4368 SC-RQE 2507
3 opiniões

Não descuide da sua saúde

Escolha a consulta online para iniciar ou continuar o seu tratamento sem sair de casa. Se precisar, você também pode marcar uma consulta no consultório.

Mostrar especialistas Como funciona?

Consultório

R. Irmã Benwarda, 83, Centro, Florianópolis
Clinica Do Cerebro - Neurocare

Este especialista não oferece agendamento online neste endereço

Este especialista não fornece todas as informações que você precisa?

Mostrar outros neurologistas perto de mim

Experiência

Experiência em:

  • Doenças Cerebrovasculares
  • Doenças Degenerativas e Demências
  • Dores de Cabeça
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Demência
  • Doença De Parkinson
  • Dor Intratável
Mostrar mais doenças

Serviços e preços

Serviços populares

Consulta Neurologia


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Primeira consulta Neurologia


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Retorno de consultas Neurologia


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare

Outros serviços

Puncao Lombar


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tap-Test


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento clínico para Enxaqueca


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento da doença de Alzheimer


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento da doença de parkinson


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento da epilepsia


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento da insônia


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento da neuromielite óptica


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento de demências


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento de Esclerose Múltipla


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento de trombose venosa cerebral


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento do AVC (Acidente Vascular Cerebral)


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento do TDAH


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento dos distúrbios de movimento


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para cefaléia tipo tensional


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para degeneração combinada de medula (mielopatia por deficiência de B12)


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para demência frontotemporal


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para demência vascular


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para distúrbios da memória


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para encefalite


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para meningites


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para miastenia gravis


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para mielites


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para neurite óptica


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para paralisia facial periférica (Paralisia de Bell)


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para polineuropatias periféricas


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamento para transtorno cognitivo leve


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare


Tratamiento conservador prolongado da hipertensão intracraninana


R. Irmã Benwarda, 83, Florianópolis

Clinica Do Cerebro - Neurocare

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
3 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
G
Paciente verificado
Local: Clinica Do Cerebro - Neurocare Derrame

Pontos positivos
O atendimento em geral.
Clareza e objetividade

Dra. Gladys Lentz Martins

Sua saúde é nosso objetivo.
Agradeço por externar sua opinião


U
Local: Clinica Do Cerebro - Neurocare Labirintopatia

Pontos positivos
Atenção e cuidados.

Dra. Gladys Lentz Martins

Estamos à disposição para cada vez melhorar mais nosso atendimento. Nosso objetivo é sua saúde!


P
Paciente verificado

Adoro o atendimento. Sempre fui bem atendida. Parabéns pra todos.

Dra. Gladys Lentz Martins

Muito obrigada por sua opinião.
Estamos à disposição para colaborar pelo seu bem estar e Saúde!


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

3 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Síndrome De Guillain-Barré

    Quem teve Síndrome De Guillain-Barré pode ter filhos?

    Não existe restrição para uma pessoa que teve a Síndrome de Guillain-Barré ter filhos, principalmente porque a mesma não é transmitida.

    Dra. Gladys Lentz Martins

  • Pergunta sobre Acidente vascular cerebral (AVC)

    Tive um avc isquemico a dois meses e continuo com um tremor forte e regidez em meu lado esquerdo o que pode ser?

    Bom dia,
    Estes sintomas podem ser decorrentes de uma sequela na área motora, que pode levar à espasticidade e sintomas parecidos com tremor, que na realidade chamamos de clonus.
    Você deve procurar o seu neurologista para confirmar esta possibilidade e afastar outras, como crises motoras focais.
    A reabilitação física pode melhorar os sintomas bem como o uso de toxina botulínica, se os sintomas forem apenas sequelares.
    Abraços

    Dra. Gladys Lentz Martins

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Experiência em:

  • Doenças Cerebrovasculares
  • Doenças Degenerativas e Demências
  • Dores de Cabeça
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Demência
  • Doença De Parkinson
  • Dor Intratável
Mostrar mais doenças

Artigos

Epilepsia

A epilepsia é uma doença que se caracteriza por crises convulsivas recorrentes, que podem ser de fácil controle com medicamentos, ou refratárias (de difícil controle), quando uma conduta cirúrgica pode ser indicada. Existem várias causas para as crises, que devem ser investigadas para definir o medicamento mais adequado para cada tipo. É uma doença que já sofreu muitos estigmas, mas que hoje já é bastante conhecida, e sabidamente não é transmitida pela "saliva" eliminada pelo paciente durante a crise. Pacientes com epilepsia podem ter vida normal se realizarem o tratamento adequado, e podem ser inseridos no mercado de trabalho, dependendo de cada caso.


Cefaléias

As dores de cabeça, chamadas de "cefaléias", devem ser investigadas e tratadas. Existem várias causas, que vão desde enxaqueca, dor tensional até tumores ou inflamações. Uma boa história e exame físico ajudam a definir a necessidade de realizar uma investigação mais profunda com Tomografia ou Ressonância de crânio. Existem vários tratamentos que podem ser sugeridos, com a participação do paciente e seus familiares, para a aliviar as dores ou prevenir crises, quando se trata de uma dor de cabeça primária (sem tumor, inflamação ou outra causa orgânica), e mesmo quando tiver uma causa existem várias opções de tratamento.


Acidente vascular cerebral (AVC)

O AVC é a segunda causa de morte em nosso país, mas é uma doença que pode ser evitada, tratando os principais fatores de risco que são: Hipertensão, Diabetes Mellitus, Aumento de colesterol, tabagismo, alcoolismo, sedentarismo, Doenças cardíacas (Infarto e Arritmia). Contudo, se ele acontecer, o paciente deve procurar o Hospital para a realização de um tratamento de fase aguda (trombólise), que será mais efetivo quanto mais precoce for iniciado (no máximo, 4 horas e meia). Além disto, exames precisam ser feitos para descobrir a causa e o início da reabilitação (fisioterapia, fonoaudilogia, terapia ocupacional) deve ser precoce.

Veja todos os artigos

Pesquisas relacionadas