e possivel alguem com bulimia curar se sem ajuda de medicos e remedios ??
 Danieli Zuanazzi
Danieli Zuanazzi
Psicólogo
Curitiba
Ir a um psicólogo pode ser o primeiro passo para compreender a bulimia. A psicoterapia pode contribuir muito para a melhora deste quadro. Porém, geralmente é necessário o acompanhamento com profissionais de outras áreas como psiquiatra, médico do aparelho digestivo e nutricionista. Se você tem receio de começar pelos médicos, sugiro que você comece com o acompanhamento psicológico que pode auxilia-lo a dar continuidade com os outros profissionais.

Consiga todas as respostas durante a Telemedicina

Agende uma Telemedicina e pergunte aos especialistas sobre tudo o que precisa sem sair de casa

Mostrar especialistas Como funciona?
Caro paciente,
É difícil a cura sem um acompanhamento.
No caso de Bulimia é importante fazer um tratamento com uma equipe multiciplinar para atingir resultados.

Abraços,

 Niliane Maria de Brito Alves
Niliane Maria de Brito Alves
Psicólogo
Salvador
O ideal inicialmente é consultar um psicólogo, já que a bulimia trata-se de um transtorno psiquiátrico onde existe a distorção da imagem corporal é necessário um acompanhamento Terapeutico para trabalhar essas questões de auto estima, imagem etc. A partir de então percebendo a necessidade de acompanhamento psiquiátrico deve procurar o profissional junto com médico clínico e nutricionista!

 Luiza de Lima Braga
Luiza de Lima Braga
Psicólogo
Florianópolis
Sim, é possível. Embora o ideal seja um tratamento multidisciplinar, é possível que, sob orientação de um bom psicólogo, a pessoa possa melhorar e adquirir novamente qualidade de vida.
Na maioria dos casos, o paciente com anorexia sabe muito bem quais alimentos deve comer e quais quantidades, entretanto, não consegue seguir o plano alimentar. Esse é um dos motivos pelos quais muitas vezes o papel do nutricionista é "em vão" até que o paciente, juntamente com um psicólogo devidamente capacitado, trabalhe suas crenças com relação aos alimentos e ao seu corpo. Aí sim, após a reestruturação cognitiva do paciente, ele conseguirá seguir o plano alimentar elaborado pelo nutricionista.
A terapia cognitivo-comportamental tem se mostrado, através de estudos controlados, extremamente eficaz para este tipo de transtorno e pode ser utilizada com ou sem medicação, dependendo da gravidade do caso.

O tratamento da bulimia pode sim ser feito com terapia com um bom terapeuta da área, com um(a) boa psicólogo(a). Podem existir ótimos resultados, quando as causas da bulimia são entendidas e corretamente tratadas. Caso seja necessário, o(a) psicólogo(a) que conduzirá o tratamento saberá identificar e encaminhar para tratamento médico complementar (mesmo que não seja com um médico psiquiatra). O mais importante é ir procurar tratamento o quanto antes, pois é uma doença que pode trazer riscos ao paciente, assim como outros transtornos alimentares. Atenciosamente

Dra. Elisa Reis
Dra. Elisa Reis
Psicólogo
Novo Hamburgo
A Bulimia é causada por desequilíbrio psicológico e pode sim, ser tratada sem o uso de medicação. Um tratamento com sessões de psicoterapia semanais pode trazer de vota o equilíbrio físico e emocional do paciente.

A bulimia é um transtorno psiquiátrico de tratamento complexo, para tanto seu acompanhamento deve ser multiprofissional (psicólogo, psiquiatra, nutricionista, dentre outros). Desta forma, como você já identificou a doença o ideal é consultar um psiquiatra e/ou psicólogo para dar início ao tratamento. Uma boa opção é procurar um centro de tratamento de transtornos alimentares da sua cidade, lá você encontrará profissionais qualificados e experientes no tratamento da bulimia. O importante é dar início o quanto antes ao tratamento, não hesite em buscar ajuda!

Dra. Mariana Pavani
Dra. Mariana Pavani
Psicanalista, Psicólogo
Campinas
Sem ajuda difícil, mas importante ter o desejo de melhorar.

A Bulimia é um transtorno psiquiátrico que necessita de atendimento multidisciplinar, ou seja, medicação, psicoterapia e nutrição. Além disso, por ser um transtorno que atinge a imagem corporal - o individuo não se agrada do que vê ao espelho - a resistência ao tratamento é grande. Podemos dizer até que o paciente joga no "time da doença" e não da saúde!! Por fim, é necessário um profissional que possa avaliar e conduzir o tratamento de forma coerente.

 Edna P. Borba Araujo
Edna P. Borba Araujo
Psicólogo, Psicanalista
Recife
A pessoa que desenvolve essa perturbação adota comportamentos prejudiciais à saúde; medidas emergenciais objetivando alcançar um 'corpo ideal', q podem ser jejuns, ingestão de medicamentos, exercícios físicos. De modo geral a bulimia se caracteriza por episódios de hiperfagia (comer compulsivo, fome em excesso) e o sentimento de culpa, acarretando vários outros sintomas. Portanto, existe a necessidade de um atendimento multidisciplinar onde o psicólogo e outros profissionais poderão contribuir para a cura.
Abraço :)

Muito difícil. O tratamento é multidisciplinar envolve psicólogos, psiquiatra, clínico e nutricionista.

Att.

Especialistas em Bulimia Nervosa

Veronica Lara Wainstein

Veronica Lara Wainstein

Psicólogo

São Paulo

Alessandra Napoli

Alessandra Napoli

Psicólogo

São Paulo

Sheila Hauck Barbosa

Sheila Hauck Barbosa

Psiquiatra

São Paulo

Fenelon Laba Da Costa

Fenelon Laba Da Costa

Psiquiatra

Curitiba

Suely Kosiak Poitevin

Suely Kosiak Poitevin

Psicanalista

Curitiba

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 34 perguntas sobre Bulimia Nervosa

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.