Gostaria de saber se existe um tratamento, onde possa melhorar a qualidade de vida ou mesmo a cura para
3 respostas
Gostaria de saber se existe um tratamento, onde possa melhorar a qualidade de vida ou mesmo a cura para tal diagnóstico. meu filho tem 25 anos, e, é portador de paraplegia espástica hereditária?
Olá,
a qualidade de vida é uma busca muito bacana p/ seu filho. Dou-lhe os parabéns e indico um tratamento ainda pouco explorado chamado: Terapia Crânio-Sacral.
Trata-se de uma disciplina da formação do Osteopata, que irá ter como foco o Sistema Crânio-Sacral.
O Sistema foi descoberto pelo Osteopata Willian Gardner Sutherland, lançado oficialmente em meados de 1928, propõe a reorganização deste Sistema acima colocado, e que tenho a convicção que poderá ajudar seu filho. Sugiro que a Sra experimente o trabalho e leia a respeito. Indico um texto de 3 folhas: Pediatria Flexível - Terapia Crânio-Sacral, coloque assim na internet que talvez encontre. Só após experimentar em você, é que deve decidir por oferecer ao seu filho.
Fui monitor desta técnica e trabalhamos junto há um serviço de atendimento neurológico p/ crianças. As respostas surpreenderam há todos, devido a suavidade do trabalho, contrariando aos princípios de estimulação constante das crianças.
Um abraço e paz profunda.

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Existe tratamento medicamentoso e fisioterápico, e o quanto antes procurar a fisioterapia melhor, a qualidade de vida do seu filho irá melhorar muito, a cura assim como na maioria de doenças hereditárias, ainda não foi encontrada, pois vêm do genes. Mas com um bom tratamento, os resultados serão positivos.

Paraplegia espástica hereditária na verdade não é uma doença específica, mas um grupo de doenças com muitos padrões genéticos diferentes, com vários genes envolvidos, e diferentes variações podem ter diferentes sintomas além da fraqueza e espasticidade (alguns com alterações de nervos que chamamos polineuropatia, outros com alterações do nervo óptico ou de estruturas ligadas à coordenação motora). O prognóstico também varia muito de um tipo para outro, sendo que alguns geram incapacidade maiores, outros menores.

Ainda não há tratamento propondo cura para a doença, mas os tratamentos sintomáticos (fisioterapia, medicações, hidroterapia, etc) trazem conforto e preservam a função por mais tempo. E muitas das doenças que fazem diagnóstico diferencial (doenças semelhantes que podem ser confundidas com as PEHs) têm sim tratamento potencialmente curativo (doenças medulares, más-formações da junção do crânio com a coluna cervical, etc).

Espero ter ajudado!

Especialistas

Luiz Carlos Pinto

Luiz Carlos Pinto

Especialista em medicina física e reabilitação, Neurofisiologista

Rio de Janeiro

Paulo Victor Sgobbi de Souza

Paulo Victor Sgobbi de Souza

Neurologista

São Paulo

Igor Bruscky

Igor Bruscky

Neurologista

Recife

Wladimir Bocca Vieira de Rezende Pinto

Wladimir Bocca Vieira de Rezende Pinto

Neurologista

São Paulo

Samai Ferrarezi

Samai Ferrarezi

Especialista em medicina física e reabilitação

São Paulo

Anderson Rodrigues Brandao de Paiva

Anderson Rodrigues Brandao de Paiva

Neurologista

Salvador

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 21 perguntas sobre Paraplegia Espástica Hereditária

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.