Indivíduo com bulimia e automutilação tem necessariamente alguma ligação com o transtorno de persona
10 respostas
Indivíduo com bulimia e automutilação tem necessariamente alguma ligação com o transtorno de personalidade borderline? Esses sintomas são transtornos mentais ?
Boa noite! Não, nenhum sintoma, visto de forma isolada, é determinante para composição de diagnóstico ou correlação; para tal é necessário verificar uma série de outros elementos subjetivos. Devido a este fato, todo diagnóstico deve ser realizado impreterivelmente, por profissionais da área de relação (neste caso Psicóloga ou Psiquiatra), a partir de acompanhamento individual, presencial e após período considerado, pelo profissional, suficiente para análise (cada caso é um caso, e dever ser visto de forma singular).
Caso esta pergunta seja referente à seu estado atual, sugiro que inicie, o mais breve possível, uma análise pessoal individual, com uma Psicóloga (o) de sua escolha. Com o desenvolver da análise, caso seja verificado necessidade, a (o) profissional, lhe orientará para um tratamento conjunto com médico psiquiatra, para auxílio medicamentoso.
Espero ter auxiliado.
À disposição.

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Transtorno de personalidade não é o mesmo que transtorno mental. Os transtornos de personalidade graves (bulimia, boderline, e outros) que poderão avançar para transtornos mais severos se não forem tratados corretamente, chegando a estágios de depressões profundas, catatonia, colocando em risco a própria vida e gerando muito sofrimento aos seus familiares.
Porém para se diagnosticar transtorno mental serão necessários diversos exames psiquiátricos e neurológicos afim de identificar no paciente um quadro esquizofrênico ou autismo. Mesmo que exista um quadro de transtorno mental, avalia-se a intensidade, se é leve, moderado ou agudo. As vezes até mesmo um indivíduo esquizofrênico consegue viver de forma adequada sem grandes problemas na sua rotina.
Há uma multidão de pessoas com transtorno de personalidade boderline ou bulimia que no entanto exercem funções diversas, trabalham, estudam, e tem uma vida social razoável, embora esses transtornos gerem grandes problemas relacionais, porém são consideradas intelectualmente sadias

Olá...
São dois sintomas importante para buscar uma avaliação psicologica, nenhum sintoma isolado pode ser feito diagnóstico.
Considero necessário, um acompanhamento com psicólogo e avaliação psiquiatrica para entendimento e tratamento dos sintomas.
Bom tratamento!

Boa noite, em geral pessoas que sofrem de Bulimia e Automutilação apresentam mais transtornos emocionais que mentais, a não ser que se apresentem os sintomas da “esquizofrenia”. A personalidade Borderline pode manifestar sintomas Bulímicos e de Automutilação, mas não necessariamente se enquadram na esquizofrenia. É importante consultar o psiquiatra para ter um diagnostico mais adequado ao caso, e/ou consultar um psicólogo que vai ajudar a entender melhor as causas desses transtornos e tentar amenizar o sofrimentos que podem causar no individuo.

Procure um médico especializado na área da saúde mental e com uma equipe multidisciplinar o ajudará neste processo para minimizar o processo da bulimia.
Atenciosamente

Olá

Não podemos diZer que eles têm relação direta com o transtorno borderline , é necessário a busca de um profissional para avaliar o caso

Boa tarde. Sou Priscila, sou Psicóloga e Terapeuta Cognitiva Comportamental. A melhor coisa a fazer é procurar um profissional de saúde mental, Psicólogo ou psiquiatra.

Olá. Se você come muito e vomita, não se satisfaz com sua aparência no espelho, tem humor deprimido, baixa-autoestima, então é melhor não se preocupar com nomes como "transtorno ou síndrome disso ou aquilo" - Esses sintomas podem indicar várias coisas, inclusive transtornos mentais ou alimentares. Somente tendo uma boa conversa com um profissional de saúde mental (psiquiatra ou psicólogo) levantando sua história cultural, familiar, afetiva, social, biológica é que você pode ter uma ideia do que está te afligindo. Não deixe para depois, procure ajuda o mais breve possível.

Por redundância tudo o que é mental está relacionado com a nossa mente. Entretanto, isto não significa que seja menos real. Para a Psicanálise, o diagnóstico é diferente da visão psiquiátrica, que é muito válido às vezes até para salvar a vida do paciente. Uma vez tomadas as providências necessárias para salvaguardar a integridade do paciente através da intervenção psiquiátrica, faz-se necessária a intervenção de um profissional que auxilie o paciente a compreender a dinâmica por de trás dos sintomas, e isso pode ser feito através de um processo terapêutico pessoal.

Transtornos Alimentares como a bulimia podem se apresentar com determinadas comorbidades como por exemplo sintomas depressivos, transtornos de humor, transtornos obsessivos compulsivos, transtornos de ansiedade, e entre eles, especialmente do tipo Bordeline que se caracteriza como padrão de instabilidade em seus relacionamentos interpessoais. Mas como cada caso é único e singular, a necessidade de ser realizada uma avaliação criteriosa e cuidadosa é de suma importância com equipe multidisciplinar especializada na condução e no acompanhamento deste paciente. Não podendo deixar de frisar que aqui apenas orientamos. Espero que possa ter atendido sua dúvida. Boa sorte!

content.item_itemType.experts.B3.specialists

Flavio Mitio Takahagui

Flavio Mitio Takahagui

Psiquiatra

São Paulo

Lane Lucena Figueiredo

Lane Lucena Figueiredo

Psicanalista

Salgueiro

Cesar Augusto Savazzoni

Cesar Augusto Savazzoni

Psicanalista, Psicólogo

Ribeirão Preto

Alef Ferreira

Alef Ferreira

Psicólogo

São Paulo

Suely Kosiak Poitevin

Suely Kosiak Poitevin

Psicanalista

Curitiba

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 35 perguntas sobre Bulimia Nervosa

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.