Paciente com depressão, bipolar, irritado, insônia, alimentação só com suplementos
Pode ter bom resultado com tto com nutrólogo?
Olá!! A medicina avança a cada ano nos estudos sobre depressão e outros transtornos. As evidências encontradas estão relacionadas ao tratamento em conjunto com diversas terapias e mudança de hábitos, como por exemplo, tratamento com medicamentos psicotrópicos, psicoterapia, atividade física e ajustes alimentares podem ajudar, e neste caso o nutrólogo pode ser inserido. Cada área é responsável por uma questão, logo, uma não substitui a outra e isso impacta consideravelmente na melhora do quadro.

Olá...
Bom responder sua pergunta.
Nutrólogo, é o médico que cuida de doenças do comportamento alimentar, é diferente do nutricionista.
A alimentação, precisa de fato ser cuidada, para melhoria do corpo como um todo, inclusiva das questões de ordem emocional.
Sobre tudo, não pode ser substituido, é essencial psicoterapia e acompanhamento com o médico psiquiatra.
Gratidão!
Convidamo-lo para uma consulta: - R$ 120
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Os colegas que responderam previamente evidenciaram a importância de um tratamento multidisciplinar, que de fato apresenta melhores resultados. Mas cabe ressaltar que é essencial o acompanhamento psiquiátrico do paciente bipolar, não sendo possível a sua melhora real sem isto. Recomendo que antes de mais nada procure um psiquiatra, pois o humor bipolar é um transtorno sério que precisa de acompanhamento médico. Espero ter ajudado. Um abraço.

 Ricardo Daud Amadera
Ricardo Daud Amadera
Psicólogo
São Paulo
Boa tarde. Às vezes vale a pena investir em um tratamento global do que escolher só uma frente. O tratamento global inclui a psicoterapia, a psiquiatria, a atividade física e a dieta com um nutricionista. O nutrólogo pode ser necessário para fazer uma avaliação médica e cuidar das questões relativas tanto à nutrição quanto à questões orgânicas que garantem ou não seu ganho ou perda de peso com saúde. Para as pessoas ditas "saudáveis" já é de grande importância esse cuidado com a parte mental e física, então, para um paciente com esses sintomas é mais importante ainda. Grato

 Eliana Benedetti TCC
Eliana Benedetti TCC
Psicólogo
Americana
Olá. É importante o tratamento multidisciplinar para transtornos depressivo Maior e Bipolar, porém é indispensável o tratamento com um psiquiatra para a estabilização do humor com medicação, juntamente com um psicólogo para a psicoeducação e engajamento do paciente ao tratamento e monitoramento dos sinais pré sindrômicos para o equilíbrio e manutenção da eutimia.

Olá, Vamos entender o que é depressão e o que é transtorno bipolar primeiro.
Depressão é uma doença comum e séria que afeta negativamente como você se sente, como pensa e como age. A depressão provoca sentimentos de tristeza e/ou perda de interesse em atividades que em momentos anteriores traziam prazer.ode levar a uma variedade de problemas emocionais e físicos e pode diminuir a capacidade de uma pessoa manter suas atividades normais no trabalho e em casa.
A depressão é classificada em leve, moderada e grave. E dependendo do nível pode levar apensamentos suicida e variação no apetite. A depressão pode se misturar com sintomas de ansiedade o que leva muita das vezes ou comer de mais ou comer de menos. Dormir de mais ou dormir de menos. Sintomas que variam de pessoas por pessoas.
O transtorno bipolar é uma doença crônica e complexa,
caracterizada por sua grande mutabilidade, pelas formas
diferentes de manifestação e por sua instabilidade; característica marcante e manifestada através de sintomas flutuantes e muitas vezes inversos (Tung, 2007).
Cordás, 2006). Segundo a CID–10 (Organização Mundial de Saúde [OMS], 1993), o transtorno afetivo bipolar se enquadra
entre os transtornos do humor (afetivos).
O transtorno afetivo bipolar, como é chamado nesta classificação, é caracterizado por episódios repetidos, ou seja, pelo menos dois, em que o humor e os níveis de atividade do paciente estão significativamente perturbados. Tais alterações consistem em algumas ocasiões de uma elevação do humor
e aumento de energia e atividade (mania ou hipomania)
e em outras de um rebaixamento do humor e diminuição
de energia (depressão). A recuperação entre episódios é,
geralmente, completa e a incidência em ambos os sexos
é mais semelhante se comparado a outros transtornos do humor. Pacientes com apenas episódios maníacos são raros,
pois, usualmente, começam abruptamente e possuem uma
duração entre duas semanas e 4-5 meses. Já as depressões
tendem a durar mais tempo, algo em torno de seis meses;
raramente por mais de um ano, exceto em idosos.
Ambos os transtornos pode alterar no apetite do individuo. Cabendo e sendo necessário em muitos dos casos a intervenção de um nutricionista ou nutrólogo. No entanto, é importante ressaltar, que doenças mentais são tratados e diagnosticados com profissionais especializados na área da saúde mental. Como Psiquiatra e psicólogos (as).
Quando o paciente se aplica em um tratamento adequado os sintomas tendem a diminuir e/ou até desaparecer. Podendo então, o paciente levar uma vida harmoniosa consigo mesmo e com os que o cercam.

Não se iluda!! O transtorno bipolar deve ser tratado com acompanhamento psiquiátrico e psicológico.

Olá!! As pesquisas científicas comprovam alta eficácia dos psicotrópicos para o tratamento do transtorno bipolar, podendo-se alcançar remissão das crises ou redução da frequência e intensidade das mesmas. Os estabilizadores de humor têm a característica tanto de eliminar sintomas quanto de prevenir novas recaídas, sendo considerados fundamentais no controle da doença. Sem tais medicações, os estudos mostram agravamento dos sintomas e crises mais frequentes. Associados a psicoterapia, a taxa de resposta terapêutica é ainda maior. Outra forma de tratamento comprovada é a Eletroconvulsoterapia, para casos mais resistentes. Não existem na atualidade outros tipos de tratamento reconhecidamente eficazes para esse transtorno. Espero ter esclarecido sua dúvida. Abraço!

 Vinícius Faria Muller
Vinícius Faria Muller
Psicanalista, Psicólogo
Duque de Caxias
O modo como a questão foi elaborada, por si só, denota a importância de gastar um tempo falando sobre isso. Uma orientação nutricional irá ajudar, mas um acompanhamento multiprofissional é o mais indicado. Onde eu atuo temos psicólogos e nutricionistas, além de um profissional psiquiatra, de confiança, próximo, que costumamos indicar, formando uma boa rede de assistência.

Dra. Aparecida De Paula Santos
Dra. Aparecida De Paula Santos
Psicólogo, Terapeuta complementar
São João del Rei
Perfeitamente, somos o que comemos e devemos tratar-nos também como trataríamos uma Ferrari, escolhendo bem o combustível. Prefira os orgânicos, tem na internet quem entrega em sua casa, coisas do sítio sem agrotóxicos (que está matando nosso planeta).
Mas também somos corpo e mente além da alimentação, faça atividades físicas para ter seretonina a droga do prazer natural e também busque um psicólogo e faça terapias 2x por semana com alguém experiente na área desejada.
Boa sorte

Fazer o tratamento medicamentoso com o medico psiquiatra é fundamental, assim como fazer terapia com um profissional especializado para seu caso, pois conhecer -se melhor e perceber em si sensações que antecedem as crises, voce aprenderá um controle sobre elas. Também a nutrição é importante sim, algumas substancias podem reagir negativamente com os medicamentos como é o caso do alcool, mesmo em pequenas quantidades. O tratamento multidisciplinar no seu caso ajuda muito.

 Paulo Renato Oliveira
Paulo Renato Oliveira
Psicanalista, Psicólogo
Rio de Janeiro
O procedimento normalmente recomendado, nos casos confirmados de transtorno bipolar, é tratamento psiquiátrico e psicoterapia. Talvez essa busca por alternativas outras seja sintomática de que o procedimento básico não esteja sendo corretamente seguido. É comum não só as dificuldades de diagnóstico adequado da bipolaridade, como as trocas constantes de profissionais, ou mesmo a não realização da psicoterapia, tudo isso trazendo considerável prejuízo ao tratamento. Sugestão: concentre-se no procedimento recomendado e, com o tempo e a ajuda dos profissionais, você pode ir aos poucos agregando outras medidas que contribuam para melhorar seu estado geral.

O tratamento para os sintomas de transtorno psiquiátrico deve ser com psiquiatra e psicologo. Mas sem dúvida um acompanhamento interdisciplinar, incluindo mudanças nos hábitos alimentares e nutricionais ajudam na qualidade de vida. Se cuide

 Valdir Rosolem
Valdir Rosolem
Psicólogo
Curitiba
Antes de qualquer tratamento, é necessário tratar as doenças, pois o conjunto desses diagnósticos podem estar prejudicando a vida cotidiana, assim como a alimentação.

 Edith Cristiane Marchiori
Edith Cristiane Marchiori
Psicólogo
Curitiba
Sem duvida um tratamento multidisciplinar ajuda bastante no transtorno do humor (bopolar). O nutrologo ira compor nutrientes importantes faltantes no seu organismo. O Psiquiatra, administrará a medicação necessária e o Psicólogo vai ajudar a ter uma conscientização e entendimento dos sintomas ou crises.

Dra. Valeria Abatemarco
Dra. Valeria Abatemarco
Psicólogo, Psicanalista
São Paulo
Este paciente, imagino esteja devidamente medicado por um
Psiquiatra e fazendo também psicoterapia com um psicólogo. O nutrólogo poderá ajudar muiiiiiito porque uma alimentação adequada ajuda na ansiedade e depressão. Sim excelente combinação dos três. Uma caminhada de 30 minutos ao dia no sol também será um coadjuvante perfeito.

 Judson Riker
Judson Riker
Psicólogo, Psicanalista
Salvador
Nao deixe de fazer terapia com um profissional competente. Existe cura.

 Valesca Nunes
Valesca Nunes
Psicanalista, Psicólogo
Curitiba
Olá! Acredito que o mais importante nesse momento é procurar ajuda psicológica e psiquiátrica. Posteriormente pode ser avaliado a necessidade de incluir outros profissionais.

Especialistas em Depressão

Andréa de Cristo

Andréa de Cristo

Psicólogo

Portão

Maria de Fátima Novaes Marinho

Maria de Fátima Novaes Marinho

Psicólogo

São Paulo

Ana Paula Gomes Brito

Ana Paula Gomes Brito

Psicólogo

Fortaleza

Larissa Bernardo

Larissa Bernardo

Psicólogo

Goiânia

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 616 perguntas sobre Depressão

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.