quem tem essa doença pode ter filho?
1 respostas
quem tem essa doença pode ter filho?
O que há de específico sobre a relação da doença de Wilson com a gestação na literatura médica sugere risco aumentado de restrição do crescimento fetal intrauterino e aumento do risco de pré-eclâmpsia, o que deve ser considerado pelo obstetra que realizar o pré-natal.

Fora isso, a mãe já usando medicação para doença de Wilson deve continuá-la durante a gravidez (interrupção destas mostrou risco de hepatite fulminante e anemia hemolítica), mas reduzindo suas doses em 25-50%, pela possível toxicidade para a criança.

Dos três medicamentos mais usados, a D-penicilamina e o dicloridrato de trietilenotetramina são considerados mais tóxicos, sendo mais recomendado na gravidez preferir o acetato de zinco, além de evitar alimentos ricos em cobre (fígado, chocolate, cogumelos, mariscos).

Para ajudar o obstetra, o link para o artigo científico com todas essas informações é:

www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24207084

Espero ter ajudado!

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas

Adriana Moro

Adriana Moro

Neurologista

Curitiba

Carolina Pinto de Souza

Carolina Pinto de Souza

Neurologista

Ribeirão Preto

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 27 perguntas sobre Doença de Wilson

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.