Tomo hidroxicloroquina há 20 anos, a médica qr mudar pra disfosfato de cloroquina será se é uma boa

2 respostas
Tomo hidroxicloroquina há 20 anos, a médica qr mudar pra disfosfato de cloroquina será se é uma boa escolha, tenho lúpus eritematoso sistêmico.
Olá, eu só trocaria se estiver com dificuldade de fornecimento na cidade, o que pode estar acontecendo por um suposto tratamento para fases precoces da COVID-19 (sem comprovação científica até o momento). Existem mais relatos de efeitos colaterais de longo prazo com o difosfato de cloroquina do que com a hidroxicloroquina. Sugiro conversar com seu médico para entender melhor o motivo da troca.

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Olá.
A Hidroxicloroquina é muito utilizada no LÊS .
Porém o difosfato tem mais efeitos colaterais oculares .
Se não estiver em falta na cidade, verificar o motivo da mudança do sal com o seu profissional médico .
Abraço saúde!!!

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 224 perguntas sobre Cloroquina

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.