Amigdalectomia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

A amigdalectomia é a remoção das amígdalas palatinas, devido a infecções de garganta recorrentes (amigdalite). A cirurgia é realizada sob anestesia geral e dura cerca de 30 minutos. O cirurgião remove as amígdalas através da boca, sem fazer incisões na pele. Às vezes, se os adenoides também estão afetados, a adenoidectomia é realizada na mesma operação para removê-los. Recomenda-se a cirurgia em idade precoce para uma recuperação rápida (cicatrização em duas semanas com antibióticos e analgésicos).

Especialistas em amigdalectomia

Perguntas sobre Amigdalectomia

Nossos especialistas responderam a 125 perguntas sobre Amigdalectomia

Boa tarde! As placas amareladas ou esbranquiçadas no pós-operatório de amigdalectomia podem corresponder à fibrina, um tecido de cicatrização normal. O tempo para cicatrização varia de acordo…
1 respostas

Boa tarde! É esperado e pode estar relacionado ao processo de cicatrização. Não deixe de comunicar qualquer alteração ou mal-estar ao seu cirurgião! Desejo uma excelente recuperação!
Grande…
1 respostas

Boa tarde,
Seria importante realizar um retorno com o médico que realizou a cirurgia. Nesse tipo de cirurgia ,a maioria dos pacientes com 35 dias já estão com a cicatrização finalizada,…
1 respostas

Especialistas falam sobre Amigdalectomia

Cirurgia cujo objetivo é a remoção das tonsilas palatinas ou amígdalas palatinas. Indicações: hipertrofia das amigdalas (roncos, apnéia obstrutiva do sono), amigdalites bacterianas de repetição (mais que 3 a 5 por ano nos últimos anos), halitose (mal hálito) devido a amigdalite caseosa refratária, Nefropatia por IgA, Síndrome PFAPA. Técnica: realizada também sob anestesia geral, a remoção das tonsilas se faz através da boca. Utiliza-se um instrumento para que a boca permaneça aberta e se realiza a dissecção e remoção das amigdalas. Esta dissecção pode ser realizada "a frio" (instrumentos tradicionais), sob eletrocoagulação, Coblation ou Laser, com taxas de sucesso semelhantes.

Édio Cavallaro

Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Amigdalectomia é a cirurgia das amigdalas normalmente tem algumas indicalçoes: Quando apresenta hipertrofiadas ou seja aumentadas e isto incomoda a respirar,falar e comer. Quando apresenta um numero recorrente de infecções o qual atrapalhar o paciente pois toma muitas medicações, vai muitas vezes ao médico E quando apresenta acumulo de restos de comida(caseo ou caseum) e isto ocasiona mau hálito -halitose Realizo a cirurgia em um sábado pela manha e no final da tarde, se tudo ocorrer bem terá alta. É realizado dentro da boca, se cortes visíveis no pescoço e sem deslocar a mandíbula. É sob anestesia geral, solicitarei exames pré-cirúrgicos para melhor avaliação.

A cirurgia das amígdalas é um dos procedimentos mais realizados no mundo. É realizada quando há infecções de repetição ou quando causa roncos ou apneias. Não há alteração da imunidade. É realizada com anestesia geral. O maior inconveniente é no pós operatório, por conta da necessidade de ingerir alimentos mais pastosos por 7 a 10 dias. A dor é bem tolerável com medicações.

Henrique Penatti

Otorrino

Piracicaba


A cirugia pode ajudar a melhorar o ronco, pode melhorar alguns casos de mau-hálito e pode ajudar tambem as pessoas que têm muitas infecções. Muitas vezes a cirurgia é indicada para evitar que o quadro se agrave, mas em outros casos, o objetivo é a melhora da qualidade de vida. Quais os riscos? Como qualquer procedimento, a amigdalectomia envolve alguns riscos, como os riscos da anestesia geral, hemorragia e dor no período pós operatório. Em pessoas jovens e saudáveis, o risco da cirurgia é muito pequeno, principalmente se realizada por um bom cirurgião, com um bom anestesista e em um hospital seguro.

As infecções das amígdalas são situações muito dolorosas para o paciente... levam a perda de apetite, febre, mau hálito, noites mal dormidas, preocupação familiar e alto custo nos tratamentos. A retirada das amígdalas (amigdalectomia) é uma cirurgia com seus riscos e benefícios. Hoje em dia temos indicações definidas para a amigdalectomia que devem ser discutidas com o paciente e com seus familiares.

Amanda Lucas Da Costa

Otorrino

Chapecó


A cirurgia das amígdalas está indicada quando o número de infecções é grande, apresentando febre alta e comprometimento do estado geral. O tamanho das amígdalas também pode interferir na respiração e deglutição. A cirurgia é feita sob anestesia geral com duração de aprox. 50 minutos. Na maioria dos casos o tempo de permanência no hospital é de 6 a 8 horas. A recuperação da criança é rápida, embora apresente variações individuais. As crianças que operam as amígdalas têm algumas dificuldades de se alimentar nos primeiros dias, por causa da dor. O uso adequado de analgésicos e a alimentação líquida ou pastosa contribuem para melhorar a situação.

Celso Vidolin

Médico acupunturista, Otorrino

Curitiba

Agendar uma visita

Essa é a cirurgia de remoção das amígdalas ou tonsilas palatinas. Não é necessário nenhum corte externo, já que a cirurgia é realizada através da própria boca. É necessário realizá-la com anestesia geral, mas o paciente (crianças ou adultos) podem ter alta do hospital no mesmo dia. Essa cirurgia é indicada para Infecções de garganta frequentes. Hipertrofia de amígdalas (muito comum em crianças), acúmulo de caseo nas amigdalas, dentre outras. Geralmente é necessário um repouso de 1 semana, período em que a alimentação também deve ser especial, principalmente pastosa como iogurtes, sorvetes, gelatinas, purê de batatas, macarrão, etc.

Quais profissionais realizam Amigdalectomia?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.