Cirurgia de alta frequência (caf) - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em cirurgia de alta frequência (caf)

Encontre um especialista em Cirurgia de Alta Frequência (CAF) na sua cidade:

Perguntas sobre Cirurgia de alta frequência (caf)

Nossos especialistas responderam a 205 perguntas sobre Cirurgia de alta frequência (caf)

Olá. Sempre siga as orientações do seu médico. Agende a sua consulta de reavaliação e esclareça suas dúvidas. A sua avaliação clínica através da sua história clínica, suas queixas e exame físico…
1 respostas

Olá. Sempre siga as orientações do seu médico. Agende a sua consulta de reavaliação e esclareça suas dúvidas. A sua avaliação clínica através da sua história clínica, suas queixas e exame físico…
2 respostas

O procedimento tem recuperação rápida na grande maioria dos casos! Porém o repouso eh relativo à opinião de cada cirurgião!
2 respostas

Especialistas falam sobre Cirurgia de Alta Frequência (CAF)

A mesma coisa que a Traquelectomia, mas se usa um aparelho de alta frequência que veio revolucionar a técnica cirúrgica e preservar o colo uterino. Veio substituir a Conização clássica em muitos dos casos.

Natalia Gama

Ginecologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

É um procedimento que retira cirurgicamente uma área anormal no colo uterino, que tem o potencial de se tornar um câncer - essas lesões são chamadas de NIC 2 ou 3, HSIL (lesão intra-epitelial de alto grau) ou carcinoma/adenocarcinoma in situ . Preferencialmente deve ser feita em bloco cirúrgico, com anestesia local e sedação, em regime de hospital-dia (sem dormir no hospital). Antes de sua realização, é importante uma consulta completa com colposcopia e biópsia de colo uterino e orientações extensas sobre o procedimento, riscos e benefícios e recuperação pós-operatória.

Paula Guastaferro Magalhães

Ginecologista

Belo Horizonte


A cirurgia de alta frequência( caf), também conhecida como LEEP, traquelectomia é um procedimento cirúrgico que tem por objetivo retirar as lesões do colo do útero causadas pelo vírus HPV. É indicado nos quadros de lesão intraepiteial de alto risco, podendo ser realizado em consultório ou em centro cirúrgico a depender do tamanho da lesão condições de saúde da paciente! o material retirada nessa cirurgia é então enviado para anatomia patológica para avaliação de comprometimento da lesão e das margens cirúrgicas. Ele pode ser classificado como propedêutico ou terapêutico.

Conização por alta frequência é o procedimento utilizado para a retirada de uma porção do colo do útero que apresente lesão de alto grau causada pelo vírus do HPV. Esse diagnóstico é oferecido por exame de colposcopia. É um procedimento que pode ser realizado ambulatorialmente mas prefiro que seja feito internada sob algum tipo de anestesia, pois geralmente pode causar desconforto durante sua realização. Logo antes de sua realização, o ideal é que seja feito um exame de colposcopia na sala de cirurgia para que a lesão seja identificada com precisão. Realizo esse procedimento com minha anestesista por método de reembolso ou particular, em alguns dos melhores hospitais de São Paulo.

CAF, ou cirurgia de alta frequência, se tornou um sinônimo para traquelectomia (antigamente chamada de conização), onde um fragmento do colo uterino é removido para avaliação anátomo-patológica de uma amostra mais representativa de tecido, em relação às obtidas através das biópsias realizadas no exame de colposcopia. Costuma ser necessária nas alterações provocadas pelo papilomavírus humano (o HPV), doença sexualmente transmissível que pode cursar com câncer do colo uterino. É uma cirurgia relativamente simples e que pode ser realizada em âmbito ambulatorial ou hospitalar. Sempre que houverem alterações no exame de Papanicolaou, procure seu médico para avaliar a necessidade de biópsia.

A Cirurgia de Alta Freqüência (CAF) é um procedimento cirúrgico no qual uma área doente do colo uterino pode ser retirada com mínimo dano ao útero. É um procedimento que vêm sendo empregado em todo o mundo pelas vantagens de baixo custo, possibilidade de realização à nível de consultório/ambulatório, nenhuma repercussão sobre gestações futuras e grande proporção de sucessos, igual à dos tratamentos tradicionais. Este procedimento substitui a maioria das conizações, quando as lesões do colo do útero apresentam determinadas características de localização e extensão, e podem tratar qualquer grau de doença pré maligna do colo uterino, vagina e vulva.

Quais profissionais realizam Cirurgia de alta frequência (caf)?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.