Cirurgia do útero - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - cirurgia do útero

Sckarlet Biancolin

Sckarlet Biancolin

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita
Silvia Castro Faur

Silvia Castro Faur

Ginecologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita
José Alexandre Portinho

José Alexandre Portinho

Ginecologista, Nutrólogo

Rio de Janeiro

Agendar uma visita
Emerson Prisco

Emerson Prisco

Oncologista, Cirurgião oncológico, Cirurgião geral

Salvador

Agendar uma visita

Perguntas sobre Cirurgia do útero

Nossos especialistas responderam a 30 perguntas sobre Cirurgia do útero

oi
claro que sim. A cauterização do colo uterino e um procedimento geralmente com uma evolução bem tranquila.
Qualquer dúvida procure o seu médico para ele dar uma olhada e te deixar…
1 respostas

Nem sempre sangra
Pois durante a conizacao é normal fazer a cauterização cos vasos sangrantes
Ou seja pode ter ou não sangramento
1 respostas

Os abortos não devem ser devido ao útero bicórno e por isso a cirurgia de correção uterina não será necessária
Deve investigar outras causas
1 respostas

Especialistas falam sobre Cirurgia do útero

O útero, estrutura anatomicamente ligada ao colo, tubas uterinas e ovários, além das outras estruturas pélvicas (como ligamentos), pode apresentar diversos distúrbios que podem levar a alterações dos hábitos das mulheres. Cólicas, hemorragias, dor às relações sexuais são algumas dessas alterações. É fundamental uma avaliação especializada para diagnosticar a alteração corretamente pois, dependendo do tipo de doença, existe um procedimento compatível, que pode variar desde simplesmente tratamento medicamentoso, até as cirurgias (estas também podem variar entre histeroscópicas, videolaparoscópicas e até laparotômicas). Alguns exemplos de doenças cirúrgicas: miomas, pólipos, endometriose.

Diogo Crevatin Sheldon

Ginecologista

São Paulo

Quais profissionais realizam Cirurgia do útero?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.