Cirurgia endoscópica nasossinusal - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em cirurgia endoscópica nasossinusal

Encontre um especialista em Cirurgia endoscópica nasossinusal na sua cidade:
Jane Paulino

Jane Paulino

Otorrino

Juiz de Fora

Agendar uma visita
Milton Orel

Milton Orel

Otorrino

São Paulo

Agendar uma visita
Leandro Morioka

Leandro Morioka

Otorrino

Jataí

Claudia Eckley

Claudia Eckley

Otorrino

São Paulo

Claudia Regina A. E. F. Dias

Claudia Regina A. E. F. Dias

Otorrino

Guaratinguetá

Perguntas sobre Cirurgia endoscópica nasossinusal

Nossos especialistas responderam a 3 perguntas sobre Cirurgia endoscópica nasossinusal

Dr. Gustavo Guagliardi Pacheco
Dr. Gustavo Guagliardi Pacheco
Medico do sono, Otorrino
Rio de Janeiro
Prezado/a paciente internauta,

A hipo ou anosmia é um sintoma que varia muito em seu prognóstico, podendo ser transitória ou perene, se dever a um simples resfriado ou a alguma…
3 respostas

Dr. Gustavo Guagliardi Pacheco
Dr. Gustavo Guagliardi Pacheco
Medico do sono, Otorrino
Rio de Janeiro
Sim, naturalmente.

Em geral recomendamos 5 dias de repouso absoluto, mais 5 de repouso relativo (atividades leves domiciliares) e mais 5 de repouso com restrições a atividades…
2 respostas

 Fabricio Pandini
Fabricio Pandini
Otorrino
Jundiaí
Bem, pelo que entendi, você está com o nariz quebrado e está programado um procedimento... Sugestão: como muitas das perguntas que temos aqui, esclareça suas dúvidas, qualquer uma delas, com…
2 respostas

Especialistas falam sobre Cirurgia endoscópica nasossinusal

A cirurgia endoscópica nasossinusal atual possui indicação tanto para doenças inflamatórias como sinusites, bem como para tumores da região do nariz e cavidades dos seios paranasais. Atualmente são realizados com o auxílio de fibras ópticas e material de vídeo, que auxiliam o trabalho do cirurgião e possibilitam menor trauma no procedimento. O uso de tampões nasais pós-cirurgia também são cada vez menos usados, pois geralmente dá-se preferência pelo uso da cauterização no controle da hemostasia. A maioria das cirurgias nasais são realizadas com menos de 24 horas de internação hospitalar, possibilitando ao paciente um rápido retorno para sua residência e maior conforto.

Paulo Saraceni Neto

Otorrino

São Paulo


Este é um termo designado para descrever as cirurgias realizadas em fossas nasais e seios paranasais com o auxílio de endoscopia, visando utilizar os orifícios naturais do nariz para a realização da cirurgia e causando menor trauma cirúrgico. Indicações: Rinossinusite crônica com ou sem polipose nasossinusal, pólipos nasais isolados, tumores, cirurgia do septo e dos cornetos e acessos cirúrgico a tumores intracranianos. Técnica: utilizando endoscópios de diversas angulações acoplados a câmeras HD utiliza-se as narinas para acessar as fossas nasais e seios paranasais e remover as doenças específicas através de pinças ou microdebridadores. Sem cicatrizes externas.

Édio Cavallaro

Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A cirurgia sinusal realmente evoluiu ao longo dos anos. A cirurgia de sinusite era realizada através de incisões externas (cortes cirúrgicos no rosto e na boca), exigia intenso tamponamento nasal (isto é, gaze ou outro material colocado no nariz para controlar o sangramento após a cirurgia), causava dor e desconforto importantes, seguidos frequentemente por um longo período de recuperação. Com avanços recentes na tecnologia, incluindo o endoscópio nasal, a cirurgia sinusal agora é comumente realizada através do nariz, sem incisões faciais ou faciais. Hoje, a cirurgia endoscópica do seio geralmente é feita, geralmente, sem tamponamento nasal, dor leve e tempo de recuperação curto.

A Sinusectomia é a cirurgia que reestabelece a ventilação dos seios da face através da sua abertura e limpeza. Atualmente ela é prioritariamente endoscópica, portanto sem cicatrizes externas. Está indicada na sinusite crônica de forma complementar ao tratamento medicamentoso como forma de aliviar principalmente os sintomas de obstrução nasal (=nariz entupido) e hiposmia (=dificuldade de sentir cheiros ou sabores).

Originalmente, a cirurgia dos seios paranasais convencional tinha como objetivo a drenagem de secreções sinusais e a remoção da mucosa doente dos seios, com técnicas cirúrgicas abertas e ressecções amplas de estruturas nasais. A introdução e desenvolvimento da cirurgia endoscópica funcional dos seios paranasais (FESS – Functional Endoscopic Sinus Surgery) ocorreu na Europa, com o objetivo de reestabelecer a função nasal (ventilação e drenagem eficiente das secreções), e hoje possui as mais variadas indicações nas doenças otorrinolaringológicas. A cirurgia endoscópica nasossinusal permitiu a abordagem cirúrgica com melhor visualização do campo operatório com menores chances de complicações.

Janaína Kopp

Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A cirurgia endoscópica é considerada um grande avanço, pois proporciona visualização muito melhor de áreas mais profundas ou anguladas através de passagens muito pequenas. Assim, na rinologia, cirurgias que antes eram abordadas por incisões, podem ser feitas através do orifício nasal exclusivamente (na grande maioria dos casos). Podemos acessar todos os seios da face (maxilar, etmoide, frontal e esfenoide) além da própria cavidade nasal pelo orifício nasal utilizando endoscopia. Principal utilização é para tratamento de rinossinusites crônicas e diminuição das conchas inferiores, porém são de grande utilidade biópsias de lesões nasais ou para acessar estruturas intra cranianas.

Carlos Henrique Tolomei

Otorrino

Bauru


A cirurgia endoscópica nasossinusal é a cirurgia dos seios da face realizada com uso de vídeo e endoscópio. Como é feita por dentro do nariz não necessita de cortes no rosto e não deixa cicatrizes. A principal indicação é para tratar sinusite crônica ou complicada, mas também pode ser feita para outros quadros como desvio de septo, tumores, obstrução da via lacrimal e corpo estranho.

É o procedimento cirúrgico de escolha para as doenças do seios da face (rinussinusite crônica, pólipos, tumores). A cirurgia endoscópica dos seios da face envolve o uso de um pequeno telescópio (endoscópio nasal) que é inserido pela narina para visualizar o nariz e os seios da face. O objetivo da cirurgia é identificar os canais estreitos que conectam os seios paranasais ao nariz, ampliar essas aberturas / canais estreitos e melhorar a drenagem dos seios paranasais para o nariz. A maioria das pessoas tem quatro seios em cada lado do rosto, totalizando oito seios. Estes são os seios maxilares, etmoidais, esfenoidais e frontais.

Quais profissionais realizam Cirurgia endoscópica nasossinusal?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.