Diu mirena - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em diu mirena

Encontre um especialista em DIU Mirena na sua cidade:

Perguntas sobre Diu mirena

Nossos especialistas responderam a 548 perguntas sobre Diu mirena

ola!
o DIU não possui efeito anti-androgenico, isso significa que ele não combate os sintomas caso você tenha ovários policísticos!
existem outros métodos mais indicados!
1 respostas

Você deverá agendar uma consulta com o médico ginecologista para fazer a avaliação para a retirada do DIU e caso deseje manter o mesmo método contraceptivo realizar a inserção de um novo DIU.…
1 respostas

Pode sim. Não há obrigatoriedade de estar menstruada para inserção do DIU. Lembrando sempre da importância de realizar o BHCG (exame de gravidez) antes da inserção.
1 respostas

Especialistas falam sobre DIU Mirena

O DIU Mirena é um método anticoncepcional de longa duração utilizado no mundo inteiro. Ele é seguro e com baixíssima taxa de falha. É um dispositivo de plástico colocado dentro do útero para liberação de um medicamento (levonogestrel). Sua ação é predominantemente local dentro do útero com poucos efeitos colaterais. Uma grande vantagem é diminuir cólicas e fluxo menstrual, sendo que algumas mulheres ficam inclusive sem menstruar. A colocação pode ser feita em consultório e é bem tranquila. Algumas mulheres preferem realizar a inserção em hospital onde é possível fazer uma anestesia. Depende muito da sensibilidade de cada mulher, mas de uma forma geral, é um procedimento rápido e tranquilo.

Inserção de DIU Mirena, de cobre e de prata - particular e diversos convênios.

Laudislena Colodetti

Ginecologista

Belo Horizonte

Agendar uma visita

Dentre os métodos contraceptivos mais eficazes, os dispositivos intra-uterinos (DIU) despontam como uma excelente opção. Há basicamente dois tipos de DIU: de cobre (sem hormônio) e hormonal (como o Mirena, que contém um hormônio chamado levonorgestrel). O DIU Mirena é atualmente o DIU de preferência da maioria da mulheres pois, além de ter alta eficácia na prevenção da gestação), é prático (dura 5 anos), com mínimos efeitos colaterais, pouquíssimas contra-indicações, controla muito bem o fluxo menstrual e cólicas, e auxilia no tratamento de doenças uterinas. Somos atualmente referência em São Paulo na inserção do DIU Mirena pois fazemos sua inserção sem dor e garantimos sua correta inserção.

O Mirena é um dispositivo muito pequeno colocado dentro do útero que libera o hormônio progesterona. É excelente anticoncepcional: #Tem altíssima eficácia - sua taxa de falha é 10x menos que a laqueadura; #Dura 5 anos (mas pode ser retirado antes se quiser); # Tem alta chance de deixar sem menstruar ou sangrando pouco (por exemplo 3 dias a cada 2 ou 3 meses); # Não aumenta risco de trombose, pois não tem estrogênio; # Tem mínima absorção de hormônio para a circulação- então o Mirena não afeta a libido, acne , peso, celulite ou TPM. Assim oMirena é uma ótima opçao para quem gosta de ficar sem hormônios, mas não gosta de menstruar. A inserção pode ser feita em consultório, com dor mínima.

Maurilio Batista Palhares Junior

Ginecologista

Maringá


Os LARCs (contraceptivos reversíveis de longa ação) são métodos confortáveis e bastante seguros. Não dependem da pessoa para uso correto (como esquecimento do anticoncepcional ou do preservativo) e alguns possuem taxas de sucesso equivalentes ou até melhor à laqueadura e vasectomia. Dispomos dos seguintes LARCs no Brasil: DIU, Mirena ("DIU hormonal") e Implanon (Implante hormonal subcutâneo). Converse com seu ginecologista sobre os métodos contraceptivos seguros e apropriados para você.

Eduardo Gerde

Ginecologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O planejamento familiar é ponto importante na vida do casal. Muitas vezes o tipo de anticoncepcional utilizado pode trazer efeitos colaterais ou riscos para a mulher. O DIU com progesterona (Mirena) é uma excelente alternativa para evitar gravidez indesejada. Ele é introduzido no útero com ou sem anestesia, e tem duração recomendada de até 5 anos. A introdução em consultório é facilitada pela avaliação ecográfica antes e depois da colocação, o que dá certeza de que a introdução do Mirena foi correta.

Para a inserção do DIU Mirena, a paciente necessita vir antes à consulta para excluir gestação e doenças que contra-indiquem o método, assim como realizar exame ginecológico detalhado, incluindo coleta de citopatológico, ecografia transvaginal, etc.Diante de exames normais, agendarei o procedimento. A inserção pode ser realizada no consultório, de preferência durante a menstruação ou no Hospital com sedação já que a inserção provoca cólicas, mas o procedimento dura menos de 5 minutos. É normal sentir cólicas nos primeiros dias após a inserção e a confirmação de que o Mirena está na cavidade é realizado por ecografia logo após a inserção.

Fernanda Pacheco

Ginecologista

Porto Alegre


Dispositivo intra-uterino que contem hormônio (levonorgestrel, um tipo de progesterona). O Mirena libera este hormônio no útero causando atrofia de sua camada interna (endométrio), cuja quantidade de hormônio absorvida pelo organismo é muito baixa, bem inferior a qualquer outro anticoncepcional hormonal (pílulas, anel vaginal, adesivo, injetáveis, implante etc). Devido a isso, os possíveis efeitos colaterais (cefaleia, enxaqeca,...) são mínimos e não aumenta o risco de trombose.

Viviane Ferreira Ferling

Ginecologista

São José dos Campos


MIRENA este método é também chamado popularmente de DIU hormonal, mas o nome correto é endoceptivo. Ou seja, um método hormonal que é inserido dentro da camada interna do útero e ali vai liberando quantidades constantes diárias de hormônio (progesterona) no local por 5 anos. Por isso, mínimas quantidades de progesterona atingem a corrente sanguínea o que torna esse método um causador de mínimos efeitos colaterais.

Janaina Harfush

Ginecologista

Rio de Janeiro


Trabalho com todos os métodos anticoncepcionais de longa duração, como injetáveis, DIU Tcobre, SIU Mirena e Implante Implanon. São métodos com duração de 3, 5 e 10 anos e liberação de microdoses de progestágeno. Extremamente eficazes, com taxas muito menores de falhas até que a laqueadura tubaria. Não causam trombose e problemas vasculares. Modificam o padrão menstrual, ou reduzindo o fluxo ou até parando. Não causam infertilidade e infecções . Tratam cólica e a terrível TPM.Tanto o DIU Tcobre quanto SIU Mirena são inseridos intraútero, enquanto o Implanon é colocado no braco ( como uma injeção). Todos inseridos com uso de anestesia local, sem necessidade de repouso ou recuperação

Debora Santos Dos Santos

Ginecologista

Curitiba


Metodo de anticoncepcao moderno e seguro, de facil insercao (no consultorio), com duracao de 5 anos. Minimiza os riscos de efeitos colaterais graves dos metodos hormonais tradicionais. Marque uma consulta para uma avaliacao e orientacoes mais detalhadas a respeito do metodo.

Raquel Moura Mathias

Ginecologista

Curitiba


O DIU Mirena é um endoceptivo que libera um hormonio diretamente na cavidade uterina proporcionando alta eficácia contraceptiva além de proteção contra doenças como miomas, polipos, endometriose, adenomiose entre outras.... Após a inserção a paciente fica protegida por 5 anos, com o conforto de não precisar tomar medicações diariamente e após a sua retirada o retorno a fertilidade é imediato! Na nossa clínica a inserção é feita sob anestesia e o USG ja é realizado no momento da inserção para verificação se esta tudo ok! A grande maioria dos planos cobre grande parte dos custos e encaminhamos toda a documentação para as seguradoras para o conforto de nossas pacientes!

Gustavo Comodo

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita

O DIU é um Dispositivo intrauterino (de cobre, não hormonal) e o SIU, um Sistema intrauterino (SIU – DIU hormonal). Ambos são utilizados com objetivo de contracepção. Muitas mulheres não se adaptam aos outros métodos, ou às vezes possuem contraindicação para seu uso. Nesses casos, o DIU e o SIU tornam-se boas opções. Existe uma grande praticidade do método, além de serem confiáveis como métodos contraceptivos. A colocação é realizada pelo ginecologista no consultório e a mulher poderá voltar às suas atividades logo em seguida, se assim desejar. Os dispositivos podem ser retirados a qualquer momento pelo ginecologista.

Aparecida Monteiro

Ginecologista

Rio de Janeiro


Se você procura 5 anos de contracepção e ainda por cima reduzir ou parar com o fluxo, o DIU Mirena é a melhor opção. Colocado dentro do útero no próprio consultório com anestesia local, ou no hospital com uma leve sedação, geralmente faz com que pare a menstruação e não aumenta o risco de trombose, mas pode aumentar um pouco a incidência de acne em quem tiver predisposição.

Diego Di Marco Ataides

Ginecologista

Florianópolis

Agendar uma visita

A escolha do melhor método contraceptivo é individual para cada paciente. Deve ser discutido em consultório o risco beneficio de cada método, além de adequação aos objetivos e estilo de vida da paciente. O diu Mirena é um dispositivo Hormonal inserido dentro do útero com o objetivo de impedir gestação. A maioria das pacientes que utilizam o MIRENA deixam de ter sangramento menstrual. Por ser um método intrautero e hormonal ele confere maior proteção que os outros métodos. Tem duração de 5 anos, devendo ser trocado nesse período. Também pode ser usado por mulheres que ainda não tiveram filhos. Tem alta taxa de satisfação das mulheres que o utilizam.

Ludmila Andrade Seoane Vitorino

Ginecologista

Salvador


O Mirena é um método contraceptivo de longa duração (LARC) com validade de 5 anos. Trata-se de um DIU que libera um hormônio responsável por reduzir (e às vezes até cessar) o fluxo menstrual. Sua eficácia é comparável com a laquedura, com a vantagem de ser facilmente reversível. Em comparação à pílula anticoncepcional, apresenta maior eficácia e segurança, além de menor risco de efeitos colaterais. Nas mulheres sem contraindicações, o Mirena pode ser colocado em consultório médico (a colocação geralmente dura menos de 5 minutos), com cobertura integral pelo plano de saúde (sem cobrança adicional). Em casos específicos, pode ser feita colocação sob sedação.

Deborah Beltrami Gomez

Ginecologista

Curitiba


O DIU Mirena é revestido com o hormônio progesterona, motivo pelo qual ele também é conhecido pelo nome alternativo de DIU hormonal. O DIU deve ser implantado dentro do útero da mulher através da vagina pelo médico ginecologista durante uma consulta. Nenhuma mulher deve tentar implantar o DIU em si mesma. Uma vez implantado, o contraceptivo intrauterino pode permanecer no útero por até 5 anos. É um método contraceptivo de longa duração, mas rapidamente reversível com a retirada do mesmo, caso seja necessário, altamente confiável, com mais de 99% de eficácia, com poucos efeitos adversos e seguro para a maioria das pacientes, incluindo adolescentes e mulheres que nunca estiveram grávidas.

Marcelo Ponte

Ginecologista

São Paulo


Procedimento super rápido realizado no consultório médico, necessita de exame preventivo (papanicolau) em dia e USG transvaginal pré e pós procedimento. Diu Mirena é hormonal, com duração de 5 anos e a maior parte das pacientes após período de adaptação não menstruam, ou menstruam muito pouco. Quer saber mais? Marque uma consulta para melhor orientação do método.

O Mirena® é um dispositivo em forma de T que é introduzido dentro do útero da paciente no consultório. Ele apresenta um reservatório contendo 52mg de levonorgestrel, um hormônio que promove ação ao ser liberado diariamente dentro do útero e assim, evitando a gestação, com duração de 5 anos. A taxa de gestação é cerca de 2 falhas a cada 1000 mulheres, sendo mais eficaz que a laqueadura tubárea, em que a taxa de falha de 5 em 1000 mulheres. A maior parte das mulheres pode utilizar o DIU Mirena®, inclusive adolescentes e mulheres que nunca tiveram filhos, pode também ser utilizado quando a mulher está amamentando, sem interferir na lactação.

Ana Beatriz Matos

Ginecologista, Mastologista

São Paulo


DIU Mirena é um método contraceptivo hormonal Duração 5 anos no corpo humano Inserção simples, no consultório médico, após a realização de ultrassonografia transvaginal e exame preventivo Pode ser inserido no período menstrual ou não, sendo necessário exame de gravidez Método seguro Não há menstruação durante o período de uso Manutenção de 6 em 6 meses Retirada simples

Kivia Santos

Ginecologista

São João de Meriti

Agendar uma visita

O DIU é um pequeno objeto em forma de T que é inserido no útero pela ginecologista e é um eficaz método contraceptivo. Atualmente, existem 2 tipos de DIU: com hormônio (Mirena), sem hormônio é o DIU de cobre. Alguns pontos importantes: ✔ O DIU pode ser colocado dentro do consultório ginecológico. O procedimento de inserção é simples, rápido, mas pode ter algum desconforto durante a colocação. ✔Algumas pacientes podem colocar com sedação por maior sensibilidade a dor ou quando nunca tiveram parto normal e o colo do útero é mais estreito. Informe seu histórico pessoal e familiar de saúde, sua rotina e estilo de vida, para que ela oriente sobre os métodos contracepção.

Thalia Maia

Ginecologista

Brasília

Agendar uma visita

O dispositivo intrauterino é considerado um dos métodos mais eficaz e seguro para evitar gravidez. O DIU Mirena é um pequeno dispositivo de plástico em forma de T, que nesse caso é revestido com o hormônio progesterona, diferentemente do DIU de cobre, que é revestido por um metal. A inserção do DIU deve ser feita por ginecologista treinado. O Mirena tem duração de 5 anos, e é um método reversível logo depois da sua retirada. O DIU não é um método abortivo. A progesterona provoca uma atrofia do endométrio, efeitos diretos no ovo, impedindo a evolução para embrião, alteração do muco cervical. O Mirena está bem indicado para mulheres que desejam diminuir o fluxo menstrual e a cólica menstrual.

Michelly Azevedo Da Motta

Ginecologista

Rio de Janeiro


Mirena é um endoceptivo, de longa duração, reversível e altamente eficaz. É uma pequena estrutura em forma de 'T' que é inserida dentro do útero e que contém um reservatório de levonorgestrel; um hormônio progestogênico.O efeito anticoncepcional e terapêutico se deve a sua ação local dentro do útero, que torna o muco cervical mais espesso dificultando a passagem dos espermatozóides e a fertilização do óvulo.O Mirena inibe o crescimento do endométrio (camada interna do útero) tornando-o desfavorável à gravidez e resultando em sangramento menstrual mais curto e menos intenso.Por isso esta indicado com anticoncepção e como tratamento para mulheres com fluxo menstrual intenso.

Mirena é um sistema intrauterino que libera hormônios, indicado para prevenir a gravidez, para o tratamento da perda de sangue abundante e exagerada durante o período menstrual ou em caso de endometriose. Mirena é um dispositivo de que necessita de ser colocado e removido pelo ginecologista, sendo inserido após um exame ginecológico.

O Sistema Intrauterino, também conhecido como DIU hormonal ou Mirena, é um dos métodos contraceptivos mais seguros que existe – a eficácia é similar à laqueadura. Tem duração de 5 anos e é totalmente reversível. O método praticamente não tem contraindicações e efeitos colaterais. Inclusive, é uma excelente opção para pacientes com contraindicação ao uso de contraceptivos orais. A implantação do DIU leva cerca de dez minutos e pode ser feita no consultório, sem a necessidade de sedação. A dor varia de uma mulher para outra, mas geralmente a paciente sente uma cólica forte que acaba em poucos minutos. Existe também a opção de fazer a implantação em um ambiente hospitalar com anestesia.

Gabriel Monteiro

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita

O Mirena é um dispositivo intra uterino medicado com um hormônio Levonorgestrel. É um excelente método contraceptivo, com baixos índices de falha que são comparáveis aos da laqueadura tubária. Ele tem uma duração de 5 anos e apresenta vantagens além da contracepção, como por exemplo: diminuição do fluxo menstrual e da cólica. Alguns efeitos colaterais como acne, aumento se oleosidade e queda de cabelo podem acontecer, mas nada que não consigamos controlar e resolver!.

Fernanda Da Rocha Medeiros

Ginecologista

Salvador


É um sistema intrauterino em forma de T que libera um hormônio levonorgestrel (semelhante à progesterona) dentro do útero. O MIRENA está entre os métodos contraceptivos mais eficazes, sua chance de falha é semelhante à da laqueadura tubária. O MIRENA pode ser usado para contracepção (prevenção de gravidez), sangramento menstrual excessivo e para proteção contra hiperplasia endometrial durante reposição hormonal. Também pode ser indicado nas pacientes com cólica menstrual, com endometriose ou adenomiose.

Miucha Rios O. Zucchi

Ginecologista

São Paulo


Mirena® (levonorgestrel) é um endoceptivo, ou seja, um sistema intrauterino (SIU) com liberação de levonorgestrel, cuja taxa inicial de liberação é de 20 mcg/24 horas, duração de 5 anos. 80% das mulheres entram em amenorréia, ou seja, param de menstruar. Necessita de exames de papanicolau e ultrassom em dia, além de teste de gravidez negativo dias antes da inserção. a Inserção pode ser feita em consultório ou em hospitais.

Fernanda Reis Foresti

Ginecologista

São Paulo


Inserção de DIU mirena em consultório. Procedimento rápido, seguro, com técnicas assépticas. Orientação e acompanhamento do método.

Renara De Pinho Caldeira Mourão

Ginecologista, Mastologista

Diamantina


O DIU Mirena é um dispositivo intrauterino que contém um hormônio chamado levonorgestrel, que é liberado gradualmente ao longo do tempo. Ele age localmente no útero e tem duração de 5 anos; é quase tão eficaz quanto uma laqueadura. Pode ser inserido no próprio consultório, ou, nos casos com maior dificuldade, com sedação em centro cirúrgico. Sua retirada pode ser feita a qualquer momento, também no consultório. Está muito bem indicado em pacientes com cólicas intensas, endometriose, sangramento uterino aumentado, entre outros. Antes de ser colocado, a paciente deve passar em avaliação com seu médico para verificar se este pode ser um método anticoncepcional bem indicado para você.

É um dispositivo intra uterino , hormonal, que é colocado num consultório de ginecologia . Tem a validade de 5 anos . Antes da inserção devemos realizar o preventivo e a ultra som tranvaginal .

O DIU é um contraceptivo feito de plástico flexível normalmente em forma de “T” e é introduzido no útero para prevenir gravidez. É um método com eficácia superior a 97% e deve sempre ser colocado por um ginecologista podendo ser introduzido em consultório. Existem alguns tipos hoje em dia que diferem em preço, composição e tempo de uso: Cobre: normalmente duração de 10 anos, mais barato porém pode aumentar o fluxo menstrual. Cobre + Prata: durabilidade 5 anos, pouco mais caro do que o DIU de cobre porém com menores efeitos colaterais. Mirena ou DIU de levonogestrel: Durabilidade 5 , é um método hormonal muito escolhido entre as pa.cientes pois muitas vezes cursa com amenorréia.

O diu medicado com levonorgestrel, ou Mirena é um método contraceptivo de longa duração, com validade para 5 anos e com índice de falhas de 2 gestações em cada mil mulheres em 1 ano. As contra indicações para seu uso são: gravidez, câncer de colo uterino e mama, doenças sexualmente transmissíveis durante a fase ativa, distorções da cavidade uterina por malformações uterinas ou miomas e sangramentos vaginais sem diagnóstico. A inserção do Mirena pode ser feita no consultório, de preferência quando a paciente estiver menstruada. Pode ser utilizada anestesia local no colo uterino para reduzir o desconforto. Após a inserção podem ocorrer cólicas nos primeiros dias e sangramentos irregulares.

É um dispositivo inserido na cavidade uterina, promovendo a liberação continua de hormônios progestágenos que agem preferencialmente no útero, causando bloqueio da proliferação do endométrio (camada do útero que descama e sangra durante a menstruação), com consequente diminuição e, na maioria das vezes, bloqueio do fluxo menstrual. Seu efeito contraceptivo se deve às alterações que provoca no endométrio, diminuição dos movimentos ciliares das tubas (dificultando a fecundação) e, na maioria das vezes, bloqueio da ovulação. A inibição da ovulação não é uma regra. A eficácia do método é próxima de 99% e tem a duração de cinco anos, sendo que, após este período, deve ser realizada a troca.

Para realizar a colocação do DIU MIrena por segurança da paciente: evitando um falso trajeto e o choque Neurogênico ( quando pelo estimulo doloroso muito intenso a paciente desmaia) eu Dr Sérgio Chiesa realizo com sedação no Centro Cirúrgico.

Sérgio Chiesa

Ginecologista, Homeopata

Curitiba

Agendar uma visita

Mirena é um dispositivo intrauterino com a finalidade contraceptiva, servindo também para causar amenorréia (ausência de menstruação). Pode ser usado inclusive em mulheres que nunca gestaram e durante a amamentação. A duração do efeito contraceptivo é de 5 anos e geralmente não interfere no hábito sexual. Controle deve ser feito anualmente, através de ultra-sonografia endovaginal. Em

O DIU é um dispositivo inserido dentro da cavidade uterina, usado principalmente como método anticoncepcional. É uma peça de plástico medicada com levonorgestrel, uma progesterona (hormônio semelhante a alguns presentes em outros métodos anticoncepcionais). Possui ação principalmente local no interior do utero, porém em menor quantidade atinge o restante do organismo. Extremamente eficaz com chance de falha menor que 0,2%/ano (equivalente a cirurgia). Inserção é rápida, realizada em menos de 5 minutos, possível em consultório ou em centro cirúrgico sob sedação. 70% das mulheres suspendem completamente a menstruação em até 6 meses. Experiência com inserção de mais de 1000 DIUs.

O DIU mirena é um método anticoncepcional de longa duração (5 anos), que é implantado dentro da cavidade uterina. Age liberando de forma lenta um hormônio chamado levonorgestrel, que impede a gestação, assim como auxilia no tratamento de algumas doenças, como o sangramento anormal sem causa orgânica. Deve ser inserido por um médico capacitado, além de ser feito um acompanhamento anual desde a sua inserção até a sua retirada. Assim como qualquer outro método, existem vantagens e desvantagens no seu uso, as quais devem ser avaliadas com relação as características de cada paciente junto ao seu médico.

O Mirena é um sistema liberador de levonorgestrel, um hormônio do tipo progesterona. A dose liberada deste hormônio por dia é de apenas 20 microgramas. É um método contraceptivo altamente eficaz, tendo taxa de falha e de 0,1%. Tem duração de cinco anos. Tende a diminuir o fluxo menstrual, até metade das usuárias entram em amenorreia, ou seja, param de menstruar (o que não interfere em nada o organismo). O procedimento de inserção costuma ser rápido. A paciente geralmente sente cólica (tipo menstrual) durante a inserção.

Roberta Barbosa Lobo Lucas Gordo

Ginecologista

Goiânia


O DIU é um objeto em formato de “T” que mede 32mm especialmente desenhado para se alojar no interior do útero. Ele é revestido com levonorgestrel, um tipo de progesterona, e dura 5 anos. A ação contraceptiva se dá por vários mecanismos: Espessamento do muco do colo do útero, dificultando a entrada do espermatozóide; Ação da progesterona sobre o endométrio, camada interna do útero, que dessa forma não consegue se preparar para receber o bebê; o DIU Mirena leva a inibicão da ovulação em torno de 25% das usuárias apenas. É importante frisar que a ausência de menstruação se dá em 80% dos casos. A colocação pode ser no consultório e pode ser usado em mulheres que nunca engravidaram.

Yzabel Basílio

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita

O Diu Mirena é um dispositivo plástico medicado com progesterona (Levonorgestrel). Depois de inserido dentro da cavidade uterina promove afinamento do endométrio - camada interna do útero.⠀ Alem de anticoncepcional, o Mirena pode ser utilizado também para o tratamento da Endometriose e do Sangramento Uterino Anormal.⠀ A inserção do Diu Mirena pode ser realizada no consultório médico, em centro cirúrgico com sedação ou logo após o parto (seja normal ou cesariana). A duração do Diu Mirena é de 5 anos e na maioria das usuárias promove amenorreia (ausência de sangramento uterino).

Raquel Reis Magalhães

Ginecologista

São Paulo


O hormônio do Mirena é o levonogestrel , um a progesterona derivada da testosterona . É um excelente método anticoncepcional o índice de gravidez é muito baixo de 0,2% Tem duração de 5 anos , e é muito importante enfatizar que não dá Trombose .. considero um método muito eficaz de fácil colocação .. Marque sua consulta para poder tirar suas dúvidas .

Carla Marino

Ginecologista

Guarulhos


O mirena é um dispositivo intrauterino hormonal (DIU) que dura até 5 anos, reduz o fluxo sanguíneo menstrual e as cólicas, tem alta eficácia contraceptiva e pode ser usado por adolescentes, mulheres em idade fértil, no pós parto e na peri menopausa. Podemos inserí-lo no consultório ou então no centro cirúrgico sob analgesia, como preferir. O hormônio presente no DIU de mirena não é proibido para mulheres com história de trombose, trombofilias e/ou câncer de mamas e ovários. Agende sua consulta para maiores informações.

Isabel Botelho

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita

É um dispositivo-intrauterino hormonal ( levonorgestrel) com baixa dosagem hormonal, usado como contraceptivo, colocado pela via vaginal dentro do útero, por um médico ginecologista, com duração de 5 anos, tem uma excelente eficácia, cerca de 99,8%, além de diminuir o fluxo sanguíneo e as cólicas. Pode ser usado durante a amamentação, pois ele não interfere na produção de leite, em mulheres com endometriose, dismenorréia, mulheres que foram submetidas as redução de estômago, mulheres com enxaqueca, varizes e outras comorbidades que geralmente contra-indicam o uso de anticoncepcionais orais. Não está relacionado ao aumento de risco de trombose.

Quais profissionais realizam Diu mirena?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.