Ecocardiograma com estresse farmacológico - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em ecocardiograma com estresse farmacológico

Encontre um especialista em Ecocardiograma com Estresse Farmacológico na sua cidade:
Otavio Eboli

Otavio Eboli

Cardiologista

São Paulo

Agendar uma visita
Marcos Benchimol

Marcos Benchimol

Cardiologista, Médico clínico geral

Rio de Janeiro

Agendar uma visita
Augusto Sardilli

Augusto Sardilli

Cardiologista

São José do Rio Preto

Agendar uma visita
Tiago Bignoto

Tiago Bignoto

Cardiologista, Médico clínico geral

São Paulo

Agendar uma visita
Aristóteles Comte de Alencar Neto

Aristóteles Comte de Alencar Neto

Cardiologista, Médico clínico geral

São Paulo

Agendar uma visita

Perguntas sobre Ecocardiograma com estresse farmacológico

Nossos especialistas responderam a 38 perguntas sobre Ecocardiograma com estresse farmacológico

Dr. Rafael Macedo
Dr. Rafael Macedo
Cardiologista, Médico clínico geral
Uberlândia
Ola
Este exame pode sim ser feito em pacientes com DPOC, desde que seja usado a dobutamina. Em pacientes com DPOC preferencialmente não deve ser usado o dipiridamol.
2 respostas

Sentir dor nunca é normal.
3 respostas

Dra. Idelzuita Leandro Liporace
Dra. Idelzuita Leandro Liporace
Cardiologista, Médico clínico geral
São Paulo
A dor mesmo após o exame pode indicar obstrução nas coronárias. Será importante comentar com o seu médico. E avaliar o resultado do ecocardiograma com stress.
1 respostas

Especialistas falam sobre Ecocardiograma com Estresse Farmacológico

O exame é realizado em duas etapas. Inicialmente é realizado um ecocardiograma normal em repouso. Em seguida, é iniciado o protocolo com administração de medicamentos. O mais utilizado é com dobutamina associada a atropina, mas também pode ser realizado com uso de dipiridamol em casos específicos. Em pacientes com contra-indicação à atropina, esta pode ser dispensada. Sintomas como mal estar e palpitações são comuns durante o exame. Podem ocorrer dor no peito, falta de ar e arritmias. O risco de complicações mais graves é inferior a 0,2% (menos de 1 caso a cada 500 exames). O exame deve ser primeiramente bem indicado e deve ser realizado em local com experiência e boa estrutura.

Danilo Bora Moleta

Cardiologista, Médico clínico geral

São José dos Campos

Quais profissionais realizam Ecocardiograma com estresse farmacológico?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.