Esfincterotomia interna e tratamento de fissura anal - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - esfincterotomia interna e tratamento de fissura anal

Cristiano de Magalhães Nunes

Cristiano de Magalhães Nunes

Cirurgião geral, Coloproctologista

Goiânia

Agendar uma visita
Meyline Andrade Lima

Meyline Andrade Lima

Coloproctologista

Salvador

Agendar uma visita
Maruska Dib Iamut

Maruska Dib Iamut

Cirurgião geral, Coloproctologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita
Marcos Braun Burger

Marcos Braun Burger

Coloproctologista

Florianópolis

Agendar uma visita

Perguntas sobre Esfincterotomia interna e tratamento de fissura anal

Nossos especialistas responderam a 44 perguntas sobre Esfincterotomia interna e tratamento de fissura anal

A cicatrizaçao é bem variável e individual, depende de diversos fatores. Em geral em 30 a 40 dias ocorre a cicatrização, casos selecionados podem levar mais tempo devem ser avaliados pelo medico…
1 respostas

Bom dia. A cirurgia de fissura anal é a última linha de tratamento devendo ser bem avaliada sua indicação. Em relação ao valor, não existe uma tabela devendo ser tratado diretamente com o profissional.…
1 respostas

Pode ser normal sim. A cicatrização das cirurgias orificiais anais costuma ser mais lenta que em outras partes do corpo. De qualquer forma, um bom parâmetro é acompanhar a evolução da ferida…
1 respostas

Especialistas falam sobre Esfincterotomia Interna E Tratamento De Fissura Anal

A esfincterotomia lateral interna é uma das opções de tratamento cirúrgico para a fissura anal. A cirurgia consiste me secção do músculo esfíncter anal interno, causando o relaxamento do ânus que colabora para cicatrização da fissura. Está mais indicada para fissuras por aumento da pressão do ânus. Outras opções menos invasivas são a fissurectomia (retirada da fissura) e aplicação de toxina botulínica, que causa relaxamento temporário do ânus. Nessas opções, há menos risco de incontinência fecal. Com isso, é importante a avaliação pelo Coloproctologista para individualizar a melhor técnica para cada caso.

O tratamento da fissura anal pode ser clínico ou cirúrgico, conforme o exame clínico e a causa da fissura. Em geral, ela é causada pelo traumatismo de fezes endurecidas ou calibrosas no canal anal, ocorrendo uma ruptura da mucosa e um "corte" no ânus. Isso acarreta em aumento da pressão do ânus, pela dor reflexa, e com isso, dificuldade de cicatrização da fissura pelo menor suprimento sanguíneo. O tratamento clínico, portanto, envolve alimentação rica em fibras e líquidos, banhos de assento mornos e analgésicos, associado a pomadas que diminuam a pressão da musculatura involuntária do ânus e anestésicos locais. Quando falha, está indicado o tratamento cirúrgico, que deve ser individualizado.

Thais Yuka Takahashi

Coloproctologista

São Paulo

Agendar uma visita

Quais profissionais realizam Esfincterotomia interna e tratamento de fissura anal?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.