Meniscectomia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - meniscectomia

Encontre um especialista na sua cidade:
Oliver Ulson

Oliver Ulson

Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Agendar uma visita
Eduardo Vasconcelos de Freitas

Eduardo Vasconcelos de Freitas

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Fortaleza

Agendar uma visita
Leonardo Dias

Leonardo Dias

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

São Paulo

Agendar uma visita
Rodrigo Vannini

Rodrigo Vannini

Ortopedista - traumatologista

Bauru

Agendar uma visita
Lucas Gonzaga Piovesana

Lucas Gonzaga Piovesana

Ortopedista - traumatologista

Campinas

Agendar uma visita
Milton Linhares

Milton Linhares

Ortopedista - traumatologista, Médico do trabalho, Especialista em medicina física e reabilitação

João Pessoa

Agendar uma visita

Perguntas sobre Meniscectomia

Nossos especialistas responderam a 22 perguntas sobre Meniscectomia

Bom dia.
Atualmente o critério tempo não deve ser mais usado isoladamente para determinar o retorno às atividades esportivas após reconstrução do LCA. Em geral, após o 6º mês o isocinético…


Depende de que faz no trabalho.Para andar poucos metros ,sem subir escadas ,deve esperar uns quinze dias.Para a prática desportiva,vai depender de quanta dor ainda sentirá e quanta fisioterapia…


Não é normal. "Travamento" pode significar um problema. Procure seu cirurgião.

Especialistas falam sobre Meniscectomia

Quando ocorre uma lesão no menisco diversos tratamentos podem ser realizados: 1. Não cirúrgico - em que o paciente passa a conviver com o machucado, pois este não o incomoda de forma importante. A fisioterapia é importante para ajudar no processo de adaptação. Em alguns casos, dependendo do tamanho da lesão, ocorre cicatrização espontânea. 2. Cirurgia - meniscectomia por artroscopia - consiste numa técnica em que se retira apenas o pedaço machucado do menisco. Trata-se da técnica mais frequentemente utilizada do ponto de vista estatítisco. Nessa cirurgia o paciente retorna rapidamente às suas atividades do dia a dia. Mas sempre que possível a sutura meniscal é o ideal.

Ulbiramar Correia

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Goiânia

Agendar uma visita

Os meniscos são fibrocartilagens, com o formato de meia-lua, que estão localizados entre o fêmur e a tíbia. Nós temos dois meniscos no joelho. Eles funcionam como amortecedores da articulação. Os meniscos podem sofrer os mais diversos tipos de lesão. Lesões pequenas, que não comprometem a estrutura meniscal, podem ser tratadas de forma conservadora, com medicamentos, repouso e fisioterapia. Mas as lesões grandes, que comprometem a estrutura meniscal, precisam de reparo cirúrgico. As cirurgias de menisco são feitas por artroscopia ( cirurgia por vídeo ). O exame de ressonância magnética é fundamental para se analisar as características de uma lesão meniscal e indicar o tratamento.

Adriano Karpstein

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Curitiba


Feita por meio de videio, a chamada artroscopia em casos em que a sutura do menisco nao e possivel, sendo necessario retirar um pequeno pedaco dele. procedimento simples e pouco invasivo, feita com 2 cortes pequenos na pele e recuperacao rapida, a depender do caso e idade. maioria dos casos recebem alta mesmo dia operado.

Michal Alexander Danin Kossobudzki

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

Brasília


As lesões meniscais causam sintomas característicos como dor bem localizada no joelho. Lesões meniscais são muito comuns e podem ser traumáticas agudas (como, por exemplo, durante um esporte coletivo ou luta) ou degenerativas. As lesões traumáticas ocorrem classicamente durante a forças de torção no joelho em pessoas ativas jovens. Já as lesões degenerativas ocorrem como parte do desgaste progressivo, mais frequentemente em pacientes acima de 40 anos. O tratamento de uma lesão meniscal dependerá de seu tamanho, localização, tempo de ocorrência, idade e ligação do paciente ao esporte, além da sintomatologia, exame físico e avaliação dos exames de imagem.

Saulo Morais Rodrigues De Castro

Ortopedista - traumatologista

Brasília

Agendar uma visita

A meniscectomia hoje em dia é um procedimento rápido e simples, feito de maneira artroscópica (sem grandes cortes). É um procedimento realizado quando o paciente tem uma lesão meniscal dolorosa, que não apresentou melhora da dor com medidas conservadoras (sem cirurgia) e que não podem sem suturadas (reparadas). Após o procedimento a maioria dos pacientes apresenta melhora imediata da dor com grande melhora em sua qualidade de vida.

Frederico Scherner

Médico do esporte, Ortopedista - traumatologista

São José Dos Pinhais


O termo meniscectomia significa ressecção (retirada) do menisco. Antes do advento da artroscopia, as roturas dos meniscos eram tratadas com cirurgia aberta (quando se faz uma incisão com bisturi) e todo o menisco era retirado, o que proporcionava um pós-operatório muito doloroso e um tempo de internação prolongado. Hoje utilizamos a artroscopia para tratar as lesões meniscais, com retirada apenas da lesão, deixando o restante do menisco intacto, o que propicia um pós-operatório totalmente indolor , apenas 12 horas de internaçao hospitalar e o paciente já pode andar normalmente logo após a alta, na grande maioria dos casos.

Luciano Suruagy

Ortopedista - traumatologista

Recife

Agendar uma visita

A meniscectomia por via artroscópica trata-se de um procedimento cirúrgico, que é realizado com auxílio de vídeo, para correção de lesões nos meniscos. Apresenta vantagem de ser realizada sem cortes (apenas pequenos furos), o que interfere favoravelmente na recuperação do paciente. O paciente geralmente recebe alta hospitalar no mesmo dia do procedimento (não precisa dormir no hospital) e com liberação para andar normalmente.

Marcelo Midlej Reis

Ortopedista - traumatologista

Salvador

Agendar uma visita

Quais profissionais realizam Meniscectomia?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.