Teste cutâneo para alimentos - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em teste cutâneo para alimentos

Encontre um especialista em Teste cutâneo para alimentos na sua cidade:

Perguntas sobre Teste cutâneo para alimentos

Nossos especialistas responderam a 10 perguntas sobre Teste cutâneo para alimentos

Prof. Luiz Querino de Araujo Caldas
Prof. Luiz Querino de Araujo Caldas
Alergista, Médico do trabalho
Niterói
Semelhante a curva glicemica , ou seja, colhendo sangue em intervalos determinados para analise
3 respostas

Dr. Isaac Aisenberg Ferenhof
Dr. Isaac Aisenberg Ferenhof
Alergista
Florianópolis
Caríssimo, só o Médico tem a habilidade e a competência para fazer o exame. Se você mesmo sem o devido treinamento médico, fizer o teste para alimentos poderá ter um choque anafilático e vir…
2 respostas

Boa tarde!

Sim, o teste cutâneo é feito normalmente em consultório do especialista (alergista) ou clínica especializada, já que o mesmo deve ser feito pelo Alergista. Em laboratórios…
1 respostas

Especialistas falam sobre Teste cutâneo para alimentos

O Teste cutâneo ou Prick Test, indicado para alergias alimentares ou por inalantes, como poeira, ácaros e fungos e para os alimentos como leite, trigo, ovo, cacau e insetos. Colocamos uma gota de cada substancia na pele do paciente e através de um objeto fino cutucamos a pele para que esta substancia entre em contato com vasos e a histamina. Se caso for positiva a alergia, aparecera uma pápula (Bolinha) que devera ser igual ou maior a Histamina (controle). O teste demora de 10 a 20 minutos. Em crianças precisamos de ajuda dos pais para segurar e firmar o braço.

Elisangela Lemos Da Costa

Pediatra

Barueri


Importante para o dignóstico de alergia alimentar. Possui especificidade e sensibilidade maior do que a IgE específica realizada por exames de sangue.

Alberto Gannam

Alergista

Divinópolis


Prick Test é um método de diagnóstico simples e indolor, realizado por médico especialista. Indicado para pacientes que apresentam: alergia alimentar (camarão,leite,ovo,trigo,soja,amendoim,etc). Realizado no antebraço, após higienização com álcool e algodão, com punturas das substâncias indicadas, conforme necessidade de cada paciente. Método indolor, altamente seguro, sentindo apenas uma sensação de “picada de mosquito” na pele. A coceira é relativa e corresponde aos resultados individuais de acordo com o grau de alergia do paciente. Preparo específico do paciente: O paciente tem de estar, pelo menos há 1 semana sem o uso de medicações anti-alérgicas,pomadas e cremes.

Rodrigo Niemeyer

Alergista, Médico clínico geral

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O teste é realizado na região volar do antebraço (a parte que não costuma ter pelo), onde é pingada uma gota de controle negativo, uma gota de controle positivo (histamina) e uma gota do extrato suspeito. É feita uma pequena puntura na pele no local da gota que representa o extrato suspeito, e aguarda-se 20 minutos para a leitura do teste. De acordo com o tamanho da pápula reacional que se forma pode-se classificar o teste como negativo ou positivo, sendo que as substâncias positivas devem ser medidas. Essa puntura é realizada de forma simples e rápida e o resultado permite analisar todos os alérgenos suspeitos testados no braço do paciente ao mesmo tempo.

Para determinar se um alimento é causa dos sintomas das doenças o médico pode efetuar um teste cutâneo por puntura (Prick Test). O Prick Test consiste numa leve perfuração na pele do antebraço, através de uma gota do alérgeno. Esta aplicação pode resultar, após alguns minutos, no desenvolvimento de uma reação parecida com uma picada de mosquito, ou seja, o local da aplicação fica vermelho, incha e aparece uma elevação mais clara no centro, chamada de pápula. Se isto ocorrer, significa que você pode ser alérgico ao alérgeno aplicado no local.

Daniela Munhoes

Alergista, Pediatra

São Paulo


O teste cutâneo chamados de punctura ou prick-test é usado desde 1924 na prática clínica dos alergistas, sendo um exame de fácil execução e leitura rápida. É feito no antebraço do paciente: uma gota com o extrato da substância que queremos investigar é colocada e com uma lanceta raspamos levemente a pele. É indolor, a sensação é de uma pressão discreta na derme. Em 15 minutos é feito a leitura, caso haja formação de pápula, a sensibilização ao alérgeno é confirmada. Pode ser feito para alimentos, inalantes (como ácaros, fungos, epitélio de animais), insetos e medicamentos.

Jessica Loekmanwidjaja

Alergista, Pediatra

São Paulo


É o teste mais utilizado para diagnóstico da alergia mediada por IgE. É o método de escolha na investigação das principais alergias por ser sensível, específico, reproduzível, seguro, rápido, simples, bem tolerado e econômico. Através dele pode-se detectar presença de anticorpos específicos contra alérgenos como Fungos, Ácaros (Dermatophagoides pteronissinus, Dermatophagoides farinae e Blomia tropicalis), Alimentares (leite de vaca, ovo, soja, trigo, cacau, camarão, castanha, nozes e amendoim), insetos (mosquitos, formigas e baratas), penas, cães, gatos e látex.

Este teste é utilizado para avaliação das alergias imediatas, mediadas pelo anticorpo do tipo IgE. Ajuda a confirmar as reações provocadas por alimentos como urticárias (placas pelo corpo), angioedemas (inchaços), coceiras e outras manifestações. O teste pode ser realizado com extratos prontos ou com o alimento suspeito "in natura", bastante útil no diagnóstico das alergias ao leite de vaca, ovo, trigo, soja, frutas, peixes, camarão e crustáceos. O teste é realizado no consultório, com aplicação dos extratos na face anterior do antebraço de forma indolor e não invasiva. O resultado é positivo quando ocorre a formação de uma pápula no local de aplicação do alimento testado.

Clarissa Medeiros

Alergista, Nutrólogo

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Quais profissionais realizam Teste cutâneo para alimentos?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.