Tratamento de varizes com laser - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em tratamento de varizes com laser

Encontre um especialista em Tratamento de varizes com laser na sua cidade:
Fernanda Cerqueira

Fernanda Cerqueira

Angiologista, Cirurgião vascular

Rio de Janeiro

Agendar uma visita
Raimundo C. Santos

Raimundo C. Santos

Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

Perguntas sobre Tratamento de varizes com laser

Nossos especialistas responderam a 11 perguntas sobre Tratamento de varizes com laser

Dra. Helena De Oliveira Santos
Dra. Helena De Oliveira Santos
Angiologista, Cirurgião vascular
Rio de Janeiro
Olá!

Existe a possibilidade de ter um inflamação do nervo que corre junto à safena, o que chamamos de neurite. Ela pode ocorrer tanto na cirurgia tradicional quanto no tratamento…
2 respostas

Olá. Há uma série de possibilidades de tratamento para os vasinhos. Pode-se realizar a aplicação com glicose ou com espuma. Outra técnica é o uso do laser combinado ao tratamento de laser. O…
2 respostas

Dr. Luiz Felipe Gannam De Almeida
Dr. Luiz Felipe Gannam De Almeida
Angiologista, Cirurgião vascular
São Paulo
Bom dia.
O desconforto é normal pós procedimento, o tempo para aliviar o desconforto varia de paciente para paciente, podendo levar de 1 a 4 semanas, em alguns casos até mais do que isso.…
1 respostas

Especialistas falam sobre Tratamento de varizes com laser

Laser Endovenoso para Cirurgia de Varizes: Técnica que permite o tratamento de veias maiores, com rápida recuperação do paciente. Um cateter de fibra ótica é introduzido dentro das varizes e dispara pulsos de raio laser. A veia danificada é absorvida pelo organismo. Laser Transdérmico para tratamento de varizes menos calibrosas: Técnica de laser não invasiva. O equipamento emite pulsos de luz que penetram no corpo do paciente e são absorvidos 30 vezes mais pelo sangue que pelo tecido cutâneo. Portanto, pode ocluir as varizes sem danificar a pele. A glicose é aplicada após o uso do laser, principalmente em locais onde a veia ainda está “aberta”.

Fabricio Leão Cabral

Angiologista, Cirurgião vascular

Goiânia


Nossos tratamentos de varizes são realizados com os mais modernos aparelhos de laser do mercado. Utilizamos técnicas minimamente invasivas, proporcionando recuperação imediata e sem necessidade de afastamento das atividades de laser, esporte e/ou trabalho. O laser aquece o sangue dentro da veia, causando inflamação das varizes com posterior desaparecimento das mesmas.

Carlos Eduardo De Freitas Jorge

Angiologista, Especialista em medicina estética

Belo Horizonte


ClaCs (CryoLaser + Cryoescleroterapia) é uma técnica que visa o tratamento de vasos de pequeno e médio calibre e na grande maioria dos casos substitui as microcirurgias. Consiste em uma combinação de LASER, escleroterapia com glicose e o uso de um ar a baixas temperaturas sobre a pele. O procedimento é realizado com auxílio de Realidade Aumentada. Com isso conseguimos reduzir o número de seções e tratar as veias nutridoras que são responsáveis por boa parte das recidivas. Não é necessário nenhum tipo de repouso.

Leonardo Stambowsky

Angiologista, Cirurgião vascular

Rio de Janeiro


O tratamento da veia safena e perfurantes com termoablação (LASER e radiofrequência) é um método minimamente invasivo relativamente novo e que vem ganhando progressivamente indicação. Considerado como procedimento de escolha pelo American Venous Forum (entidade americana de estudos em doenças venosas). O procedimento trata-se de inutilizar a safena pela ação do calor de dentro para fora e sem a necessidade de incisões para sua retirada. Nesse método realiza-se a punção da veia na altura do joelho guiada por ultrassom. A recuperação e dor no pós operatório são menores que no tratamento convencional.

Rodrigo Bruno Biagioni

Cirurgião vascular, Radiologista

São Paulo


O laser é não invasivo. O equipamento emite pulsos de luz que penetram no corpo do paciente e são absorvidos 30 vezes mais pelo sangue que pelo tecido cutâneo. Portanto, pode ocluir as varizes e vasinhos sem danificar a pele. Tratamento rápido e eficaz, que associado a escleroterapia permite melhores resultados no tratamento de varizes e telangectasias (vasinhos) Sempre utilizando técnica de resfriamento de pele para proporcionar cada vez mais confortável. A técnica permite o tratamento de vasos que precisariam de cirurgia de forma eficaz e o paciente não precisa de repouso.

Livia Lyra

Angiologista, Cirurgião vascular

Belo Horizonte


O tratamento de varizes com Laser transdérmico é uma técnica moderna e pouco invasiva que é realizada no consultório, sem necessidade de anestesia, sem afastamento das atividades do dia a dia, com bons resultados quando indicada corretamente e feita por profissional capacitado. A técnica é denominada CLaCs e combina Laser com escleroterapia (aplicação).

Fernando Trés Silveira

Angiologista, Cirurgião vascular

Serra


Cirurgia a laser para tratamento da insuficiência da veia safena. Extremamente eficaz e segura, realizada sem cortes ou extensas incisões. Rápida recuperação, retorno as atividades físicas e de trabalho. Agende sua Consulta.

Luciano Morais

Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

O Laser é uma das principais ferramentas atualmente na medicina. Na angiologia, utilizamos o Laser para remover microvarizes e varizes de pequeno e médio calibres, especialmente através da técnica CLaCS, que associa o Laser à crioescleroterapia. Todos os procedimentos são realizados com analgesia através do uso de um moderno resfriador de pele, que reduz de forma importante a sensação de queimação no local da aplicação. Realizamos em nossa clínica esses procedimentos com Laser desde 2014, com média de 20 a 30 pacientes tratados mensalmente.

Luís Felipe Mendes Rodrigues

Angiologista, Cirurgião vascular

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

O Laser para tratamento das varizes é uma técnica moderna na qual não são necessários cortes. Através de uma punção, a fibra de laser é introduzida na veia acometida e promove o fechamento da mesma através de uma forma de cauterização. Posteriormente o tecido local remanescente é absorvido pelo organismo. Assim, a veia doente não é retirada, mas é excluída da circulação, eliminando as complicações causadas por ela. Esta técnica tem a vantagem de ser menos invasiva, apresenta menos hematoma, menos dor no pós-operatório e recuperação mais rápida.

Nayara Cioffi Batagini

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo


O tratamento cirúrgico das varizes dos membros inferiores têm evoluído, buscando-se menos complicações, mais conforto aos pacientes e recuperação mais rápida. A cirurgia tradicional com a retirada da veia safena (safenectomia), apesar de consagrada, necessita de recuperação e repouso prolongado e muitas vezes o paciente vivencia dor e desconforto nos primeiros dias pós cirúrgico. A termoablação da veia safena magna (laser e radiofrequência), permite uma recuperação mais rápida, com menos dor, menos hematomas e retorno precoce as atividades. Por esta razão, é indicada como primeira opção de tratamento nos consensos americano e europeu. Realizo este procedimento desde 2011.

Rodrigo Bono Fukushima

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

O tratamento com Laser pode ser feito tanto para vasinhos finos quanto varizes e veias mais calibrosas, como a safena. É uma maneira moderna, menos invasiva de cuidar da circulação, com período de recuperação mais curto e retorno mais rápido às atividades.

Vitor Cervantes Gornati

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

O laser Nd:YAG é, hoje, o melhor laser disponível para o tratamento de varizes. Pode ser utilizado para remover vasinhos e varizes do rosto (bochechas, nariz, testa) e das pernas. O tratamento é realizado com a máquina de laser direcionado para os vasos, com resfriamento da pele através de um jato de ar frio para analgesia e escleroterapia, para potencializar o efeito do tratamento. Após as sessões de laser, não é necessário repouso. Deve-se evitar exposição ao Sol. O tratamento depende do tamanho e localização dos vasinhos. Além do tipo de pele tratado. Mas geralmente pequenos vasinhos diminuem após 1 a 3 sessões e veias maiores precisam de mais tempo de tratamento.

Catarina Almeida

Angiologista, Cirurgião vascular

Recife

Agendar uma visita

Atualmente o laser é utilizado para o tratamento das varizes de duas formas. O laser transdérmico consiste na retirada de vasinhos das pernas com o disparo do laser diretamente sobre ele, no consultório. O calor transmitido para o vaso pelo feixe do laser desnatura suas peredes levando ao seu desaparecimento. Desempenha função semelhante à escleroterapia e pode ser utilizada em associação com ela (técnica de CLaCS). O laser endovascular, ou endolaser, é capaz de obliterar vasos calibrosos. A energia do laser é transmitida à parede da veia através da inserção de um cateter no seu interior. Esta técnica é muito utilizada para obliterar as veias safenas doentes, substutuindo a safenectomia.

Breno França Vieira

Angiologista, Cirurgião vascular

Niterói

Agendar uma visita

Corresponde a um tipo de tratamento para micro varizes em membros inferiores. Deve-se primeiramente avaliar o paciente para saber se tem indicação este tratamento.

Patricia Irene F. Pascoal

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

É um procedimento minimamente invasivo, que utiliza um cateter (espécie de microtubo), que possui um elemento térmico em sua ponta. Utilizamos imagem de ultrassom para posicionar o cateter dentro da veia comprometida. O cateter é então alimentado por energia fornecida por um gerador, causando contração das paredes da veia doente e seu colapso. Assim que a veia comprometida estiver ocluída, o sangue é direcionado para as veias saudáveis, eliminando o refluxo venoso. O paciente retoma normalmente suas atividades dentro de alguns dias.

Jéfiton Cordeiro Junior

Cirurgião vascular

Sorocaba


O tratamento das varizes com laser e feito atualmente através de dois equipamentos diferentes, o laser transdermico e o endolaser. O laser transdermico, é utilizado para o tratamento das telangiectasias (vasinhos superficiais), consistindo na utilização de um tipo de luz que promove a termocoagulação do vaso e, consequentemente, o seu desaparecimento. Já o endolaser, e utilizado para o tratamento das veias safenas doentes e que apresentem refluxo em seu interior, promovendo a termocoagulação desta veia através de um cateter que emite uma luz específica em sua ponta. Esta técnica e feita sem a necessidade de cortes, o que diminui a dor no pos operatório e reduz as chances de infecção local.

Dr. Thiago Marcos Maia

Angiologista, Cirurgião vascular

Belo Horizonte

Agendar uma visita

Qual a diferença entre o laser e o tratamento convencional? Um estudo foi desenvolvido com o objetivo de comparar estas duas técnicas. Os pacientes operados com uso do laser endovenoso, além de ser um tratamento menos invasivo, apresentou menos dor, menos edema e menos hematoma durante o pós-operatório. O índice de melhora estética e de satisfação com a cirurgia foi extremamente satisfatório para ambas as técnicas, mas a maioria dos pacientes respondeu que o membro operado com o laser foi o mais beneficiado.

Emerson Shimada

Angiologista, Cirurgião vascular

Curitiba

Agendar uma visita

Consiste na destruição da veia varicosa através da aplicação de energia em seu interior por um aparelho emissor de laser. Permite tratar grandes veias, como as veias safenas, com o mínimo de agressão ao corpo e, consequentemente permite recuperação mais rápida, segura e com melhor resultado estético.

Fabio S. Dinamarco

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo


O Laser para tratamento das varizes é uma técnica moderna na qual não são necessários cortes. Através de uma punção, a fibra de laser é introduzida na veia acometida e promove o fechamento da mesma através de uma forma de cauterização. Posteriormente o tecido local remanescente é absorvido pelo organismo. Assim, a veia doente não é retirada, mas é excluída da circulação, eliminando as complicações causadas por ela. Esta técnica é utilizada principalmente nas veias safenas magnas, safenas parvas, safenas acessórias e perfurantes, e tem a mesma eficácia da cirurgia convencional, com a vantagem de ser uma técnica menos invasiva.

Bruno Donegá Constantin

Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

É um procedimento minimamente invasivo onde uma fina fibra é inserida dentro da veia a ser tratada. A fibra do laser entrega energia para a parede da veia causando seu colapso e fechamento. O fluxo sanguineo é imediatamente redirecionado para as veias funcionantes ao redor.

Rafael Apoloni

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo

Agendar uma visita

O Endolaser para o tratamento da insuficiência de safenas é uma técnica revolucionária, que permite uma recuperação mais rápida ao paciente, menos dor no pós-operatório e ausência de cortes. É realizado através da introdução de uma fibra fina na veia danificada através de uma punção ou pequena incisão (corte) na perna. O laser é emitido através da fibra, que é puxada através da veia oferecendo a quantidade certa de energia. O tecido alvo reage com a energia da luz, fazendo com que a veia seja fechada e o sangue é automaticamente encaminhado para outras veias saudáveis.

Bruno Nanni Alexandrino

Angiologista, Cirurgião vascular

Curitiba

Agendar uma visita

Tratamento normalmente indicado para as veias safenas com refluxo (doentes). Ao invés de retirarmos a safena, introduzimos uma fibra laser dentro dessa veia e cauterizamos a mesma por dentro, eliminando assim esse refluxo. Método muito menos agressivo, com menos dor, menos hematomas e menos inchaço no pós-operatório, permitindo uma recuperação mais rápida do paciente.

Euvaldo Jaqueto Junior

Angiologista, Cirurgião vascular

São José dos Campos

Agendar uma visita

O laser é uma potente ferramenta para tratamento de pequenas varizes e vasinhos. A combinação do dano térmico (que o laser induz na parede da veia) associado ao dano químico causado pelo esclerosante que é injetado em seguida tornam o tratamento mais rápido e eficaz. Atualmente com o uso de aparelhos de resfriamento é possível tornar o tratamento mais confortável para o paciente , e em casos especiais podemos lançar mão de medicações de uso tópico para minimizar eventuais desconfortos Existem fatores individuais que podem influenciar na indicação da escleroterapia a laser , sendo fundamental uma avaliação especializada e ecodoppler venoso para traçarmos o tratamento.

Suzanna Sanches

Angiologista, Cirurgião vascular

Salvador


O laser para tratar as varizes é uma tecnologia moderda e altamente eficaz. No caso do laser para tratar a veia safena é feita uma cirurgia menos invasiva, com retorno mais rápido as atividades diárias, com menos dor e menos taxas de complicações no pós-operatório. Já no caso do laser superficial para microvarizes e vasinhos o mesmo pode ser feito no consultorio e podemos combina-lo com a escleroterapia convencional ("aplicação"), permitindo que possamos tratar veias maiores que antes precisavam de cirurgia para serem retiradas. Essa técnica do laser superficial + escleroterapia se chama CLACS e com ela reduzimos consideravelmente a necessidade de cirurgia para as microvarizes.

Bárbara Ruivo

Angiologista, Cirurgião vascular

São Paulo


As veias safenas são veias encontradas nas pernas, elas são algumas das veias responsáveis pela circulação venosa dos membros inferiores. A cirurgia com laser consiste em uma cirurgia moderna e eficaz, onde não há cortes. Utilizamos um cateter de fibra óptica (que conduz a energia do laser), o qual introduzimos no interior da veia safena, o laser emitirá energia térmica dentro da veia doente, em termo simplificado, a veia será “queimada” em seu trajeto doente, e assim será “fechada”. Observe que a veia não é retirada, isso causa menor trauma cirúrgico, e consequentemente menor desconforto no pós operatório. Com o tempo o próprio organismo irá absorver essa veia até o seu desaparecimento.

A utilização do Laser no tratamento de varizes foi impulsionado nos últimos anos pela redução das complicações e rápida recuperação. O endolaser é utilizado, principalmente, para o tratamento de refluxo das veias safenas. Ao invés de cortes, realiza-se a introdução da fibra óptica na veia através da punção guiada por um ultrasson, posiciona-se a fibra e queima-se o segmento desejado, reduzindo o trauma na periferia da safena. Isso reduz a dor e hematomas no pós operatório, com retorno precoce ao trabalho.

Jaison Luiz Argenta

Angiologista, Cirurgião vascular

Brasília


Existem dois tipos de laser que podemos usar para tratar varizes. O laser transdérmico em que é possível tratar vasos mais superficiais, é realizado no consultorio com algumas técncas que podem ajudar a minimizar a dor. O laser endovenoso é utilizado para tratar vasos mais calibrosos, inclusive as safenas, com menor tempo de recuperação pós operatória.

Ludmila Bertti Coelho

Angiologista, Cirurgião vascular

Brasília

Quais profissionais realizam Tratamento de varizes com laser?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.