Uretroplastia (ressecção de corda) - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - uretroplastia (ressecção de corda)

Flávio Moreira Andrade

Flávio Moreira Andrade

Cirurgião pediátrico

São Paulo

Agendar uma visita
Raphael Barroso Kato

Raphael Barroso Kato

Urologista

São Paulo

Celina Lemos

Celina Lemos

Cirurgião pediátrico

Recife

Agendar uma visita

Perguntas sobre Uretroplastia (ressecção de corda)

Nossos especialistas responderam a 56 perguntas sobre Uretroplastia (ressecção de corda)

Especialistas falam sobre Uretroplastia (Ressecção De Corda)

As cirurgias de uretroplastia estão indicadas naqueles indivíduos com diagnóstico de estenose (estreitamento) uretral. Existem diversas técnicas descritas e a escolha da melhor opção deve ser individualizada. Em casos complexos, às vezes, é necessário substitur o segmento uretral comprometido por um canal novo, construido a partir de retalhos ou enxertos de outros órgãos do paciente, como a pele do pênis, a mucosa da boca, dentre outros. Por ser uma cirurgia extremamente minuciosa e complexa, recomenda-se que os pacientes com esse problema optem por urologistas com experiencia na área da reconstrução genital.

O termo "uretroplastia" se refere a um grande numero de técnicas cirúrgicas diferentes e que variam de pequenas intervenções ambulatoriais até cirurgias longas e complexas, com intuito de corrigir a uretra e restabelecer o fluxo urinário.São classificadas como uretroplastias anastomóticas, uretroplastias de aumento ou uretroplastias de substituição. Na primeira, remove-se a área doente do canal e junta-se as bordas saudáveis do canal. Nas demais, utiliza-se retalhos de pele ou enxertos diversos (mucosa oral por ex) para corrigir a porção estreitada. A dilatação do canal uretral com sondas ou outros instrumentos, apesar de trazer melhora temporária, apresenta papel limitado.

Miguel Osta

Urologista

Araranguá

Quais profissionais realizam Uretroplastia (ressecção de corda)?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.