Tayane Maruca Magalhães, Ginecologista São Paulo

Dra. Tayane Maruca Magalhães

Ginecologista

Número de registro: CRM 163836
5 opiniões

Consultório

Rua Joaquim Floriano 72, conjunto 48, Itaim Bibi, São Paulo
Consultorio

Este especialista não oferece agendamento online neste endereço

Atende: adultos
(11) 94536.....
(11) 2157.....

Consulta Ginecologista

Experiência

Sobre mim

Sou formada em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Ciências médicas da Santa Casa de São Paulo. Atualmente atendo no consultório mulheres que ...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Gestação de Alto Risco
  • Anticoncepção
  • Histeroscopia Cirúrgica
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Adenomiose
  • Gravidez Ectópica
  • Pólipo endometrial
Mostrar mais doenças

Formação

  • Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, Santa Casa de São Paulo, 2016
  • Formada em Medicina, Faculdade de Ciências Médicas Santa Casa de São Paulo, 2013
  • Estágio em Infertilidade e Reprodução Assistida, Clínica Invida, 2017


Serviços e preços

Consulta Ginecologista


Rua Joaquim Floriano 72, conjunto 48, São Paulo

Consultorio

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
5 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
A
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Inova Derma Rotina

O doutora Tayane foi muito atenciosa. Me ajudou com dúvidas que eu tinha há muito tempo e teve muita paciência para explicá-las.
Recomendo fortemente.


D
Paciente verificado
Local: Inova Derma

Médica super competente e atenciosa .
Me tratou com muito carinho , neste momento em que estamos carregando um bebê , isso faz muita diferença .
Super recomendo


S
Paciente verificado
Local: Inova Derma

A Dra é de uma competência ímpar.
Muito solicita e gentil. Tenho plena confiança em tudo o que ela orienta.
Encontrar uma ginecologista/obstetra que a gente goste não é uma tarefa fácil. Ainda bem que a minha procura acabou!


P
Paciente verificado
Local: Inova Derma Terapia de reposição hormonal na menopausa

Pontos positivos
Pediu vários exames, foi detalhista nas explicações e transmite muita confiança.
Em 6 meses fui em outras 3 ginecologistas que não deram atenção para meu problema e ela é incrivelmente competente, atenta e inteligente. Achei minha ginecologista para essa fase da vida.

Pontos de melhoria
Nada.


A
Paciente verificado
Infertilidade

Pontos positivos
Dra é uma pessoa muito atenciosa prestativa e humana !!!
Sempre com um sorriso doce nos rosto .
Muito obrigada por tudo !!!
Só tenho gratidão ️


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

3 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Clomid

    Ja tomo cicloprimogina,posso tomar clomid sem parar de tomar o outro?

    Olá, tudo bem?

    Não use os dois juntos.
    O cicloprimogyna tem alguns comprimidos com estradiol e depois com estradiol e progesterona. Ele serve para regularizar o ciclo menstrual, atuando principalmente no endométrio. Apesar de não ser um método anticoncepcional ele pode "atrapalhar" o processo de ovulação.
    Já o Clomid é indicado para pacientes que querem Ovular, para tentar engravidar.
    Ou seja, o uso do cicloprimogyna pode atrapalhar o funcionamento ideal do Clomid. Portanto, dependendo de qual for seu objetivo no momento use um ou outro.
    Sugiro conversar com seu ginecologista para determinar o melhor tratamento para o seu caso.

    Fico a disposição para mais detalhes

    Bjos

    Dra. Tayane Maruca Magalhães

  • Pergunta sobre Oestrogel

    1 dose do oestrogel quanto é? Uma pressão do tubo da valvula dosadora?

    Olá, tudo bem?

    Sim, cada dose equivale a um aperto na válvula, o que chamamos de um puff.

    Dra. Tayane Maruca Magalhães

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Sou formada em Ginecologia e Obstetrícia pela Faculdade de Ciências médicas da Santa Casa de São Paulo. Atualmente atendo no consultório mulheres que ...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Gestação de Alto Risco
  • Anticoncepção
  • Histeroscopia Cirúrgica
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Adenomiose
  • Gravidez Ectópica
  • Pólipo endometrial
Mostrar mais doenças

Formação

  • Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia, Santa Casa de São Paulo, 2016
  • Formada em Medicina, Faculdade de Ciências Médicas Santa Casa de São Paulo, 2013
  • Estágio em Infertilidade e Reprodução Assistida, Clínica Invida, 2017

Certificado Doctoralia



Artigos

Infertilidade

Definimos infertilidade como ausência de gestação após um ano de tentativa ou após 6 meses nos casos de mulheres com mais de 35 anos. São muitas as causas, desde problemas no organismo da mulher ou do homem. Sua incidência tem aumentado nos últimos, principalmente pelo fato da mulher decidir engravidar cada vez mais tarde. Atualmente existem diversos tratamentos e quanto antes o casal procurar um especialista, maiores suas chances de sucesso.


Adenomiose

Adenomiose é uma condição na qual o endométrio, tecido que reveste a camada interna do útero e sangra no período menstrual, se infiltra na camada muscular do útero. É uma doença benigna, que no entanto pode causar sintomas como cólicas intensas no período menstrual e dificuldade em engravidar. Com tratamento adequado suas consequências podem ser revertidas, aumentando a qualidade de vida da mulher e auxiliando no processo de engravidar.


Candidíase de repetição

A cadidíase é uma infecção causada por um fungo do gênero Candida. Não é uma DST e seu aparecimento está relacionado ao desequílibrio da flora vaginal, que pode ocorrer em consequência de baixa imunidade, estresse, uso de antibióticos, uso de roupas justas, períodos de calor, entre outros. Os sintomas normalmente são coceira e ardência na região vaginal. Existem medicamentos específicos como comprimidos, cremes ou óvulos vaginais. É sempre importante ser antes avaliado por um médico para excluir outras doenças que podem ter sintomas semelhantes.

Veja todos os artigos

Pesquisas relacionadas