Perguntas sobre Acidente vascular cerebral (avc)

O que é um AVC?

Acidente vascular cerebral ocorre quando de alguma forma se altera o fornecimento de sangue para o cérebro. Como resultado, as células do cérebro são privadas de oxigênio, o que faz com que  algumas morram e outras sejam danificadas.

Tipos de acidente vascular cerebral

A maioria ocorre quando um coágulo obstrui uma artéria (vasos sangüíneos) que transporta o sangue para o cérebro. Este tipo de acidente vascular cerebral é chamado acidente vascular cerebral isquêmico.

Ataque isquêmico transitório (TIA):

É um curso curto, que dura menos de 24 horas. O fornecimento de oxigênio para o cérebro é restaurado rapidamente e os sintomas do derrame desaparecem completamente. Um acidente transitório requer avaliação médica inicial e é um aviso de que há um sério risco de um acidente grave.

Trombose cerebral:

Aparece quando forma um coágulo sanguíneo (trombo) em uma artéria (vaso sanguíneo), que fornece  irrigação para o cérebro. Vasos sanguíneos com placas ateroscleróticas graxos em sua parede (arterosclerose) são mais propensas a formar coágulos. As células do cérebro são privadas de oxigênio.

AVC:

É um coágulo que se forma em outras partes do corpo e, em seguida, viaja através dos vasos sanguíneos para se alojar no cérebro. Isto interrompe o fornecimento de oxigênio para as células do cérebro. A formação de êmbolos é mais comum se você tem batimentos cardíacos irregulares, ou, recentemente, sofreu um ataque cardíaco.

Hemorragia cerebral:

Aparece quando um vaso sanguíneo se rompe dentro do cérebro e causa hemorragia. O sangramento não danifica ainda mais porque o sangue passa através do tecido cerebral.

Qual o efeito que um acidente vascular cerebral?

Não existem dois iguais, e cada pessoa é afetada de forma diferente. Depende em parte da área onde houve o dano cerebral, já que cada parte do cérebro controla determinada função como a fala, a memória, deglutição e movimento.

O ataque pode aparecer de repente sendo os sinais mais comuns a perda de força, paralisia ou dormência do braço e perna. Também pode ser difícil entender o que o paciente diz.

Ela pode afetar a deglutição e, neste caso, até o paciente melhorar, terá que ser alimentado através de um tubo que vai do nariz até o estômago (sonda nasogástrica).

Pacientes que tiveram derrames graves podem perder a consciência e, infelizmente, a possibilidade de recuperação, nesses casos, é baixa.

Como é curso?

Nos primeiros dias após o AVC, o tratamento deve garantir uma boa hidratação e nutrição do paciente. A próxima fase do tratamento, recuperação, através da reabilitação, está a cargo de uma equipe de profissionais de saúde entre os quais incluem fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, enfermeiros e médicos. Se a causa de acidente vascular cerebral é um coágulo de sangue, metade de uma aspirina por dia torna o sangue menos viscoso e menos propenso a coagular. Em qualquer caso, o médico deve ser consultado antes de tomar qualquer medicamento.

Quais são os fatores de risco?

  • Pressão arterial elevada (hipertensão), que não produz sintomas, por isso é recomendado que pessoas acima de 40 anos verifiquem a pressão arterial uma vez por ano.
  • Nos fumantes, o risco é o dobro dos não fumantes.
  • O batimento cardíaco irregular (fibrilação atrial) é bastante comum em pessoas mais velhas, e aumenta o risco de acidente vascular cerebral, porque forma coágulos sanguíneos no coração. Esta pode ser tratada com a varfarina, um medicamento que faz a coagulação do sangue. Varfarina requer uma monitorização cuidadosa com exames de sangue regular, e é um meio muito eficaz para reduzir o risco de acidente vascular cerebral.
  • Diabetes afecta um em cada vinte pessoas mais velhas, e também aumenta o risco de ter um derrame. Um bom controle do diabetes é importante e requer exames de urina ou exames de sangue regulares e, provavelmente, alguma medicação.
  • Beber álcool em excesso. Os limites de consumo de álcool "seguro" recomendados por semana são 21 unidades para as mulheres e 28 para os homens. Uma unidade de álcool equivale a metade de um copo de bebida, um copo de vinho ou uma garrafa de cerveja. Pessoas que bebem mais do que esta quantidade correm maios risco de desenvolver doença hepática e um acidente vascular cerebral e demência.

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 120 perguntas sobre Acidente vascular cerebral (avc)

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.

Perguntas sobre Acidente vascular cerebral (avc)

Dr. Fábio Duarte
Dr. Fábio Duarte
Neurologista
Palmeira Dos Índios
O prognóstico do Acidente Vascular Cerebral ou Encefálico (AVC ou AVE) irá depender do tamanho da área cerebral lesada, da função comprometida e da origem da disfunção (obstruçao de um vaso sanguíneo…
1 respostas

Dr. Jailton Sampaio
Dr. Jailton Sampaio
Neurocirurgião, Neurologista
Salvador
Os sintomas de um ataque cardíaco incluem: aperto, pressão ou dor no peito, falta de ar, desconforto na parte superior do corpo (braços, ombros, pescoço, costas), náuseas, vômitos, tontura, vertigem…
2 respostas

Se muito recente, a obstrução pode ganhar mais extensão. Se há mais tempo, os cuidados devem envolver as ações preventivas de não ocorrência em outros vasos: identificar a causa da obstrução…
1 respostas

Dra. Marcela Agostinho
Dra. Marcela Agostinho
Neurologista
Goiânia
Pode acontecer sim e alterar apenas a memória, o raciocínio lógico, o humor... dependendo da área atingida no cérebro. E não ter sequela motora.
1 respostas

É possível mesmo que a dor tenha relação com o AVC novo. Seria o que chamamos de dor neuropática, que tem origem em uma lesão em alguma parte do sistema nervoso que tenha relação com a sensibilidade…
1 respostas

Dr. Sergio Akira Horita
Dr. Sergio Akira Horita
Médico acupunturista, Especialista em medicina física e reabilitação
São Paulo
Olá! A necessidade de um intervenção nas artérias depende de uma série de fatores, como grau de obstrução, condição clínica, entre outros. Dessa forma, é importante que a definição da necessidade…
1 respostas

Dr. Sergio Akira Horita
Dr. Sergio Akira Horita
Médico acupunturista, Especialista em medicina física e reabilitação
São Paulo
Olá! Teoricamente há riscos, embora o uso de medicações como anti-agregantes plaquetários e anticoagulantes contribui para a redução destes riscos. Sugiro que converse com o médico neurologista…
1 respostas

Dr. Sergio Akira Horita
Dr. Sergio Akira Horita
Médico acupunturista, Especialista em medicina física e reabilitação
São Paulo
A presença destes sintomas indica que você precisa passar pela reavaliação médica. Sugiro marcar uma consulta com o neurologista e com o médico fisiatra.
1 respostas

Dr. Sergio Akira Horita
Dr. Sergio Akira Horita
Médico acupunturista, Especialista em medicina física e reabilitação
São Paulo
Olá! Se o seu irmão não apresentava essa dormência quando estava internado, acredito que seja necessária avaliação medica especializada.
Sugiro que marque a consulta com o neurologista…
1 respostas

Dr. Marcelo Rocha
Dr. Marcelo Rocha
Fisioterapeuta, Osteopata
Rio de Janeiro
Nesse caso, você precisa procurar um Fisioterapeuta que trabalhe com reabilitação neurológica. Existe uma técnica chamada Kabat, que pode te ajudar muito!
4 respostas