Perguntas sobre Alopecia

O que é?

Alopecia é a redução parcial de cabelos em uma parte do corpo. Popularmente é conhecida como pelada. Quando essa queda acontece com todos os pelos da região, é chamada de alopecia total. Quando evolui e engloba todos os cabelos do corpo passa a ser chamada de alopecia universal. A alopecia pode ser classificada em areata, androgenética, difusa, seborreica e cicatrizal. No primeiro caso, costuma formar círculos no couro cabeludo, mas eles também podem ocorrer em outras partes do corpo. Acontece tanto em homens quanto em mulheres e surge em qualquer idade. Atinge uma em cada mil pessoas. Em alguns casos a alopecia areata pode levar ao desaparecimento de todo o couro cabeludo, porém há uma recuperação parcial algum tempo depois. A alopecia androgenética ocorre em sua maioria das vezes nos homens durante o período da adolescência ou juventude. Afetam os pelos em algumas regiões do couro cabeludo de forma gradual até que eles desaparecem completamente. A alopecia difusa (eflúvio telegênico crônico) é uma perda aguda de cabelo. Não deixa a pessoa completamente sem pelos, mas o cabelo fica liso e escasso. Já a alopecia seborreica tem como origem o mau funcionamento da glândula sebácea. A alopecia cicatrizal é irreversível em sua grande maioria. Há uma má formação ou mesmo a total ruptura da estrutura folicular.

Qual é a causa?

Alguns fatores são apontados como responsáveis pelo desenvolvimento da alopecia. São eles: - estresse (especialmente na alopecia areata)- fatores hereditários - hipotireoidismo ou hipertireoidismo (mau funcionamento da glândula tireoide) - uso de medicamentos (anticoagulantes, anticonceptivos, tratamentos de quimioterapia e psiquiátricos podem levar à queda de cabelos) - má nutrição (deficiência de ferro e zinco)- ansiedade - consumo excessivo de alimentos gordurosos e muito condimentados - uso de produtos capilares inadequados- infecções- tumores- dermatoses

Quais os sintomas?

Normalmente não há sintomas. Eventualmente as pessoas sentem coceira ou queimação na região antes de o cabelo começar a cair.

Como fazer o diagnóstico?

O exame físico e uma entrevista com o paciente são suficientes para diagnosticar a alopecia e também encontrar os possíveis fatores motivadores da doença.

Qual o tratamento?

Não há muitas opções de tratamento para a alopecia. No caso da alopecia androgênica, é possível utilizar um medicamento chamado finasterida para evitar a perda total dos capelos. Nos demais casos é possível recorrer a implantes para cobrir a área atingida. A alopecia não provoca qualquer problema grave de saúde. Os implantes têm finalidade meramente estética.

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 132 perguntas sobre Alopecia

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.

Perguntas sobre Alopecia

Existem diferentes tipos de alopécia. A escova progressiva , se levar formol, pode fazer com que voce tenha recidiva da queda de cabelo, pois ocorre dano ao foliculo piloso. Converse com seu…
2 respostas

Dra. Zeisa Teixeira Hohl
Dra. Zeisa Teixeira Hohl
Dermatologista, Nutrólogo
Goiânia
olá , qualquer medicamento que iniba o apetite e diminua a nutrição do corpo pode causar queda de cabelos. Será fazer uma melhor avaliação
1 respostas

Depende do tipo de alopecia que você teve. Há certos tipos de falhas que não retornam. Ficam como cicatrizes.
2 respostas

É preciso uma consulta dermatológica para avaliar a alopecia, pois existem vários tipos e diversas causas para a queda de cabelo, como fatores emocionais, hormonais, cosméticos e medicamentosos.
3 respostas

Dr. Flavio Leme Ferrari
Dr. Flavio Leme Ferrari
Dermatologista
Rio Verde
Impossível responder sem uma avaliação clínica completa e diagnóstico dessa alteração.
Recomendo que procure um dermatologista, que após a consulta e talvez exames complementares, poderá…
2 respostas

Dra. Taciana Medeiros
Dra. Taciana Medeiros
Especialista em medicina estética
Rio de Janeiro
Boa noite! Existem varios tratamentos para queda de cabelo em mulheres. Desde soluções tópicas, via oral e aplicações de substâncias no couro cabeludo. Os resultados são muito satisfatórios dependendo…
5 respostas

Dr. Danilo Talarico
Dr. Danilo Talarico
Dermatologista, Especialista em medicina estética
Campinas
Olá, alfa estradiol topicamente não temos uso frequente por estudos não trazerem resultados palpáveis. Temos medicações mais eficazes. Disponha.
2 respostas

Bom dia!
Para essa fase, da entrada na menopausa e calor excessivo, o especialista a ser procurado é o endocrinologista ou ginecologista.
No entanto, para a queda de cabelo, o especialista…
2 respostas

Se vc estiver apresentando um quadro de alopecia areata, sim. Existe mta chance de recuperar essa perda. Porem, existem algumas “quedas de cabelos” consideradas “alopecias cicatriciais”, e nesses…
4 respostas

Dra. Helen Mara Lucarelo Gomes Protta
Dra. Helen Mara Lucarelo Gomes Protta
Especialista em medicina estética
São Paulo
Olá! Há inúmeras causas de queda de cabelo. Quando ocorre por ação de algumas quimioterapias tem o nome de Eflúvio Anágeno. Já, alguns tipos de câncer podem tb causar queda de cabelo por serem…
4 respostas