Consultório

Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Ouro Preto, Belo Horizonte
Consultório particular (mapa)

Próxima data disponível:

Mostrar o calendário
(31) 3498.....
(31) 99953.....

Consulta domiciliar psicologia

Psicoterapia

Consulta psicológica do adolescente +11 mais

Consulta psicológica da criança

Primeira consulta psicologia

Consulta psicológica do idoso

Mostrar mais serviços

Experiência

Sobre mim

Sou graduada em psicologia e Ciências Sociais, e pós-graduada em Psicanálise Clínica pela PUC Minas. Desde 2015 dedico-me a psicologia clínica de cria...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Psicanálise
  • Dependências
  • Depressão
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Conflitos de relacionamento
  • Alucinações
  • Procrastinação
Mostrar mais doenças

Formação

  • Especialista em psicanálise, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, 2017
  • Psicológo, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, 2015

Fotos


Idiomas

Português, Italiano

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
2 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
P
Local: Consultório particular Acompanhamento psicológico

Pontos positivos
Atenciosa, parece ser competente, gentil, educada, flexível quanto à negociação de preços.

Dra. Judy Cavenago

Muito Obrigada, por suas observações e opiniões. São gratificantes e incentivadoras! Grande abraço!


A
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Profissional super atenciosa e precisa nas intervenções. Super recomendo.

Dra. Judy Cavenago

Muito obrigada! Fico feliz por suas considerações. Elas são ótimos incentivos para que eu busque continuamente melhorar. Um grande abraço!


Serviços e preços

Consulta domiciliar psicologia


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Psicoterapia


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Consulta psicológica do adolescente


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Psicoterapia criança


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Consulta psicológica domiciliar


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Consulta psicológica da criança


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Primeira consulta psicologia


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Psicanálise


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Atendimento na clínica social


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Consulta psicológica do idoso


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Consulta psicológica do adulto


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Avaliação psicológica


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Anamnese psicológica


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular


Consulta psicologia


Rua Monteiro Lobato, 315 (sl 702), Belo Horizonte

Preço não relatado

Consultório particular

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
2 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
P
Local: Consultório particular Acompanhamento psicológico

Pontos positivos
Atenciosa, parece ser competente, gentil, educada, flexível quanto à negociação de preços.

Dra. Judy Cavenago

Muito Obrigada, por suas observações e opiniões. São gratificantes e incentivadoras! Grande abraço!


A
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Profissional super atenciosa e precisa nas intervenções. Super recomendo.

Dra. Judy Cavenago

Muito obrigada! Fico feliz por suas considerações. Elas são ótimos incentivos para que eu busque continuamente melhorar. Um grande abraço!


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

16 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Transtornos Mentais

    Tenho 16 anos e desde que tenho memória tenho certos momentos que me encontro fora de mim, sinto vontade de fazer dano as pessoas e as vezes tenho alguns acessos de risos sem causa, porem eles passam de uma hora para outra e se vão. Isso está relacionado a algo como bipolaridade ou psicopatia?

    Boa tarde. Os eventos que você descreve podem possuir diversos aspectos e estarem ligados a múltiplas variáveis. É muito positivo sua busca por respostas. Sugiro que consulte com um psicólogo ou com um psicanalista, em paralelo a uma consulta com um psiquiatra. Sugiro também que envolva seus familiares neste processo. Um abraço.

    Dra. Judy Cavenago

  • Pergunta sobre Transtorno Da Conduta

    Quando era criança tinha a mania de mastigar a lingua me dava uma sensação boa, mas naturalmente parou. Um dia desses um parente me lembrou que eu tinha esse hábito. É incrível mas instantaneamente a "mania" voltou! Desde então mastigo a lingua sem parar e agora piorou, eu peguei a mania de ficar passando a unha na linha, arranhando e está causando pequenas lesões e dor qdo eu como. Horrível, mas definitamente não consigo parar está incontrolável! Como posso tratar?

    Olá! Provocar a dor no corpo consequentemente leva a evitar outras dores psíquicas mais angustiantes. Procure um profissional de psicologia para que você possa trabalhar estes rituais. E procure também um médico especialista verificar as condições de sua saúde bucal. Espero ter ajudado. Um abraço.

    Dra. Judy Cavenago

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Sou graduada em psicologia e Ciências Sociais, e pós-graduada em Psicanálise Clínica pela PUC Minas. Desde 2015 dedico-me a psicologia clínica de cria...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Psicanálise
  • Dependências
  • Depressão
Veja mais

Tratar condições médicas

  • Conflitos de relacionamento
  • Alucinações
  • Procrastinação
Mostrar mais doenças

Formação

  • Especialista em psicanálise, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, 2017
  • Psicológo, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, 2015

Fotos


Idiomas

Português, Italiano

Artigos

Angústia

A angústia, por ser um temor do desconhecido, por vezes é inominável para quem a sofre e, às vezes, incompreensível para quem convive com pessoas angustiadas. Pode apresentar-se por sensações físicas, como dor no peito, sensações de sufocamento, taquicardia, e/ou emocionais como tristeza profunda, insegurança, medo, ansiedade, insônia, etc. Pode surgir frente a lembranças ou fatos por acontecer. Caso seja uma sensação recorrente deve-se buscar ajuda profissional, evitando-se maiores sofrimentos físicos e psíquicos.


Alucinações

As alucinações caracterizam-se por não ter um objeto real, ou seja, não há nada externo ligado àquela percepção. Mas para quem as tem elas são reais. Porém, as alucinações podem originar-se de patologias psiquiátricas como também do abuso de drogas, uso de medicamentos e estar associadas à stress, fadiga, medo, febres, privação de sono, etc. Podem ser visuais (faíscas, figuras, pessoas, etc.), táteis (picadas, formigamento, animais peçonhentos, etc.) olfativas e gustativas (ex. odores desagradáveis, etc.), auditivas (zumbidos, vozes, gritos), cinestésicas (sensação de movimentos corporais involuntários) cenestésicas (sensação de apodrecimento de um órgão), sinestésicas (ex. ver a cor do som).


Abuso De Substâncias

O abuso de substâncias está relacionado não somente à dependência química, e sim à questões emocionais, psíquicas e por vezes psiquiátricas. Existem casos em que a pessoa utiliza o abuso de substância como forma de tratar-se (estados depressivos, ansiedade, etc.) sem ter consciência disto. Mas não pode-se generalizar, cada caso é um caso e cada pessoa relaciona-se de forma diferente com sua dependência.

Veja todos os artigos