Existe uma abordagem teórica que lida melhor com a ansiedade? Para um paciente que se queixa de não

7 respostas
Existe uma abordagem teórica que lida melhor com a ansiedade? Para um paciente que se queixa de não querer só ser ouvido, mas ter um retorno do profissional no que diz respeito à evolução do quadro e técnicas para o tratamento do transtorno?
Olá! Há alguns estudos comparativos que indicam a abordagem analítico comportamental (terapia comportamental) como uma das mais sólidas para o tratamento de ansiedade. Existem protocolos com décadas de experiência que são muito eficazes até hoje, além de inúmeras técnicas que são estudadas e desenvolvidas nos dias de hoje. O diferencial está na forma de análise do caso que o analista do comportamento aborda o caso, estabelecendo uma relação entre os sintomas e as funções que eles cumprem na vida da pessoa. Aborda-se tanto o controle dos sintomas (pelas técnicas ensinadas em sessão e aplicadas a qualquer momento pelo cliente em seu cotidiano) quanto os fatores que causam a ansiedade, podendo ser elementos específicos ou mesmo pensamentos abstratos (e como o cliente pode mudar sua relação com esses fatores). Um bom profissional produzirá dados objetivos (quantitativos e qualitativos) para observar a evolução do caso e deverá compartilha-los com o paciente.

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
Olá, entendo que na sua pergunta há duas solicitações: na primeira você busca uma interatividade com o psicólogo/psicanalista para que ele possa lhe ajudar a pensar e compreender aquilo que está se passando na sua vida; a segunda solicitação remete ao seu sofrimento e sua busca por um profissional que possa lhe acolher e também ajude você a lidar melhor com o que está lhe afligindo. Penso que esses pedidos são legítimos e um bom profissional lhe dará essas devolutivas ao longo do tratamento. Diante disso, suponho que a psicanálise pode lhe auxiliar.

A terapia cognitivo comportamental é uma forma de terapia objetiva.
O terapeuta trabalha em conjunto com o paciente, aplicando e ensinando uma serie de técnicas para que a pessoa possa sentir-se melhor, ao mesmo tempo em que adquire autoconhecimento.
O paciente tem atividades de casa e o terapeuta trabalha com a psicoedcucação.

olá, procure uma abordagem chamada TCC (terapia cognitivo comportamental), ela geralmente envolve "tarefas de casa" não se foca somente a sessão de terapia, na semana seguinte você deve levar a tarefa concluída para também dar continuidade ao trabalho. Esta abordagem trabalha diretamente as questões que o paciente tras como queixa.

A Terapia Cognitivo Comportamental, alem de trabalhar com a resolução de problemas ,gerenciamento de estresse,ajuda o paciente adquirir novas habilidades através da explicações com ajuda de gráficos, sobre o transtorno de ansiedade, para que o paciente compreenda bem o seu próprio funcionamento e aprenda com sua experiência terapeutica a controlar -se sozinho, flexibilizando seus pensamentos e preocupações e retomando atividades que antes fazia com prazer , que foram negligenciadas por causa da ansiedade.

Dados estatísticos comprovam que todas as abordagens da psicologia são eficazes. Sejam as abordagens psicodinâmicas, comportamentais ou existenciais-humanistas. O sucesso é de cerca de 87%, quando o paciente se compromete com a terapia.

A diferença se dá no jeito de ser de cada paciente, e não no manejo terapêutico de cada abordagem em si.

Em sua pergunta fica muito evidente o desejo de interação entre paciente e terapeuta. Isso é um forte indicativo para a psicologia existencial humanista (a mais relacional dentre todas) ou a psicologia comportamental (a mais pragmática dentre todas).

Espero ter ajudado. Bom tratamento.

Olá ..
Está pressa em obter resposta, nada mais é do que a tal ansiedade.
O feedback é dado ao paciente, quando o profissional achar que é necessário este tipo de intervenção.
Creio que não seja questão de abordagem teórica, mas sim de manejo .

Atenciosamente : Roberta Araújo

Especialistas

Manuela Figueiredo

Manuela Figueiredo

Psicólogo

São Paulo

Ludmilla Carvalho

Ludmilla Carvalho

Psicólogo

Brasília

Andrea Ladislau

Andrea Ladislau

Psicanalista, Psicopedagogo

Rio de Janeiro

Vanderson Barreto Rocha

Vanderson Barreto Rocha

Psicanalista, Psicólogo

Juiz de Fora

Cláudia Silva de Holanda

Cláudia Silva de Holanda

Psicólogo

Fortaleza

Ana D´Araújo

Ana D´Araújo

Psicanalista

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 228 perguntas sobre Transtornos de Ansiedade Generalizados

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.