Sempre tive dificuldades de evacuar e soltar os gases, então segui para o gastro. Ela prescreveu uma

1 respostas
Sempre tive dificuldades de evacuar e soltar os gases, então segui para o gastro. Ela prescreveu uma dieta e alguns laxantes para melhorar o trânsito intestinal. Durante o tratamento (4 meses) senti melhora no trânsito do intestinal e passei a ir regularmente ao banheiro e soltar os gases presos. Contudo, ao fim do tratamento (agora em novembro) senti o intestino voltar a prender novamente junto com a dificuldade de aliviar os gases. Não sei mais o que fazer pois mantive a dieta e exerciicios regulares. Devo ir ao proctologista?
Milhões de pessoas tem intestino preso, em particular mulheres, idosos, pessoas em uso de certas medicações(como alguns antidepressivos , antiácidos e ferro, entre muitas outras), pessoas no leito e durante ou após a gravidez. Claro que não se resume a isso. De fato na prática clínica vemos pessoas em várias idades e situações com o intestino preso.


=============Para o diagnóstico adequado é preciso uma História Clinica bem detalhada. É lógico que problemas de saúde anteriores e uso de medicações devem ser vistos detalhadamente. O tempo em que existe a obstipação também é fundamental. É claro que para isso é preciso atenção ao paciente. É muito importante saber se há situações como sangramento, dor para evacuar e o histórico pessoal e familiar, incluindo história familiar de câncer de intestino. A situação nutricional, emocional e as cirurgias anteriores, incluindo partos, também são importantes. Deve-se conhecer tratamentos anteriores, já que é comum o uso de laxantes, com ou sem orientação médica.


==============Para um diagnóstico preciso é necessário um Médico qualificado e que saiba fazer ou interpretar desde exames simples até os mais sofisticados. Por isso que sempre insisto na qualificação e experiência do Médico. Há quem ache que é um problema fácil e banal, mas o Médico que conhece as inúmeras causas da obstipação avalia seu paciente com cuidado. Por exemplo, se a obstipação acontece pela presença de uma obstrução, por exemplo um câncer de intestino, o uso de fibras pouco irá ajudar.


=================O tratamento, como tudo em Medicina, deve ser personalizado. Não se deve usar laxantes sem indicação ou acompanhamento médico, e não são todas as pessoas que melhoram apenas com medicamentos. Cada caso deve ser visto individualmente. Como dizia o grande médico William Osler:

“O BOM MÉDICO TRATA A DOENÇA, MAS O GRANDE MÉDICO TRATA O DOENTE”.


No seu caso, entendo que poderá conversar com seu médico(a) quanto ás causas e tratamento do intestino preso.
Um bom Médico terá a sua História Clínica detalhada. Isso inclui os medicamentos que você toma, internações e cirurgias anteriores, doenças atuais, História Familiar, alergias, hábitos, situação nutricional e estado emocional.
Com esses dados um bom Médico conseguirá fazer um Raciocínio Clínico adequado e saberá como lidar com o intestino preso.

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?

Especialistas

Wladimir Burlamaqui do Rego Monteiro Filho

Wladimir Burlamaqui do Rego Monteiro Filho

Endoscopista, Gastroenterologista, Cirurgião do aparelho digestivo

Teresina

Carolina Vieira de Faria

Carolina Vieira de Faria

Coloproctologista, Cirurgião geral

Juiz de Fora

Priscilla Pereira dos Reis

Priscilla Pereira dos Reis

Gastroenterologista

Belo Horizonte

Leonardo Guedes

Leonardo Guedes

Coloproctologista

Rio de Janeiro

Erica Moraes Gracio

Erica Moraes Gracio

Coloproctologista

Rio de Janeiro

Nathassia Sousa

Nathassia Sousa

Pediatra

Niterói

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 56 perguntas sobre Constipação intestinal crônica

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.