Tenho uma noiva alcoólatra e não quer ajuda de ninguém, não quer tratamento e se diz beber normal ( media de 14 latinhas diárias). Que fazer?
Dr. Vitor Moreno Chaddad
Dr. Vitor Moreno Chaddad
Psiquiatra
São José do Rio Preto
Boa noite! Ela tem que aceitar o tratamento. Cado esteja se colocando em risco ou com quadro clínico que pode causar ameaça a vida, pode se pensar na internação involuntária. Porém esta opção é a última, visto que causa raiva e não engaja a paciente em se tratar. O mais comum é pacientes assim só procurarem tratamento espontaneamente quando perceberam o dano que a dependência causou na sua vida. Converse com um médico.
Atenciosamente,
Dr Vitor M Chaddad

Esse consumo diário de álcool supera em muito o máximo admitido, sendo assim, tem alto risco de dependência de álcool. Precisa ir a um profissional de DQ, que seja capaz, através de entrevista motivacional, mudar esse hábito. O AA é o melhor tratamento, mas o paciente precisa estar motivado para mudar.

Ela se encontra na fase que chamamos de pré contemplação, em que não aceita que está doente e muito menos o tratamento. A melhor alternativa é, através do apoio da família, buscar mostrar para ela a dimensão de prejuízos que o álcool está provocando em sua vida, a fim de que ela mude de perspectiva e passe para um diagnóstico situacional contemplativo, a partir do qual possa aceitar com menor resistência as intervenções da equipe de saúde.

Especialistas em Alcoolismo

Flavio Mitio Takahagui

Flavio Mitio Takahagui

Psiquiatra

São Paulo

Sandro Gouvea Bruno

Sandro Gouvea Bruno

Psiquiatra

Florianópolis

Dagmar Silva Ramos

Dagmar Silva Ramos

Psiquiatra

Goiânia

Ana Maria Bebik Dos Santos

Ana Maria Bebik Dos Santos

Psiquiatra

Curitiba

Helio Fádel

Helio Fádel

Psiquiatra

Juiz de Fora

Guilherme Veloso de Andrade

Guilherme Veloso de Andrade

Psiquiatra, Médico clínico geral

Varginha

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 56 perguntas sobre Alcoolismo

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.