Adenoidectomia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Remoção cirúrgica das glândulas adenóides da região entre as vias respiratórias e a parte posterior da garganta (nasofaringe). As adenóides alcançam seu tamanho máximo durante a puberdade, momento em que começam a diminuir. Seu crescimento (que no jargão médico se denomina hipertrofia de adenóides) ou sua infecção crônica ocorrem durante a infância, mas sua extração (adenoidectomia) está justificada somente em casos de obstrução nasal persistente e em casos de infecções freqüentes. Trata-se de uma intervenção excepcional em adultos. É necessário permanecer em jejum oito horas antes da operação. Insere-se um tubo respiratório pela boca e garganta do paciente em sono profundo e livre de dores (sob anestesia geral). Insere-se também um pequeno instrumento que vai manter a boca do paciente aberta. Remove-se o tecido adenóide e controla-se o sangramento. Após a cirurgia, o paciente vai permanecer na sala de recuperação até que acorde e esteja apta a respirar com facilidade, tossir e deglutir. Na maioria dos casos, o tempo de permanência no hospital é de 5 a 10 horas. Quando se dá alta ao paciente, o otorrinolaringologista prescreverá o tratamento com antibióticos. Geralmente não é necessário indicar tratamento para dor. Após a intervenção é conveniente o repouso relativo e evitar exercícios bruscos. Nos primeiros dias posteriores a intervenção se deverá seguir uma dieta leve e fria. Há medicamentos como o ácido acetilsalicílico (aspirina) que interferem na coagulação, procure evitá-los, antes e depois da intervenção.

Especialistas em adenoidectomia

Encontre um especialista em Adenoidectomia na sua cidade:

Perguntas sobre Adenoidectomia

Nossos especialistas responderam a 29 perguntas sobre Adenoidectomia

Boa noite! A hipertrofia (aumento de volume) da adenoide pode causar obstrução nasal e consequente retenção de secreção nasal mais intensa. Isso, por consequência, pode aumentar episódios de…
1 respostas

Olá,
O pós-operatório de remoção de amígdalas e adenóide pode ser bastante desconfortável.
A queixa de dor de ouvido é comum e conhecida como dor "referida" devido a inervação…
1 respostas

Prezada internauta, a respiração do seu filho vai depender de vários fatores, como rinite, alteração de crescimento da face, principalmente o céu da boca, pois ele ficou muitos anos respirando…
1 respostas

Especialistas falam sobre Adenoidectomia

A Adenoidectomia é a remoção das adenóides, que são órgãos linfóides presentes na região da nasofaringe. Em alguns casos, as adenóides são muito hipertrofiadas (aumentadas), o que causa uma dificuldade respiratória, principalmente em crianças, levando a quadros de roncos, respiração oral, otites recorrentes e apnéia do sono. A atual técnica de Adenoidectomia, utiliza-se da videonedoscopia, possibilitando um menor trauma, com mínimo sangramento e com bastante segurança no resultado pós-operatório.

Paulo Saraceni Neto

Otorrino

São Paulo


Cirurgia cujo objetivo é a remoção da tonsila faríngea ou adenóide. É uma das cirurgias mais realizadas no mundo e altamente segura. Principais indicações: Hipertrofia da adenóides (respiração oral e roncos) e Otites Médias Recorrentes. Técnica: realizada sempre sob anestesia geral, duas técnicas merecem ser citadas: Tradicional: utilizando um instrumento para abrir a boca a adenóide é palpada e removida através da boca utilizando curetas de tamanhos variados. Endoscópica Transoral com Microdebridador: com o auxílio de endoscópio algulado e câmera HD toda a adenóide é identificada e removida através da boca com uso de Microdebridador. Técnica preferêncial nos casos de otites recorrentes.

Édio Cavallaro

Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Adenoidetomia é a cirurgia das adenoides normalmente tem algumas indicalçoes: Quando apresenta hipertrofiadas ou seja aumentadas e isto incomoda a respirar,falar e comer. Quando apresenta um numero recorrente de infecções o qual atrapalhar o paciente pois toma muitas medicações, vai muitas vezes ao médico E pode ser acompanhada da cirurgia das amigdalas que é quando ela estão aumentadas e ou infeccionam recorrentemente. Realizo a cirurgia em um sábado pela manha e no final da tarde, se tudo ocorrer bem terá alta. É realizado dentro da boca, se cortes visíveis no pescoço e sem deslocar a mandíbula.

Pode ser necessário remover as adenóides se o seu filho tiver: • Problemas para respirar pelo nariz • Dificuldade durante o sono como roncos e respiração irregular • Sonolência excessiva durante o dia • Infecções ou líquido retido no ouvido (otite média) • Sinusite recorrente ou persistente A operação é realizada por um otorrinolaringologista e leva cerca de 30 minutos. A criança dorme (anestesia geral) durante o procedimento e nenhuma incisão externa é realizada. A remoção acontece pela boca sem "deslocar" a mandíbula. A técnica mais moderna e segura é a que utiliza a video-endoscopia para verificar remanescente (resto) de adenóides. Recuperação em casa por 1 semana.

A "carne esponjosa" ou adenóide fica entre o nariz e a garganta, ela mora no centro das narinas. Trata-se de um tecido linfóide, uma porta de entrada do sistema de defesa de nosso organismo que cresce até a puberdade. O seu aumento pode causar obstrução da via aérea levando a criança a roncar, ter noites agitadas e mal dormidas, prejudicando o desenvolvimento, crescimento e rendimento escolar… O tratamento pode ser medicamentoso ou cirúrgico conforme o caso.

Adenoíde é uma "carne" que cresce no fundo do nariz muito comum em crianças que apresentam roncos noturnos e respiração pela boca . Orientamos sempre procurar o médico especialista o mais cedo possível para evitar danos e sequelas na vida destes pacientes como; apneia, deformidade na face ,infecções recorrentes ,atraso no crescimento e até mesmo atraso escolar por apresentar péssima qualidade no sono. Como tratamento podemos acompanhar clinicamente nos casos mais simples ou em casos extremos indicar cirurgia para remoção da adenóide. Hoje existem técnicas conservadoras de tratamento cirúrgico com auxílio de vídeo para minimizar as recidivas e sangramentos.

Jose Stenio Ponte Dias Filho

Otorrino

Brasília


Essa cirurgia remove Adenóides hipertrofiadas (crescimento exagerado) que estejam obstruindo o nariz e causando obstrução nasal, respiração bucal, apnéia do sono ou sinusites de repetição. Como esse problema é mais frequente em crianças, é uma cirurgia realizada principalmente nessa faixa etária. É realizada sob anestesia geral, com toda a segurança de um bom hospital e a criança recebe alta no mesmo dia. Muitas vezes é necessário realizá-la juntamente com a cirurgia de amígdalas (amigdalectomia) já que são problemas que muitas vezes "andam" junto.

Quais profissionais realizam Adenoidectomia?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.