Avaliação de marcapasso - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em avaliação de marcapasso

Encontre um especialista em Avaliação de marcapasso na sua cidade:
Cartlos Eduardo Vilhena Favaro

Cartlos Eduardo Vilhena Favaro

Cardiologista

Santo André

Amira Rose Costa Medeiros

Amira Rose Costa Medeiros

Cardiologista

João Pessoa

Leonardo Celeste Mangili

Leonardo Celeste Mangili

Cardiologista

Maringá

Renata Pereira Mauro

Renata Pereira Mauro

Cardiologista

Vinhedo

Antonio Carlos Camargo Da Rosa

Antonio Carlos Camargo Da Rosa

Cardiologista

Francisco Beltrão

Rachel Vilela de Abreu

Rachel Vilela de Abreu

Cardiologista

São Luís

Perguntas sobre Avaliação de marcapasso

Nossos especialistas responderam a 14 perguntas sobre Avaliação de marcapasso

ola boa pergunta,
Para saber sobre o funcionamento do marcapasso deve ser feita a análise do aparelho por um computador específico da empresa responsável de acordo com a marca e modelo…
3 respostas

ola , boa pergunta.
esse tipo de situação deve ser avaliada pelo médico assistente responsável pelo aparelho.
Depende do tempo de implante, depende das características e aspecto…
3 respostas

O risco de desprogramação espontânea do marcapasso é extremamente baixo. Alguma condições, como por exemplo a exposição a campos eletromagnéticos, pode causas desprogramação do sistema. De modo…
2 respostas

Especialistas falam sobre Avaliação de marcapasso

Pacientes portadores de marcapasso, cardiodesfibriladores ou ressincronizadores cardíacos devem passar por avaliação do seu aparelho pelo menos a cada seis meses. Essa avaliação é realizada em consultório com um programador (computador) próprio. Através dessa avaliação podemos identificar a quantidade de bateria restante e detectar possíveis problemas de funcionamento, além de podermos ajustar a programação individualmente para cada paciente. É totalmente indolor, e deve ser realizado por um cardiologista arritmologista.

Fernanda Brasiliense Ladeira

Cardiologista

Rio de Janeiro


O marcapasso, também conhecido como dispositivo eletrônico cardíaco implantável - DCEI, é uma órtese indicada para os pacientes que apresentam bradicardia (quando o coração bate lentamente) e visa restabelecer o ritmo cardíaco através de pulsos elétricos que estimulam o coração na frequência adequada para o paciente. Estes pulsos são gerados pelo aparelho e enviados ao coração através do cabo-eletrodo. A unidade geradora do marcapasso é sutil e a técnica cirúrgica adota para seu implante é minimamente invasiva. Durante o procedimento é realizada anestesia local e sedação venosa com o objetivo de ser menos traumático possível, além de um estudo eletrofisiológico para garantir a melhor

Há 8 anos atuo na área de implante e revisão de dispositivos implantáveis, mais conhecidos do público em geral como "marcapassos". Existem 3 tipos de dispositivos, que são os marcapassos propriamente ditos, os desfibriladores cardíacos e os ressincronizadores cardíacos. Na programação inicial e consultas de revisão posteriores o mais importante além de checar a integridade do sistema seria achar o melhor ajuste dos parâmetros visando especificidades de cada paciente. Ou seja, uma programação personalizada para cada indivíduo, com o objetivo de promover uma interação adequada entre "marcapasso" e o organismo da pessoa que o carrega, na tentativa de melhorar a sua qualidade de vida.

Todo dispositivo cardíaco implantável necessita de avaliação clínica e eletrônica periódica. A análise destes aparelhos se chama telemetria e é feita em intervalos variados, dependendo do tipo de dispositivo e da fase do tratamento de cada paciente. Geralmente avaliamos os pacientes a cada 4 ou 6 meses, sendo que este período pode mudar no caso de intercorrências clínicas. Durante a avaliação eletrônica conferimos o nível da bateria, a integridade do sistema de estimulação e a ocorrência de arritmias através da monitorização contínua feita pelo aparelho em questão.

Vitor Fontes

Cardiologista

Belo Horizonte

Agendar uma visita

Consulta cardiológica periódica para portadores de dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis (DCEI), principalmente marcapassos cardíacos, mas também desfibriladores, ressincronizadores e monitores de eventos implantáveis. Utilizando programador eletrônico específico, semelhante a um laptop, é realizada leitura dos parâmetros e informações de programação do marcapasso, sendo possível o diagnóstico de arritmias, saber o tempo restante de bateria, comportamento e atução do marcapasso, entre muitos outros detalhes. A adequada avaliação clínica e eletrônica do marcapasso, com atenção a todos os recursos disponíveis, permite personalização do tratamento e qualidade de vida total.

Luciano Jannuzzi Carneiro

Cardiologista, Cirurgião cardiovascular

Santos

Quais profissionais realizam Avaliação de marcapasso?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.