Fistulectomia ou fistulotomia anal - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - fistulectomia ou fistulotomia anal

Cristiano de Magalhães Nunes

Cristiano de Magalhães Nunes

Cirurgião geral, Coloproctologista

Goiânia

Agendar uma visita
Marison Koji Uratani

Marison Koji Uratani

Cirurgião geral, Coloproctologista

Londrina

Agendar uma visita
Walter Rodrigo Miyamoto

Walter Rodrigo Miyamoto

Coloproctologista, Cirurgião geral

São José dos Campos

Agendar uma visita
Thais Yuka Takahashi

Thais Yuka Takahashi

Coloproctologista

São Paulo

Agendar uma visita
Debora Ebert Esteves

Debora Ebert Esteves

Cirurgião geral, Coloproctologista

São Paulo

Agendar uma visita

Perguntas sobre Fistulectomia ou fistulotomia anal

Nossos especialistas responderam a 58 perguntas sobre Fistulectomia ou fistulotomia anal

Boa tarde.
Enquanto a fístula anal conseguir manter sua drenagem espontânea e o paciente mantiver sua imunidade intacta, ou seja, boa; a chance de evoluir para Sd Fournier é menor mas não…
2 respostas


ola!

O tratamento da fístula anal é cirurgico. Infelizmente ainda não conseguimos corrigir o problema sem cirurgia. Existem métodos menos invasivos como a cirurgia a Laser por exemplo
1 respostas


NESTE CASO PROCURAR UMA EMERGENCIA.
2 respostas

Especialistas falam sobre Fistulectomia Ou Fistulotomia Anal

Fistulas anais são a manifestação crônica do abscesso anal. Sua causa mais comum é a inflamação e infecção de glândulas no ânus. O tratamento é cirúrgico, e a técnica mais utilizada é a fistulotomia anal. A cirurgia consiste em identificar e abrir todo o trajeto da fístula, para uma cicatrização espontânea. É importante que o paciente saiba que pode haver recidiva ou incontinência fecal. Para evitar que isso aconteça, às vezes é necessário realizar a fistulotomia em dois tempos: passagem de um fio no trajeto numa primeira cirurgia, e a finalização da fistulotomia em outra cirurgia meses depois. Existem outras opções cirúrgicas para casos específicos.

As fístulas perianais apresentam diversas opções de tratamento, sendo que os mais efetivos e realizados são a fistulotomia em 1 ou 2 tempos. Os demais procedimentos se prestam a casos específicos, com adequada e cuidadosa discussão com o paciente acerca dos resultados. A fistulotomia se presta a abrir o trajeto ou túnel que se forma da glândula anal inflamada até a borda anal, atravessando diferentes espessuras do músculo do ânus. Esse último fator que determina, principalmente, se a cirurgia deverá ser feita em um ou dois tempos. A cirurgia em dois tempos coloca um fio, chamado de seton, envolvendo o músculo, para que ele não seja cortado de uma vez, aumentando a chance de incontinência.

Thais Yuka Takahashi

Coloproctologista

São Paulo

Agendar uma visita

Quais profissionais realizam Fistulectomia ou fistulotomia anal?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.