Laqueadura tubária - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - laqueadura tubária

Perguntas sobre Laqueadura tubária

Nossos especialistas responderam a 376 perguntas sobre Laqueadura tubária

Ligadura é feita para ser irreversível. É avisado para as pacientes sobre essa questão. Neste caso , o tratamento com fertilização assistida tem mais sucesso. No entanto, é de alto custo.
1 respostas


o risco de engravidar apos laqueadura é 1%.
1 respostas


melhor evitar exercicios mais intensos por no minimo 30 dias. Levantar peso com mais de 20 kg, aguardar 90 dias
1 respostas

Especialistas falam sobre Laqueadura tubária

A laqueadura é considerada uma forma definitiva de esterilização da mulher. Pode ser feita por via vaginal, abdominal aberta ou por laparoscopia. Os critérios para realização do procedimento são: - ter acima de 25 anos, independente do número de filhos; - ter 2 filhos vivos, independente da idade; - aguardar 60 dias após a indicação para realização do procedimento; - ter boas condições de saúde para ser submetida a um procedimento cirúrgico No caso de casamento ou união estável, a assinatura do parceiro em um termo de consentimento é obrigatória.

Paula Guastaferro Magalhães

Ginecologista

Belo Horizonte


Ligadura de Trompas ou Laqueadura é uma cirurgia para a esterilização voluntária definitiva, na qual as trompas da mulher são amarradas ou cortadas, evitando que o óvulo e os espermatozoides se encontrem. É um método contraceptivo definitivo, é uma esterilização e não um método anticoncepcional. Para essa esterilização, é requisitado um intervalo de 60 dias entre a vontade de realizar e o ato cirúrgico. A laqueadura não altera o ciclo menstrual e nem causa alteração nos níveis hormonais femininos. pesar de ser raro, há casos em que o dispositivo contraceptivo falhe e a mulher engravide, mas essa taxa é pequena, 0,1 a 0,3 por 100 mulheres por ano.

Marcelo Ponte

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita

A laqueadura tubária fora do período da gravidez é um procedimento autorizado pelos planos de saúde, desde que seja respeitado os critérios da lei: mulheres maiores de 25 anos ou, pelo menos, com dois filhos vivos, desde que observado o prazo mínimo de 60 dias entre a manifestação da vontade e o ato cirúrgico. A videolaparoscopia veio para simplificar ainda mais o procedimento, com possibilidade de rápida recuperação e retorno para atividades.

Michelly Azevedo Da Motta

Ginecologista

Rio de Janeiro


A laqueadura tubária é um procedimento de anticoncepção definitiva que consiste na obstrução cirúrgica das trompas uterinas. Pode ser realizada por via laparoscópica, por celiotomia ou por via histeroscopia, sendo que o princípio básico é a interrupção da passagem dos espermatozoides pelas trompas.O casal deve manifestar livre e espontânea vontade, após serem explicados todos os métodos anticoncepcionais existentes. O fundamento básico antes de se optar pela realização de qualquer método cirúrgico para anticoncepção é que o casal sempre deve estar ciente sobre todas os demais métodos anticoncepcionais.

É a cirurgia realizada com o intuito de planejamento familiar. Nesta cirurgia a tuba uterina é “ligada”. Em meu trabalho, opto pela realização da salpingectomia, ou seja, retiro a tuba uterina. Estudos comprovaram que umas das possíveis origens do câncer de ovário está na tuba uterina. Assim, retirando a tuba uterina, prevenimos o câncer de ovário. Pode ser realizada por via abdominal (aberta, com corte), laparoscópica (por videolaparoscopia) ou vaginal.

Sibele Klitzke

Ginecologista

Porto Alegre


De acordo com a legislação brasileira o procedimento pode ser realizado no momento do parto para quem já está realizando a terceira cesariana ou possui algum problema grave de saúde. Fora do ciclo gestacional qualquer mulher com mais de 25 anos ou 2 filhos vivos pode realizar o procedimento, sendo sempre a preferência pela via laparoscópica.

A Ligadura de Trompas ou Laqueadura é uma cirurgia para esterilização voluntária definitiva, na qual as trompas da mulher são cortadas ou amarradas, evitando que o óvulo e os espermatozóides se encontrem. Antes de realizar a cirurgia, a mulher deve analisar outras formas de evitar a gravidez, pois a Ligadura de Trompas é uma esterilização e não um método anticoncepcional. O tempo de recuperação varia de acordo com a paciente e o tipo de anestesia utilizado. A Laqueadura não altera o ciclo menstrual e nem causa alterações nos níveis hormonais femininos.Apesar de ser raro, há casos em que o método contraceptivo falhe e a mulher engravide (0,1 a 0,3 por 100 mulheres/ano).

Marina Peres

Ginecologista

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

É a ligadura/secção do segmento entre os ovários e o útero, chamado trompas ou tubas, levando a interrupção do trajeto do óvulo ou do espermatozóide durante a relação, impossibilitando procriação, chamada esterilidade. O procedimento precisa ser claramente discutido entre paciente e marido, necessitando termo de consentimento esclarecido, assim como boa indicação, já que os índices de pessoas que querem desfazer, é alto. Pode ser realizado de maneira aberta, no entanto nossa equipe tem realizado por laparoscopia com apenas uma incisão umbilical em portal único, recebendo a paciente alta no mesmo dia do procedimento.

Julio Cezar Cechinel Filho

Cirurgião geral

Meleiro

Quais profissionais realizam Laqueadura tubária?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.