Preservação da fertilidade - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em preservação da fertilidade

Encontre um especialista em Preservação da fertilidade na sua cidade:
Antonio Paulo Malmann

Antonio Paulo Malmann

Ginecologista

Campos Novos

Carlos Jose da Fonseca

Carlos Jose da Fonseca

Ginecologista

Cabo de Santo Agostinho

Norberto Nora

Norberto Nora

Ginecologista

Caxias Do Sul

Rozeilda Francisca

Rozeilda Francisca

Ginecologista

Ana Lucia Neves Semmelmann

Ana Lucia Neves Semmelmann

Ginecologista, Radiologista

Porto Alegre

Adriana Moise

Adriana Moise

Ginecologista

Itaquaquecetuba

Perguntas sobre Preservação da fertilidade

Nossos especialistas responderam a 1 perguntas sobre Preservação da fertilidade

Por regra, se utiliza uma pilula combinada (estrogênio + progesterona) de maneira correta e houve apenas um atraso de 13h em apenas uma pílula em toda a cartela, não deve existir risco aumentado…
2 respostas

Especialistas falam sobre Preservação da fertilidade

Uma das maiores causas de infertilidade é a Endometriose que em alguns casos o procedimento cirúrgico é essencial para o tratamento. Realizar o procedimento com um profissional capacitado e especialista em reprodução humana é primordial a fim de preservar a fertilidade. Para isso a abordagem cirúrgica da endometriose requer cirurgia minimamente invasiva com Videolaparoscopia também de alta resolução com recursos de imagem digital em FULL HD, com instrumental próprio para endometriose , bisturi ultrassônico e bipolar de última geração com manutenção e renovação constante. O hospital deve dispor de serviço de cuidados intensivos pós-operatórios e estar de acordo com padrões qualidades.

Corival Castro

Ginecologista

Goiânia


A evolução das técnicas de congelamento de células e tecidos nos permite hoje o congelamento eficaz de embriões , óvulos e até mesmo tecido ovariano. Antes utilizado apenas para casos oncológicos, onde os tratamentos de quimio e radioterapia trazem danos definitivos à reserva de óvulos da mulher, o congelameto de óvulos tornou-se uma opção para mulheres que desejam preservar a fertilidade por motivos de adiamento da maternidade ( ausência de parceiro, trabalho, estudos , etc..) ou que estão sob risco de perda de sua reserva( p.ex endometriose). A qualidade cromossômica dos óvulos diminui com a idade, de modo que o congelamento oocitário realizado antes dos 37 anos traz melhores resultados.

Fabio Biaggioni Lopes

Ginecologista

São José dos Campos

Agendar uma visita

Hoje, as mulheres que querem preservar sua fertilidade (para engravidar no futuro), contam com a ajuda da medicina reprodutiva: o congelamento de óvulos é uma realidade. A busca por um melhor posicionamento no mercado de trabalho ou pelo desenvolvimento profissional, entre outras demandas da vida moderna, são motivos comuns para adiar uma gravidez. Para essas mulheres, o congelamento de óvulos é a alternativa que a tecnologia oferece para preservação do potencial reprodutivo, já que, com o avanço da idade, é esperada uma redução significativa da qualidade dos óvulos.

As indicações principais para congelamento de óvulos é no diagnostico de câncer em mulheres de idade reprodutiva que irão passar por tratamentos como quimioterapia e/ou radioterapia na região pélvica. Nestes casos, a retirada dos óvulos para o congelamento deve ser realizada antes do início do tratamento, sempre com o acompanhamento do oncologista. Também podem congelar óvulos pacientes que serão submetidas a cirurgias de endometriose, retirada de um ou dos dois ovários, retirada de tumores benignos e cistos também podem congelar seus óvulos, pois tais cirurgias podem afetar a reserva ovariana. Além de mulheres que queiram postergar a maternidade por causa da profissão ou outros motivos.

Carla Iaconelli

Ginecologista

São Paulo


Adiar a maternidade é uma escolha cada vez mais frequente. Mas é preciso estar atenta, pois a fertilidade tem uma queda natural com o passar dos anos. Daí a importância de conversar com um médico especialista em reprodução humana sobre técnicas para preservar a ferilidade, como o congelamento de óvulos. O principal método utilizado atualmente é a vitrificação. Depois de descongelado, o óvulo se torna igual ao óvulo fresco, porém é importante ressaltar que o congelamento não garante a gravidez, já que outros fatores envolvem a fertilização e a implementação no útero.

Gabriel Monteiro

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita

Na última década tem aumentado a quantidade de Mulheres que almejam o sucesso profissional e desejam cargos que exigem aproveitamento de todo seu potencial produtivo, culminando em 10-15 anos de dedicação à profissão, resultando em desejo de maternidade com 35-40 anos de idade, na qual muitas já sabem nas dificuldade de gestação pelo potencia ovulatório, além dos riscos de síndromes e malformações. Então há a opção de se proceder com o congelamento de óvulos ainda em idade jovem, possibilitando reserva futura mediante situação de Infertilidade ou reduzir riscos de doenças genéticas aos conceptos. Outra utilidade seriam para pacientes a serem submetidas a tratamentos Quimioterápicos.

Luis Ie

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita

Alguma mulheres optam por postergar a maternidade, seja por razões médicas (como um câncer) ou por razões sociais. A quimioterapia e a radioterapia são armas na luta contra o câncer, mas um dos efeitos colaterais é a falência ovariana. Muitas mulheres entram na menopausa e o sonho de ser mãe com os óvulos próprios pode chegar ao fim. Outro fator importante é a idade da mulher, já que com o avançar da idade a taxa de gravidez diminui e ocorre o aumento da taxa de abortamento. Por isso pode-se optar por preservar a fertilidade através do congelamento de óvulos. No momento que desejar a gravidez, descongelamos os óvulos, formamos o embrião e transferimos para o útero.

Alexandre Lobel

Ginecologista

São Paulo

Agendar uma visita

As mulheres já nascem com um número pré-determinado de óvulos que, com o passar do tempo, vão diminuindo em quantidade até a chegada da menopausa. Por isso, o congelamento é uma opção de preservação dos óvulos, possibilitando à mulher postergar uma gravidez e manter por mais tempo a sua fertilidade. Os óvulos são congelados com o nitrogênio líquido, em temperaturas baixíssimas.

Ines Katerina D. Cavallo Cruzeiro

Ginecologista

Belo Horizonte


Consiste no congelamento de óvulos ou espermatozóides para posterior uso. Os casos mais comuns são as mulheres com 30 anos que não possuem previsão de gestação ou em casos oncológicos para mulheres ou homens que usarão tratamento quimioterápico com prejuízo da qualidade dos óvulos/espermatozóides. No caso da mulher é necessário o uso de medicações hormonais para a indução de crescimento de múltiplos óvulos e posterior coleta desses óvulos com um mini-procedimento.

A vitrificação de óvulos está indicada especialmente quando há risco de perda da capacidade de produção de óvulos, como por exemplo pacientes que irão submeter-se a tratamento quimioterápico. Também está indicada em pacientes que atingiram uma certa idade (ideal até 35 anos) e não pretendem engravidar no momento ou não têm parceiro fixo, ou então para casais que não querem congelar embriões. Os resultados obtidos com a técnica de vitrificação de óvulos em pacientes com menos de 35 anos estão próximos aos obtidos com óvulos a fresco.

Camila Oliveira Da Silveira Caires Lopes

Ginecologista

Belo Horizonte

Quais profissionais realizam Preservação da fertilidade?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.