Ressonância Joelho em Belo Horizonte: clínicas e especialistas

Qual é o seu convênio?

Informações sobre Ressonância Magnética Joelho em Belo Horizonte

  • Descubra o valor da ressonância magnética do joelho em Belo Horizonte

    O preço da ressonância magnética do joelho em Belo Horizonte está dentro da média, se compararmos com outras capitais do país, partindo de R$500,00 e podendo superar os R$1.000,00. Além de depender de fatores comuns à RM em qualquer outra parte do corpo, como estrutura do centro de diagnóstico escolhido, modernidade dos equipamentos utilizados, corpo clínico e endereço, o valor da ressonância do joelho varia também de acordo com a necessidade ou não de contraste. O contraste é um líquido que pode ser injetado na veia para melhorar a definição das imagens geradas pelo exame. Ao contrário do contraste iodado utilizado na tomografia computadorizada, por exemplo, a ressonância magnética faz uso do contraste à base de gadolínio, que oferece mais segurança ao paciente, já que é menos provável de gerar reações adversas. Quem vai dizer se você deve fazer a ressonância magnética do joelho com contraste ou não é o médico especialista, mas a substância não é comum para a análise dos joelhos, salvo casos especiais. Em BH, clínicas populares podem oferecer a RM sem contraste a partir de R$550,00, já as opções mais baratas do exame de imagem com contraste custam cerca de R$700,00. Por outro lado, existem também os centros de diagnóstico de alto padrão, que investem bastante no conforto, na tecnologia dos aparelhos e na experiência dos pacientes. Nesses casos, o exame sem contraste pode ultrapassar os R$800,00 enquanto os com contraste chegam a R$1.000,00.

  • A ressonância magnética do joelho é um exame de altíssima precisão que faz uso de ondas de rádio e ímãs para formar imagens das estruturas da região, como cartilagens, tendões, músculos, vasos sanguíneos, ossos e ligamentos, com o intuito avaliar dores, fraquezas, inchaços ou lesões. Na grande maioria das vezes, a RM do joelho é solicitada pelo ortopedista após uma análise clínica que indicou suspeitas de tendinites, bursites ou outras patologias que comumente afetam essas articulações. Pela riqueza de detalhes nas imagens, seja com ou sem contraste, e também pelo fato de a RM ser um procedimento totalmente seguro e indolor, ela é recomendada pelos melhores especialistas. Seus resultados ajudam na escolha do tratamento mais eficiente para cada caso. Dica: pode acontecer de o seu médico prescrever uma ressonância magnética do joelho com outros nomes, como ressonância magnética patela, ressonância magnética de articulação femorotibial, mapa ou sequência colorida de cartilagem, ressonância magnética fossa poplítea ou axial de patela com mapa t2.

  • p>Nenhum tipo de dor é normal, independentemente da causa. Por isso, qualquer sensação fora do comum ou desconforto no joelho deve ser motivo para uma consulta com o ortopedista de sua confiança, que pode solicitar uma ressonância magnética das articulações.Segundo uma pesquisa da Escola Médica de Harvard, pessoas entre 25 e 75 anos de idade apresentam 50% de chances de desenvolver alguma lesão nos joelhos, pelas mais diversas causas.O mesmo estudo identificou que se você não costuma praticar exercícios físicos regularmente, mas gosta de se aventurar aos finais de semana, corre um risco ainda maior, já que não há fortalecimento muscular ou preparo físico adequados.Outros fatores que também costumam favorecer o surgimento de dores no joelho são a obesidade e o sedentarismo. Portanto, recomenda-se a toda a população a adoção de uma alimentação equilibrada e a inclusão de atividades físicas regulares à rotina. Algumas das causas mais comuns para a prescrição da Ressonância Magnética do Joelho por ortopedistas são: Artrite; Fraturas; Tumores; Trauma ou dor pós-cirúrgico; Lesões traumáticas; Análise de implantes; Caso você tenha feito uma ressonância recente em outra parte do corpo e surja a necessidade de refazer o exame no joelho, não se preocupe. A não utilização de radiação faz com que não haja limites de vezes para a realização do procedimento. As únicas contraindicações são para grávidas ou pessoas com implantes eletrônicos.

  • O paciente é orientado a se posicionar com a perna dentro do aparelho, que é semelhante a um túnel circular, e permanecer o mais imóvel possível para evitar que a imagem seja distorcida. Devido ao barulho emitido pelo equipamento, a clínica costuma fornecer tampões de ouvido ou protetores auriculares que evitam incômodo. O tempo de duração da RM do joelho pode variar entre 30 minutos e 1 hora. Assim como as ressonâncias em outras partes do corpo, a única exigência em termos de preparação é a remoção de objetos metálicos, a exemplo de jóias, piercings e acessórios. Se você estiver utilizando qualquer tipo de medicamento no momento do exame, também é importante notificar o médico e a equipe do centro de diagnóstico, especialmente se a aplicação do contraste for necessária.

  • Como já era de se esperar de uma capital urbana e bem desenvolvida como a mineira, existem diversos centros médicos onde é possível fazer uma ressonância magnética do joelho em Belo Horizonte. De clínicas com preços populares a centros de diagnóstico avançados, as opções de locais que realizam RM do joelho espalham-se pelos bairros de BH: Funcionários, Barro Preto, Barreiro, Lourdes, Venda Nova, Alípio de Melo,Buritis, Vila da Serra, Santa Efigênia, Belvedere e Mangabeiras são exemplos de regiões onde é possível fazer ressonância magnética com qualidade.

  • Com certeza, é possível não apenas agendar online uma ressonância magnética do joelho em Belo Horizonte, mas também qualquer outro exame de imagem na cidade. A responsável por disponibilizar essa comodidade aos belo-horizontinos é a Doctoralia. Graças à plataforma de agendamento online de exames como a RM do joelho, você pode consultar a agenda dos principais centros de diagnóstico de BH a qualquer hora, todos os dias da semana. Após o agendamento, você ainda é lembrado pelo WhatsApp quando a data do procedimento está próxima para que confirme, adie ou cancele, se precisar. Presente em 12 países, a Doctoralia garante total segurança de dados e não mede esforços para proporcionar a melhor experiência aos pacientes no mundo todo, e é claro que em Belo Horizonte não seria diferente.

  • A escolha por fazer a ressonância magnética do joelho por plano de saúde ou particular vai depender de um fator principal: o tempo que você pode esperar. Grande parte dos convênios cobre esse procedimento, inclusive em Belo Horizonte, porém exige que seja solicitada uma autorização com antecedência. O prazo limite para a transição pode chegar a até 5 dias, impossibilitando o paciente de realizar o processo assim que o médico especialista fez a prescrição. Por isso, muitas pessoas acabam abrindo mão do plano de saúde e optando por agendar a ressonância particular mesmo. Dessa forma, a chance de encontrar um horário disponível logo no dia seguinte é muito maior – especialmente se for feita uma busca na Doctoralia, já que a ferramenta dá prioridade para as clínicas que têm os horários mais próximos.

  • p>Sim, existem hospitais integrados à rede SUS (Sistema Único de Saúde) que realizam ressonância magnética do joelho em BH. Para isso, é preciso que a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte faça o encaminhamento, portanto o paciente deve se dirigir aos Centros de Saúde e Postos da cidade no caso de dores ou problemas na articulação. Porém, é importante lembrar que apesar de o SUS ser um grande motivo de orgulho para o sistema público de saúde brasilero, a superlotação é uma realidade. Logo, filas imensas são formadas para a realização de vários procedimentos, incluindo a RM. O mesmo ponto que dissemos anteriormente sobre os convênios também vale para o SUS. A rede particular acaba levando vantagem em relação ao SUS principalmente por possibilitar o agendamento rápido de exames de diagnóstico.

  • Por regulamento, a ressonância do joelho é feita geralmente de forma unilateral, ou seja, as imagens são criadas apenas do joelho esquerdo ou direito, separadamente. Mas pode existir a possibilidade de realização de forma bilateral, avaliando os dois joelhos ao mesmo tempo, dependendo da situação do paciente. Ainda assim, são contabilizadas duas ressonâncias diferentes, uma vez que o resultado precisa ser avaliado individualmente.

Static Map Image