Tireoidectomia total - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas - tireoidectomia total

Vergilius José Furtado de Araujo Filho

Vergilius José Furtado de Araujo Filho

Cirurgião de cabeça e pescoço

São Paulo

Agendar uma visita
Daniel Knabben Ortellado

Daniel Knabben Ortellado

Cirurgião de cabeça e pescoço

Florianópolis

Helma Maria Chedid

Helma Maria Chedid

Cirurgião de cabeça e pescoço

São Paulo

Agendar uma visita
Acklei Viana

Acklei Viana

Cirurgião de cabeça e pescoço

Florianópolis

Michel Rodrigues

Michel Rodrigues

Cirurgião de cabeça e pescoço

Jaú

Thiago Cezar Rocha Azevedo

Thiago Cezar Rocha Azevedo

Médico clínico geral

Recife

Perguntas sobre Tireoidectomia total

Nossos especialistas responderam a 337 perguntas sobre Tireoidectomia total

Olá, boa noite! É um prazer respondê-lo... Não é uma manifestação esperada do pós operatório. Considero prudente entrar em contato com médico assistente para reavaliação. Se necessitar de acompanhamento…

Normalmente o braço não tem relação com a cirurgia da tireóide.
Esse desconforto no pescoço precisa de avaliação por um ortopedista.

Geralmente é solicitado ao paciente evitar cosméticos que contenham iodo por 30 dias antes da dose. Na dúvida se tem ou não, penso que a melhor opção seria evitar 30 dias. Espero ter ajudado

Especialistas falam sobre Tireoidectomia Total

A Tireoidectomia, ou a cirurgia da tireoide, é o procedimento cirúrgico para retirada total ou parcial de toda a glândula, em decisão que será feita pelo Dr. Jefferson Medeiros e sua equipe. A cirurgia é considerada delicada, principalmente por ser próxima à região das veias, músculos e artérias essenciais para a manutenção da vida. Sendo bem realizada, não produz nenhuma complicação, mesmo se o caso for de câncer na tireoide. Mesmo sem provocar complicações no pós-cirúrgico, é válido destacar que pequenas mudanças podem acontecer no paciente por algum tempo. São elas: Rouquidão, diminuição da produção do hormônio que regula o cálcio e alterações estéticas no local operado.

Jefferson Medeiros

Cirurgião de cabeça e pescoço

Manaus


Hoje realizamos o que chamamos de tireoidectomias minimamente invasivas e extra-cervicais. Nas tireoidectomias minimamente invasivas as incisões tem cerca de 3 cm de extensão, sem pontos ou drenos e com excelente efeito cosmético e que podem ser realizadas na maioria dos pacientes. Nas tireoidectomias extra-cervicais o acesso à tireoide é feito por incisões fora do pescoço (axila, linha de inserção do cabelo ou cavidade oral -boca), nestas situações as indicações são mais restritas mas não há marcas da cirurgia no pescoço.

Erivelto Martinho Volpi

Cirurgião de cabeça e pescoço

São Paulo

Agendar uma visita

A tireoidectomia total é o nome da cirurgia realizada para remoção de toda a glândula tireoide. Esse procedimento é necessário para doenças benignas e malignas da tireoide. As benignas são por bócio ou nódulos que estejam apresentando crescimento constante ou que pelo tamanho já causem sintomas no pescoço por atrapalhar a respiração ou deglutição. As doenças malignas da tireoide devem sempre serem tratadas com cirurgia. Em ambas as situações pode ou não ser necessário retirar toda a tireoide. Uma conversa com seu médico será necessária para definir qual a melhor estratégia.

Murilo Catafesta Das Neves

Cirurgião de cabeça e pescoço

São Paulo

Agendar uma visita

Tireoidectomia total é o nome que se dá ao procedimento que tem como objetivo a completa retirada da glândula tireóide. Esse procedimento é realizado sob anestesia geral, com o paciente posicionado em decúbito dorsal (de peito para cima), sendo realizada uma incisão transversa na porção anterior do pescoço uns 3 centímetros acima do osso esterno. Após identificação da glândula tireóide, a mesma é liberada de seu tecido de sustentação e os vasos sanguíneos que a nutrem são devidamente ligados (amarrados) para evitar sangramentos. A opção de deixar drenos, varia de acordo com cada profissional e a característica da cirurgia.

Márcio Costa Fernandes

Cirurgião de cabeça e pescoço, Cirurgião geral

Manaus


A Tiroidectomia, ou tireoidectomia, ou ressecção de glândula tireóide é uma cirurgia, realizada sob anestesia geral, para retirar a glândula tireóide doente. Dentre as doenças que podem necessitar desta cirurgia estão incluídos os nódulos de tireóide com algum tipo de suspeita de malignidade ou que estejam com muito grandes, crescimento da própria glândula tireóide ou casos de hipertireoidismo que não responderam a outros tratamentos. Sempre antes de realizar este procedimento faço uma análise de pré-operatório detalhada, observando as outras doenças que o paciente tem, bem como solicitando exames para observar possíveis riscos a cirurgia.

Bruno Pinto Ribeiro

Cirurgião de cabeça e pescoço

Feira de Santana


A tireoidectomia total é a cirurgia realizada para o tratamento dos tumores malignos da tireoide, ou para doenças benignas, nodulares, que apresentem aumento de volume que possa comprometer a deglutição, ou dificultar a respiração, e até mesmo levar a efeitos estéticos negativos, atrapalhando o convívio social, por se apresentarem visíveis logo à frente do pescoço. A cirurgia deverá ser sempre realizada por equipe de especialistas treinados, com utilização de toda a tecnologia possível e disponível.

José Chacra Jr.

Cirurgião de cabeça e pescoço, Cirurgião geral

Jundiaí


A cirurgia de tireoidecomia total é indicada em situações onde há suspeitas de câncer na tireóide, sintomas relacionados ao aumento da glândula tireóide, por estética e quando há o diagnóstico de câncer de tireóide, geralmente realizada por um cirurgião de cabeça e pescoço onde faz- se uma incisão de +- 5 cm, preservando estruturas fundamentais como nervo laringeo recorrente e paratireoides. Cirurgia de baixo risco em mãos de um profissional bem treinado e com formação em cirurgia de cabeça e pescoço. As complicações mais comuns estão relacionadas às estruturas mencionadas acima com índices em torno de 1 à 2 %.

Anderson Santos

Cirurgião de cabeça e pescoço

Salvador


A tireoidectomia é a cirurgia em que se procede a extirpação cirúrgica da tireóide. É um procedimento que deve ter sua indicação após a avaliação médica especializada, e por ser procedimento em área crítica do pescoço, o ideal é que um cirurgião de cabeça e pescoço a realize, ou um cirurgião que tenha muita experiência em tireoidectomias. A decisão de que tipo de cirurgia (parcial ou total), se há ou não necessidade de esvaziamento, a preservação adequada de nervos recorrentes (responsáveis pela voz) e paratireóides, a perfeita dissecção da tireóide sem danos às estruturas que passam junto dela, e a busca de um resultado mais estético são fatores que interferem no resultado da cirurgia.

Francisco Bomfim

Cirurgião de cabeça e pescoço

Fortaleza


A Tireoidectomia ou Cirurgia para retirada da Tireoide é usada para tratamento do Câncer da Tireoide e algumas doenças benignas da glândula. ​É um procedimento feito sob anestesia geral em ambiente hospitalar, quando feita pela forma convencional, realizamos uma pequena incisão de 4 a 6 cm na região do pescoço. Atualmente, essa cirurgia em casos selecionados, pode ser feita através de uma técnica endoscópica chamada TOETVA (Tireoidectomia transoral endoscópica por acesso vestibular) sem cicatriz, em que são feitas apenas incisões no lábio inferior do paciente e através delas utilizando uma câmera e pequenas pinças conseguimos fazer a cirurgia, sem nenhuma cicatriz aparente.

Ruy Gomes Neto

Cirurgião de cabeça e pescoço

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

A Tireoidectomia Total consiste na retirada total da glândula tireóide. O paciente sempre é submetido a este procedimento sob anestesia geral, ou seja, ele não fica acordado durante o procedimento. O período de internação é de 24hs na grande maioria dos pacientes, ou seja, interna no mesmo dia que opera e no dia seguinte vai para casa somente com um curativo pequeno no pescoço.

Thiago Ribeiro Oliveira

Cirurgião de cabeça e pescoço

Aracaju

Quais profissionais realizam Tireoidectomia total?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.