Tratamento cirúrgico da doença de peyronie - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em tratamento cirúrgico da doença de peyronie

Encontre um especialista em Tratamento cirúrgico da Doença de Peyronie na sua cidade:

Perguntas sobre Tratamento cirúrgico da doença de peyronie

Nossos especialistas responderam a 13 perguntas sobre Tratamento cirúrgico da doença de peyronie

Necessário ser avaliado por um urologista e após examiná-lo lhe orientar sobre a melhor conduta. abraço
1 respostas

O custo de uma cirurgia depende de vários fatores, valor do honorário do cirurgião, do anestesista, custos do hospital e materiais. Esses valores variam muito de cidade pra cidade, da acomodação…
1 respostas

Sim. Como será o encaminhamento deve ser informado pela Secretaria de Saúde do seu Municipio.
Espero ter ajudado.
1 respostas

Especialistas falam sobre Tratamento cirúrgico da Doença de Peyronie

O tratamento cirúrgico da Doença de Peyronie se presta aqueles pacientes em que a curvatura peniana não regrediu com o tratamento clínico. Com o uso de técnicas cirúrgicas modernas ( telas, deslizamento, próteses, etc) a correção da curvatura é realizada procurando evitar ao máximo a perda do comprimento da haste peniana, que é a maior preocupação quando se fala em cirurgia de Peyronie. Os resultados são satisfatórios e somente uma completa avaliação pré operatória poderá determinar qual o melhor tratamento para cada paciente.

A Doença de Peyronie é uma patologia que se caracteriza pela presença de fibrose nos corpos cavernosos do pênis com sua consequente curvatura que só é percebida durante a ereção. Ou seja, quando o pênis está flácido, apenas a fibrose é notada. O diagnóstico é clinico, feito no consultório pelo médico através da conversa e exame físico. Recomendo que antes da consulta o paciente faça fotos do pênis ereto para registrar a situação e permitir o acompanhamento. A cirurgia, quando bem indicada e corretamente realizada, traz as melhores taxas de satisfação. Duas técnicas podem ser empregadas: as plicaturas onde se encurta o lado convexo da curvatura ou as técnicas de enxertia sem encurtamento.

A doença de peyronie não possui uma causa ainda formalmente estabelecida, mas os estudiosos acreditam que microtraumas ao longo da vida podem desencadear uma cicatrização anômala do pênis com formação de placas cálcicas que desencadeiam curvaturas penianas. Essas curvaturas podem dificultar ou até mesmo impossibilitar o ato sexual, provocando ansiedade e depressão em muitos pacientes. Realizo a correção desta patologia pela técnica alongadora, com incisão da placa e alocação de um patch de pericárdio bovino, com ótimos resultados. Para mais detalhes sobre o assunto, agende sua consulta.

As cirurgias de correção da curvatura peniana são chamadas de corporoplastias. Isso porque a estrutura que é acometida pela doença é o corpo cavernoso. São 2 corpos cavernosos que compõem o corpo do pênis. Esta estrutura se enche apos o estimulo sexual e proporciona o aumento do pênis durante a ereção. Quando uma parte dessa estrutura perde sua elasticidade, o pênis é empurrado em sua direção, ocorrendo assim a curvatura. Sendo assim, existem 2 maneiras de se corrigir essa desproporção no tamanho dos corpos eréteis. Ou diminuímos o lado oposto (plicaturas), ou aumentamos o lado que foi acometido pela doença.

Miguel Osta

Urologista

Rio de Janeiro

Quais profissionais realizam Tratamento cirúrgico da doença de peyronie?

Pesquisas relacionadas


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.