Tratamento cirurgico do sinus pre-auricular - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Especialistas em tratamento cirurgico do sinus pre-auricular

Encontre um especialista em Tratamento Cirurgico Do Sinus Pre-Auricular na sua cidade:

Perguntas sobre Tratamento cirurgico do sinus pre-auricular

Nossos especialistas responderam a 91 perguntas sobre Tratamento cirurgico do sinus pre-auricular

Prezado internauta. Depende um pouco da localização mas normalmente é muito simples. Em adultos fazemos com anestesia local ambulatorialmente
3 respostas

Dra. Claudia Eckley
Dra. Claudia Eckley
Otorrino
São Paulo
Olá. Por mais tranquila que seja a criança, as vezes é difícil ficar imóvel por um período prolongado, principalmente em uma posição desagradável. A anestesia local tira a dor, mas não a sensação…
1 respostas

Dr. André Pires Cortez
Dr. André Pires Cortez
Cirurgião de cabeça e pescoço
Fortaleza
Infelizmente não podemos divulgar aqui valores de consultas ou de procedimentos
2 respostas

Especialistas falam sobre Tratamento Cirurgico Do Sinus Pre-Auricular

Seio pré-auricular ou Coloboma auris é uma pequena alteração do desenvolvimento embrionário da orelha externa que se reflete na presença de um pequeno "furo" na frente da orelha (normalmente na raiz da hélice). Este "furo" tem continuidade profundamente, podendo se infectar repetidas vezes. Quando isso acontece, sua remoção cirúrgica está indicada. A técnica cirúrgica ideal é a supra-auricular, com menos de 3% de recidiva. Através de uma incisão na região antero-superior da orelha, se encontra a fáscia temporal e se remove toda a região do seio superficialmente a esta fáscia, incluindo uma porção da cartilagem da raiz da hélice (onde geralmente está contida parte do trajeto do seio).

Édio Cavallaro

Otorrino

Rio de Janeiro

Agendar uma visita

Quais profissionais realizam Tratamento cirurgico do sinus pre-auricular?

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.