Perguntas sobre Apendicite

O que é apendicite?

Apendicite é a inflamação do apêndice, um pequeno pedaço do intestino worm que está ligado ao intestino grosso do lado direito do abdome.

Pode acontecer em qualquer idade, mas a maioria dos casos ocorre entre 8 e 25 anos. Raramente visto em crianças menores de 2. Nos jovens, a apendicite é provavelmente a causa mais comum de dor abdominal que requer cirurgia de emergência.

O que causa a apendicite?

Na maioria dos casos, o motivo específico para a inflamação não é conhecida, mas às vezes pode ser causada por pequenos pedaços de fezes duras (fecaliths) armazenados no Apêndice.

Quais são os sintomas de apendicite?

Os sintomas podem ser extremamente variáveis, mas normalmente ocorrem da seguinte forma:

  • Geralmente o primeiro sinal é a dor ou desconforto no centro do abdômen. Esta dor vai e vem em ondas e, muitas vezes, acredita-se que esta é apenas uma dor de estômago.
  • Depois de algumas horas, a dor se torna mais evidente e constante na parte inferior do estômago (lado direito). Aumenta com o movimento ou tosse. Muitas vezes o paciente perde o apetite, sente-se mal e vomita. A temperatura sobe e a pele fica vermelha. Halitose ocorre, ou seja, o hálito cheira muito mal.
  • Depois de um tempo (geralmente dias) o paciente se sente pior, a temperatura aumenta, a dor se espalha para o resto do abdômen, que é difícil, e se o paciente não for operado, pode causar sérias complicações (perfuração e peritonite).

Como é diagnosticada apendicite?

O médico realiza uma história médica, examina o paciente e mede a temperatura. No exame, é dada especial atenção à palpação do abdômen inferior direito e do início da dor para parar de pressionar. Às vezes, ele exige uma exploração do reto (DRE) ou através da vagina para excluir outras causas de dor pélvica.

São feitos exames de sangue e análise de urina, em busca de uma infecção, e pode ser encomendado de ultra-som abdominal. A indicação para a intervenção é estabelecida pelo exame e os resultados dos testes. Geralmente é a causa da dor não é apendicite em dois dos dez pacientes que têm a cirurgia com este diagnóstico.

Qual é o tratamento de apendicite?

Com poucas exceções o tratamento da apendicite é a remoção do apêndice (apendicectomia). Este paciente é anestesiado completamente e uma pequena incisão é feita obliquamente no abdômen inferior direito. Às vezes é necessário colocar um dreno no abdômen para facilitar a saída dos restos do pós-operatório.

Em algumas escolas a remoção do apêndice é realizada utilizando pequenos buracos (geralmente três) que permitem a introdução no abdômen de um sistema de vídeo e instrumentos precisos. Este procedimento é chamado de laparoscopia e não foi mostrado ter vantagens significativas sobre a técnica convencional.

Em casos não complicados, o paciente geralmente fica 2 ou 3 dias no hospital, recebendo alta quando baixa a febre e restaura a capacidade de comer normalmente. Os pontos ou grampos são normalmente removidos em 7-10 dias e o retorno às atividades normais é geralmente realizada de 4-6 semanas. Cuidados em casa não exigem mais do que a lavagem diária da ferida e da ingestão de um analgésico para a dor.

O que podem ocorrer complicações após a cirurgia?

Não deverá ter grandes problemas quando diagnosticada apendicite antes de perfuração e peritonite. Nos 20% que têm um apêndice perfurado foi receitado antibióticos para cerca de uma semana, o que levou a uma situação não tão grave como poderia ser. No entanto, ainda há risco de abscessos (bolsas de pus) na cavidade abdominal, que pode requerer drenagem ou, em alguns casos nova cirurgia. O que é relativamente comum é que eles infectam a ferida. Isto pode requerer a abertura da pele e deixar a ferida cicatrizar lentamente e de dentro para fora.

Como qualquer intervenção no abdômen, cicatrizes internas que ocorrem podem ser a causa de um dia haver obstrução do intestino. Essas obstruções aparecem em um número pequeno de pacientes, podem ocorrer a qualquer momento na vida (mas geralmente ocorre nos meses após a intervenção, houve casos 60 anos após a apendicectomia) e às vezes exigem medidas urgentes . Também é possível que uma pequena porcentagem de pacientes que terá hérnia na cicatriz, o que exigiria nova cirurgia para corrigi-la.

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 1389 perguntas sobre Apendicite
  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.
  • Por uma questão de saúde, quantidades e doses de medicamentos não serão publicadas.

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.


Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.

Perguntas sobre Apendicite

Ola após dois meses da cirurgia não tem nenhuma contra indicação para realizar o ultra-som de rins e vias urinárias.
1 respostas

A dieta nos primeiros 15 a 20 dias deve ser com redução na ingesta de gorduras e industrializados . Devemos aguardar um pouco mais para liberar a ingesta de chocolate.
1 respostas

Boa noite, pode sim tomar suco de frutas. Geralmente sugerimos uma dieta leve em casa sem leite e derivados para evitar gases e desconforto abdominal.
1 respostas

É normal sim! O importante é manter as sessões de drenagens, o uso da faixa durante a noite e quando possível tratamentos com radiofrequência . O uso do ultrassom (ultraformer) podem ajudar se…
1 respostas

olá, boa tarde
Não é normal estar vomitando após 2 dias da cirurgia de apendicite. Procure o serviço onde ele foi operado para ser avaliado pelo cirurgião.
Precisa ser afastado alguma…
1 respostas

Olá Tudo bem?
Se você estiver evoluindo bem no seu pós-operatório, não há contra-indicação absoluta para praticar atividade sexual. Só lembre que seu pós-operatório é recente e você pode…
1 respostas

Ola boa noite! O melhor profissional para liberar com segurança é o médico que realizou a cirurgia. Mas cirurgia de apêndice sem complicações costumamos liberar atividades domésticas e rotineiras…
1 respostas

Pode ser que sua região do corte tenha ficado de fato enfraquecida, podendo ter desenvolvido uma hérnia. Na dúvida pode passar em consulta e fazer exame físico para identificar o problema!
1 respostas

De maneira geral, sim, pode. Contanto que todas as recomendações passadas pelo seu cirurgião ainda estejam sendo seguidas.
1 respostas

Olá. Não há contraindicação para caminhar desde o pós operatório imediato. O que você não deve fazer é realizar atividades que envolvam força. O tempo para recuperação varia se a sua cirurgia…
1 respostas