Perguntas sobre Doenças da glândula tireóide

O que é?

A glândula tireoide é localizada no pescoço e tem o formato de uma borboleta. Sua função é produzir, armazenar e liberar dois hormônios (T3 e T4) na corrente sanguínea. Esses hormônios influenciam quase todas as células do corpo ajudando a controlar suas funções. A tireoide, dessa forma, controla o metabolismo corporal. A causa dos problemas da tireoide não é conhecida. Trata-se de uma doença autoimune. Ou seja, em determinado momento, sem que se saiba por qual razão, o organismo deixa de reconhecer os hormônios produzidos pela tireoide como parte do corpo humano e os percebe como um ataque externo. Com isso, produz anticorpos que passam a atacar a tireoide. Seu mau funcionamento é capaz de provocar uma série de doenças. As principais são:

Hipotireoidismo

Quando a tireoide não consegue produzir em quantidade suficiente os hormônios T3 e T4 surge o quadro de hipotireoidismo, que diminui metabolismo corporal causando fadiga, sonolência, aumento de peso, diminuição da frequência cardíaca, entre outros sintomas. Pode ser detectada através de exame de sangue e tratada com medicamentos.

Hipertireoidismo

Nesse caso, a tireoide produz em excesso seus hormônios e os libera causando o aumento do metabolismo corporal. Isso gera ansiedade, irritabilidade, insônia, perda de peso, taquicardia, tremores nas mãos, retração das pálpebras, calor excessivo, suor, perda de força muscular, diarreia, diminuição da menstruação (ou mesmo o fim dos períodos menstruais), entre outros sintomas. Também pode ser detectada através do exame de sangue e tratada com medicamentos. O diagnóstico tanto do hipertireoidismo como do hipotireoidismo passa pelo exame físico e por exame laboratorial para medir a quantidade de TSH no organismo. O TSH, da sigla em inglês para Hormônio Estimulador da Tireoide, quando está em excesso leva ao hipertireoidismo. Quando em falta, conduz ao hipotireoidismo.

Bócio

É o aumento do volume da tireoide. Geralmente provocado pela falta de iodo. Nódulos na região, benignos ou malignos, também são denominados de bócio mesmo que não aumentem o volume do pescoço. O diagnóstico é feito através de exame físico e os sintomas são variáveis. Normalmente há dificuldade para comer e respirar. Pequenos bócios podem ser tratados com medicamentos ou iodo radiativo. Os maiores precisam ser retirados de forma cirúrgica.

Tireoidite de Hashimoto

Doença descrita pela primeira vez pelo médico japonês Hakura Hashimoto em 1912 e, por isso, leva seu nome. Trata-se da destruição parcial da tireoide pelo próprio organismo da pessoa. Normalmente conduz ao hipotireoidismo, mas também pode causar quadro de hipertireoidismo. Não tem cura, mas os sintomas podem ser controlados com medicamentos. Pode ser detectada pelo exame físico. Um ultrassom da tireoide pode ser usado para confirmar o diagnóstico.

Cretinismo

É uma deficiência mental provocada por hipotireoidismo congênito. Ataca crianças e impede o crescimento normal do cérebro. Pode ser detectada através do teste do pezinho e não tem cura.

Mixedema

Desordem na pele e tecidos causada geralmente pelo hipotireoidismo prolongado e severo. Causa inchaço na face e nas pálpebras formando bolsas nos olhos. São sintomas reversíveis em boa parte dos casos através de tratamento de reposição hormonal.

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 222 perguntas sobre Doenças da glândula tireóide

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.

Perguntas sobre Doenças da glândula tireóide

Dr. Cleber de Moura Pinheiro
Dr. Cleber de Moura Pinheiro
Médico clínico geral, Endocrinologista
Campinas
Podemos esperar até a consulta. É importante verificar se a pressão arterial está elevada, se não, um analgésico pode aliviar a cefaleia até a consulta.
1 respostas

Olá, se o hipertireoidismo estiver compensado, não há problema em engravidar. Caso contrário, há um aumento no risco de complicações na gestação, como abortamento
5 respostas

Dra. Samara Farias
Dra. Samara Farias
Endocrinologista
Rio de Janeiro
Ola,.boa noite.
Os sintomas tendem a melhorar com a normalização da função toreoidiana _ quando atingir o eutireoidimo .
Normalmente ocorre nas primeiras 4 a 6 semanas após o início…
2 respostas

Dr. Thiago Celestino Chulam
Dr. Thiago Celestino Chulam
Cirurgião de cabeça e pescoço
São Paulo
Absolutamente nada se não temos um contexto clínico compatível com algum distúrbio funcional. As medidas de tamanho levam em conta a média populacional mas variações ocorrem e são em sua grande…
1 respostas

Dr. Alexandre Mendes Granero
Dr. Alexandre Mendes Granero
Cirurgião de cabeça e pescoço
São Paulo
Não há restrição para atividade sexual anteriormente à cirurgia de tireoide.
2 respostas

Dr. Breno Figueiredo Bessa
Dr. Breno Figueiredo Bessa
Endocrinologista, Nutrólogo
Belo Horizonte
Você deve procurar um médico para investigar essas queixas. Pq somente o anticorpo positivo (anti-TPO) não provoca esses sintomas. Sua função hormonal da tireóide está normal atualmente e por…
2 respostas

Dr. Bruno Pinto Ribeiro
Dr. Bruno Pinto Ribeiro
Cirurgião de cabeça e pescoço
Feira de Santana
Ter sido submetido a tireoidectomia total não constitui contra-indicação a realização de vacinas.
3 respostas

Dr. André Felipe Minchetti
Dr. André Felipe Minchetti
Ginecologista
São Paulo
Pode sim. Distúrbios tireoidianos podem acarretar sim em alterações no ciclo menstrual.
2 respostas

Dr. Francisco Blotta
Dr. Francisco Blotta
Médico clínico geral, Endocrinologista
Rio de Janeiro
O hipotireoidismo é uma doença que merece ser tratada
Procure o endocrinologista, teremos prazer em ajudar
1 respostas

Bom dia. Infelizmente alguns casos de doença auto-imune da tireóide podem assumir um padrão como o seu - oscilando entre hipo e hipertireoidismo. Nesses casos, é fundamental conversar com o seu…
1 respostas