como diferenciar sintomas de depressao, transtorno de ansiedade e DTH. ? Sou irritado, tenho esquecimentos e sou taxado de "acelerado" tenho dificuldade de aprendizado fui a um psiquiatra ele me receitou Ritalina tomei por 1 mes mas a memoria nao melhorou e senti sensaçao de angustia ai parei
Olá, a grande questão é o que vem primeiro "o ovo ou a galinha"? O TDA ou os Transtornos emocionais? Um pode causar o outro, ou seja: o TDA de origem orgânica pode trazer tantos prejuízos para o paciente que ele chega a desenvolver sintomas de depressão e ansiedade. Mas tanto a depressão quanto a ansiedade, também podem gerar sintomas de falta de atenção. Já temos uma envidência importante NO SEU CASO. A Ritalina não te ajudou certo? Isso é um forte indício de que talvez o sofrimento emocional deva ser o foco do seu tratamento, pois assim, melhorando a ansiedade e depressão, os sintomas de desatenção desaparecerão. Espero ter te ajudado a esclarecer. Fico a disposição. Um abraço.

 Adriana Corrêa
Adriana Corrêa
Psicólogo
Rio de Janeiro
Veja bem a depressão tem alguns sintomas específicos como a perda de prazer em fazer atividades que antes amava, perda do spetite , choro excessivo. Nos transtornos de ansiedade bem como na depressão e TDAH também podem ocorrer irritação, falta de concentração . ,aceleraçäo e fadiga por motivos distintos. A irritabilidade e agressividade são conuns na depressão, porquê o indivíduo não sabe explicar de onde advém sua tristeza, sua angústia, geralmente a família pensa que é frescura, causando nuita raiva. Já na ansiedade a pessoa quer resolver muito rápido, despende muita energia, fica exaurida de pensar e agir como se o mundo fosse acabar, aos poucos ela perde qualidade na sua capacidade memória, execuç

Olá. Esse reconhecimento que vc apresenta em sua fala já evidencia que pode haver comorbidades, associações nos transtornos, e esse relato é uma parte da sua história. Quando investigamos o inconsciente encontramos muitas respostas e nem tudo aquilo que se apresenta de uma forma tão clara de fato o É. Busque uma terapia psicanalítica. Ela pode clarificar algo obscuro que até vc desconhece. Abraços

 Yohann Eiji Mori Saracho
Yohann Eiji Mori Saracho
Psicólogo, Psicanalista
Londrina
Olá!
Muitos casos que possuem o tratamento focado exclusivamente na medicação podem não ter a efetividade desejada. É interessante confirmar este diagnóstico com outras especialidades pois estes remédios são de manejo restrito, podendo ter efeitos colaterais sérios.
Talvez fosse interessante marcar uma consulta com um psicólogo para que estas queixas sejam investigadas segundo a sua própria singularidade, o que pode causar irritação, tristeza e raiva em um, pode passar despercebido para outra pessoa.
Espero ter ajudado e estou a disposição.

Se você tem quadro de depressão juntamente com quadro de ansiedade pode haver até outro diagnóstico que seria o transtorno afetivo bipolar e medicação como a ritalina pode não ser a mais aconselhada neste caso. Aconselho procurar, além do psiquiatra, um psicólogo para melhor avaliação do quadro.

Seria interessante voltar para o psiquiatra e informa-lo dos efeitos do medicamento e rever se é o caso a terapia antes de suspender a cura medicamentosa. Considero de suma importância a frequência a uma psicoterapia para te ajudar a entender as causas da irritabilidade, aceleração e os outros sintomas agregados. É importante ter consciência sobre nos mesmos, compreender e controlar nossa irritação, porem precisamos de um profissional que nos ajude nisso, sozinhos não conseguimos, se fosse possível você estaria sem esse problema. Procure ajuda de um psicologo/a.

A pessoa com Transtorno de ansiedade (TGA) apresenta dificuldade de controlar a preocupação que sente (na maioria dos dias, por pelo menos seis meses), bem como três ou mais sintomas associados (tensão muscular, irritabilidade, agitação ou frequência cardíaca acelerada, dificuldade de concentração ou brancos mentais, cansar-se facilmente e ter dificuldade para dormir. É comum, uma pessoa com TGA, ter como fator de risco a depressão maior.

Os principais sintomas para serem investigados em casos de Depressão são tristeza, desânimo, angústia, falta de vontade, choro com facilidade e dificuldade ou impossibilidade de sentir prazer. Outros sintomas importantes são alteração no apetite, no peso e no sono, diminuição da libido, agitação ou retardo psicomotor.
O padrão de pensamentos do paciente deprimido está relacionado a sentimentos de inferioridade, desvalorização, incompetência, culpa e dificuldades para tomar decisões e se concentrar.

Compreendo a sua ansiedade e angústia, porém, parar de tomar as medicações não é o melhor caminho, o recomendado é voltar ao psiquiatra e reavaliar a medicação ou até mesmo a dosagem; no entanto ela apenas não é suficiente, se faz necessário em paralelo à ele, um acompanhamento psicológico, pois assim, você estará cuidando tanto da parte física, biológica quanto do emocional, cognitivo e comportamental, o que lhe trará um determinado conforto, uma melhor qualidade de vida ao decorrer do processo.

Olá! Mais importante do que dar uma etiqueta para esses sintomas que você descreveu é entender o motivo deles, como eles interagem entre si e como isso afeta a sua vida. Até porque depressão e ansiedade são coisas que frequentemente vêm em conjunto e que, para muitas pessoas, não têm como ser separadas. Além disso, as duas podem causar dificuldades de atenção e aprendizado, levando ao que as pessoas podem julgar ser um transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. Pelo que você está descrevendo, me parece que você está em sofrimento psicológico e a coisa mais importante a se fazer nesse caso é procurar um psicólogo que possa te acolher e te ajudar a entender de onde vêm esses sintomas e, a partir daí, te ajudar a superá-los para ter uma qualidade de vida muito melhor.
Convidamo-lo para uma consulta: - R$ 50
Pode reservar uma consulta através do site Doctoralia, clicando no botão Reservar uma consulta.

Boa noite, tudo bem? Primeiramente precisaríamos entender a avaliação completa do seu Psiquiatra. Porém, a Ritalina pode ser usada em casos de TDAH. Recomendo que você procure novamente seu Psiquiatra e exponha o ocorrido. Pelo que você relata, existe a presença de alguns sintomas de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade. Existe a possibilidade de alguns transtornos estarem associados, como por exemplo, sintomas depressivos e ansiosos. De acordo com o DSM-V, os Transtornos de Ansiedade e Transtorno Depressivo Maior ocorrem em uma minoria de indivíduos com TDAH, embora com maior frequência do que na população em geral. Independente da classificação, a Psicoterapia poderia auxiliar você nesse processo. O tratamento pelo viés da Terapia Cognitivo-Comportamental, pode auxiliar com técnicas psicoeducacionais, comportamentais e cognitivas, com o propósito de reestruturar pensamentos e modificar comportamentos.
Espero ter ajudado! Boa noite! Fico a disposição!

Especialistas em Transtorno Depressivo

Angélica Santini

Angélica Santini

Psicanalista

Brasília

André Figueira

André Figueira

Psicanalista

Campinas

Jaqueline da Silva Gomes

Jaqueline da Silva Gomes

Psicólogo

Rio de Janeiro

Juliana R.Costa Ouverney

Juliana R.Costa Ouverney

Psicólogo

Nova Friburgo

Shirlei Paludetti Gazetta

Shirlei Paludetti Gazetta

Psicólogo

São Bernardo do Campo

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 105 perguntas sobre Transtorno Depressivo

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.