Depois que minha mãe faleceu sinto que meu mundo perdeu a graça já não sou como era antes sinto muito a falta dela, tenho e as vezes só tenho vontades de chorar e dormir, será que terapia iria me ajudar a superar essa dor?
Sim, com certeza uma psicoterapia ira te ajudar muito sim, a atravessar esse momento de dor profunda.

Ola, a terapia pode lhe ajudar muito, inclusive reconhecer que este sentimento é necessário para que você aprenda a viver sem a presença da sua mãe.

Um grande abraço!

 Clayton dos Santos Silva
Clayton dos Santos Silva
Psicanalista, Psicólogo
Limeira
Ao perder alguém que amamos é normal reagirmos com profunda tristeza. Não há nenhuma doença ou transtorno nessa reação, sendo apenas o luto. Contudo, se com o passar do tempo a tristeza e a falta de interesse pela vida piorarem ao invés de gradativamente melhorarem pode ser que tenhamos um caso de luto patologico, o qual pede intervenção psicológica, e por vezes psiquiátrica. Pelo seu relato não deu para concluir qual é o caso. Caso tenha dúvida recomendo procurar um dos profissionais citados para avaliação. Você não precisa sofrer só. Tenho certeza que poderemos lhe ajudar.

 Janúcia Gomes
Janúcia Gomes
Psicanalista, Psicólogo
Curitiba
A dor é inevitável. O que a terapia irá fazer é ajuda-la a se fortalecer pra lidar com o que falta, e então seguir... e viver (não morrer junto).

Dr. Robson Duarte
Dr. Robson Duarte
Psicanalista, Psicólogo
Belo Horizonte
A terapia pode ajudar a lidar com esta dor. Procure o quanto antes, não deixe para depois.

A terapia irá lhe ajudar a lidar com esse processo de luto.

O luto e normal contudo quando o tempo e longo demais indica que a pessoa esta doente emocionalmente. Busque todas as fontes de ajuda que existem. Uma das mais importantes e a psicoterapia. Busque um profissional competente.

 Kelly Belotti Moretti
Kelly Belotti Moretti
Psicanalista, Psicólogo
Mogi das Cruzes
Olá!
Toda vez que falamos de nossa dor, daquilo que nos incomoda de alguma maneira, já estamos lidando com a mesma... e o falar é terapêutico, porque quando falamos, além de organizar nossa ideias para expô-la para o outro, também nos ouvimos, e isso nos trata de uma certa forma...
Portanto, acredito muito no poder de uma análise pessoal... procure um profissional e fale de sua dor, de seus sentimentos, isto lhe fará muitíssimo bem!!

 Geisa Bastos Melo
Geisa Bastos Melo
Psicólogo
Salvador
Olá. Primeiramente, considero importante reconhecer que este processo que você se encontra é natural e esperado. - Chamamos de luto. O luto vem sempre após a perda de alguém ou algo que depositamos afeto. O luto é vivido em algumas etapas e, seu sucesso ou fechamento depende de uma série de recursos internos e externos que podem nos ajudar nessa tarefa emocional. Neste sentido, a psicoterapia pode contribuir muito para a elaboração saudável do luto e qualidade de vida. Somente, em alguns casos será necessário o suporte medicamentoso. Busque um profissional mais próximo, será de muita importância neste momento.

Muitas vezes a pessoa não consegue lidar sozinha com o seu sofrimento. Então é preciso buscar a ajuda de um especialista. A terapia irá te ajudar a elaborar/processar o luto, reduzindo a sua dor e dando um novo sentido à sua vida.

Com toda certeza do mundo! A terapia vai lhe ajudar muito a elaborar o seu luto. Encontrar outras formas de prazer e distrações na vida, além de retomar as que você gostava antes. Procure uma Psicóloga Cognitiva Comportamental, assim, seus objetivos serão alcançados, mais rapidamente e com maior eficácia.

Atte.

 Rene Alves Cavalcanti
Rene Alves Cavalcanti
Psicólogo
Guarulhos
Como já foi escrito aqui, de 6 meses a 1 ano, a dor pela perda, a tristeza, a falta, são grandes e naturais. Se for insuportável, se estiver atrapalhando muito sua vida ou se fizer mais de um ano, procure ajuda psicológica.

Olá, você deve procurar ajuda o quanto antes, para atravessar esse momento de muita dor.Uma terapia psicanalitica esgotará esse luto . Abraços

 Leandro Winter
Leandro Winter
Psicanalista, Psicólogo
Curitiba
Olá.
A morte em si nos afeta de várias maneiras, não somente quando é de alguém tão próximo como no seu caso, pois também mostra a fragilidade do ser, a de nós mesmo. Geralmente existe um elevado nível de angústia quando temos que lidar com a morte dos nossos pais. Não ficou claro desde quando lida com isso, mas o luto não é um processo rápido. O psicanalista Sigmund Freud, por exemplo, dizia que a elaboração do luto, esse processo de dar sentido a perda, poderia levar dois anos até. Claro que isso não é uma regra. Poderia levar mais ou menos tempo. O que quero dizer é que realmente é normal levar um tempo para se lidar com isso, com essa questão, e uma psicoterapia, às vezes com acompanhamento psiquiátrico (dependendo dá situação), pode oferecer um avanço na melhora da vida depois da perda e auxiliar durante esse processo de luto. É de fato uma possibilidade interessante que você pode se oferecer, caso queira iniciar uma psicoterapia.
Att, Psicólogo Leandro Winter

Dra. Ana Claudia Franco
Dra. Ana Claudia Franco
Psicólogo
São José Dos Pinhais
Diante do inevitável, a dor aparece como que aniquiladora, nos deixando encapsuladas, prisioneiros numa bolha de isolamento e sofrimento. Deixamos de sentir prazer diante de qualquer coisa, pensamentos negativos, e uma série de sintomas, enfim..Cada um lida da forma que lhe foi ensinado, no entanto com o processo de psicoterapia esta dor pode ser trabalhada de uma forma mais branda, compartilhada e consciente de cada um dos estágios do luto. Procure por um profissional.

 Erica Viana
Erica Viana
Psicólogo
Campinas
Você tem passado pelo processo de luto que seria comum ao fato do falecimento da sua mãe. A psicoterapia poderia ajudar você a lidar com essa fase de transição e prevenir que sua tristeza não se torne uma depressão futuramente.

 Renata Souza
Renata Souza
Psicólogo
Salvador
Como meus colegas mencionaram muito bem, é natural tudo que vem sentido!
Cada pessoa vivência a dor da perda de maneira diferente e a psicoterapia ajuda bastante neste momento.
Chorar, sentir-se só, sensação de falta de prazer são comuns.
Não precisa passar por isso sozinha!
Abraço forte!

Olá, boa tarde. Ter vontade de chorar e dormir é normal e esperado após uma perda. Fazer terapia com um profissional qualificado te ajudará a elaborar e manejar essa dor. Um psicólogo será de extrema importância para que o luto flua bem e não se torne complicado, quer dizer, para que ele não gere sintomas que prejudiquem sua vida como um todo.

Olá!
Tudo isso que você relata estar vivenciando, faz parte de processo de luto, um momento de grande de dor e a terapia pode te ajudar a resignificar essa perda, dividir essa dor e entender melhor esse momento.
Boa sorte.

 Marcia Kelen Moscatelli
Marcia Kelen Moscatelli
Psicólogo, Psicopedagogo
Sorocaba
A busca por psicoterapia é altamente indicada, pois em parceria com o (a) psicologo(a) é possível vivenciar as fases do luto, que ocorrem e nem sempre como se imagina, com suporte adequado para superar cada uma delas de forma mais saudável. Indico, inclusive, que procure por psicoterapia o quanto antes, afinal, dor tamanha é mais suportável se compartilhada com quem vai oferecer escuta diferenciada e acolhimento ao sofrimento que a perda traz consigo.

 Kênia Marjori Cunha Dickow
Kênia Marjori Cunha Dickow
Psicólogo, Terapeuta complementar
Curitiba
Olá, seria muito importante você fazer um terapia, para elaboração do luto, e dá dor de perder uma mãe. A quanto tempo sua mãe morreu? Não demore muito para começar este processo OK?Abraços.

Lamento pelo ocorrido. Não é fácil superar a dor da perda de uma pessoa tão especial. Talvez, mais importante do que superar seja saber lidar com o sofrimento.
Com, sem ou apesar dos tratamentos...

 Rodrigo Koroviski
Rodrigo Koroviski
Psicólogo, Psicopedagogo
Ponta Grossa
Sim, com certeza. Converse com um profissional de psicologia o quanto antes!

Acredito que poderá te ajudar. Lembrando que você está de luto, e até certo ponto, chorar, ficar triste, ver a vida com falta de graça, é normal. Afinal, nossa vida é ligada às pessoas que amamos. Começar a vivê-la sem determinada pessoa requer que nos reinventemos, isso requer tempo e depende de cada um. Busque, na medida do possível, convivência com as outras pessoas que você ama.
Abraço,

Olá!
Sentir vontade de chorar e dormir é muito comum durante o processo de luto, sentirá algumas vezes mais vontade de ficar sozinha, rever suas fotos, lembrar de tantos momentos que estiveram juntas.
O processo terapêutico poderá te ajudar a enfrentar esta nova situação, te ajudar a ver novas alternativas. Você não precisa viver tudo isso sozinha, quando compartilhamos a dor, falamos sobre nossos sentimentos, nos ajuda a compreender e processar tudo isso que está passando.
Ao longo do tempo, te ajudará a manter as boas recordações, os bons sentimentos e todas as coisas boas e positivas que viveu com ela e sempre estarão presentes dentro de você.

 Virginia Fernandes
Virginia Fernandes
Psicólogo, Terapeuta complementar
Santo André
É compreensível tamanha dor, mas pelo seu relato está me parecendo um processo depressivo o interessante é vc procurar um acompanhamento terapêutico o mais rápido para isso não cronificar...se vc precisar me deixou a disposição.

Dr. Jefferson Campos
Dr. Jefferson Campos
Psicanalista, Psicólogo
Recife
bem, sabemos que não é fácil superar a perda de alguém muito querido e é necessário viver esse período de luto que muitas vezes chega até a ser uma especie de (Depressão Reativa) pois é uma reação a um fato real de perda de alguém significativo. porem, mesmo diante deste luto é importante principalmente se você não esta sabendo lidar com essa perda buscar uma ajuda terapêutica, sem duvido acredito que um acompanhamento psicológico ira propiciar o esvaziamento desta dor e proporcionar mecanismos que lhe ajudem a superar e crescer enquanto pessoa.

 Bárbara Adele de Moraes
Bárbara Adele de Moraes
Psicanalista, Psicólogo
Sorocaba
Olá! A terapia é um espaço que você poderá rever, pensar e compreender o significado da perda da sua mãe. Com certeza outros benefícios poderão vir deste processo!

Olá,
Sentir vontade de chorar e dormir é comum durante o processo de luto. Fazer terapia te ajudará a enfrentar essa situação e, elaborar essa dor e sofrimento. Buscar um profissional qualificado será de muita importância neste momento. Fique bem. Beijos

Dra. Ajurymar Santos
Dra. Ajurymar Santos
Psicólogo, Terapeuta complementar
Feira de Santana
Ola! O processo de luto traz além da dor emocional o distanciamento e ausência de sentido e conexão com o mundo interno e externo. A psicoterapia possibilitará ao paciente resignificar a dor e promover um crescimento emocional na direção da compreensão da finitude da vida. Viver é diferente de sobreviver, e aceitar a vida, em muitos contextos, leva tempo. Tenha paciência e invista em seu processo emocional. Abraço

 Ana Paula Ruas
Ana Paula Ruas
Psicanalista, Psicólogo
Campinas
Olá,
A elaboração do luto é um processo necessário à todos diante da perda de algo ou alguém muito importante para nós! (Como no seu caso). É um momento onde as pessoas ficam mais fragilizadas e, por isso, seria ótimo se vc pudesse fazer terapia com um psicólogo qualificado!
Não deixe de se cuidar!
Abraços

Sim,a terapia irá trabalhando os pontos que impedem que você supere essa perda. Mas você precisa estar aberta e empenhada para enxergar a si mesma e a vida de uma outra forma,pois um acompanhamento psicológico auxilia a transformar concepções que as vezes a pessoa não está disposta a mudar.

Olá! claro que sim! busque por uma Psicoterapia Cognitivo Comportamental e Hipnoterapia. Paz e Bem!

Quando ocorre a perda de uma pessoa próxima é natural que haja um sofrimento mas muitas vezes buscar ajuda nesse momento pode ser fundamental para sentir-se melhor nesse processo. Será necessário dar um outro significado à algumas coisas contando agora com essa nova realidade, a perda, sendo a terapia importante para isso.
Busque ajuda sim, com toda certeza se sentirá apoiada(o) e esse processo ajudará a desenvolver ou reconhecer recursos próprios para melhor prosseguir.

Olá! É comum as situaçõe de perda despertarem o que você está sentindo. Você está vivenciando o luto e é um processo difícil, demorado até chegar a uma "aceitação" do fato que vá diminuir a sua dor. Até lá é comum a raiva, a depressão... É jmportante observar há quanto tempo ela faleceu. Se já tiver passado mais de um ano, busque um(a) psicólogo(a). A psicoterapia certamente contribui para auxiliar no processo de elaboração do seu sofrimento.

Dr. Decio Deforme da Cunha
Dr. Decio Deforme da Cunha
Psicanalista, Psiquiatra
Rio de Janeiro
Não se pode eliminar a possibilidade de alguém que acaba de perder uma pessoa próxima estar sofrendo de um transtorno depressivo, pois há uma relação entre os sintomas da depressão e o luto.
Como qualquer sintoma, independente de sua causa, nos "convida"a reavaliar e realinhar nossos sistemas de crenças, considero este seu momento bastante propício para a busca e aceitação de ajuda psicoterápica que lhe ajude nessa necessária revisão.

 Louise Mustafá
Louise Mustafá
Psicólogo, Psicopedagogo, Psicanalista
Recife
É verdade, dói mesmo. As perdas podem causar tudo isso q vc está sentindo. A terapia é um espaço q vai sim te ajudar. Você vai dividir essa dor, entender o q está acontecendo com vc, aceitar esse momento q todo ser humano vive com mais naturalidade. Viver a dor sem culpa, perceber q fisicamente sua mãe não está mais presente, porém deixou em vc muitas coisas e objetivos q vc pode traçar para enfrentar a vida q continua p vc. Às vezes pode ser necessário uma ajuda medicamentosa, mas busque antes cuidar-se com a psicoterapia..O tempo também deve ser observado, luto prolongado precisa de ajuda eficaz. A psicoterapia poderá ajudar vc enfrentar essa fase com menos prejuízos no seu trabalho e responsabilidades assumidas em sua vida. Ensinará q vc pode olhar para a morte de várias formas, focos, os quais podem atenuar ou agravar essa dor e prejuízos. Procure um profissional. Sinta-se abraçada.

A psicoterapia pode auxiliar na resignificação desse momento de sua vida, no qual a configuração mudou bastante. Importante lembrar, contudo, que viver o luto também faz parte do processo de mudança! O psicólogo acompanhará você respeitando sua dor e seu tempo. Nossa sociedade, no geral, nos cobra que estejamos sempre alegres mesmo que esta alegria não seja autêntica. Cabe a psicoterapia ser o lugar de acolhimento do ser em sua totalidade.
Espero ter contribuído com sua questão!
Abraço!

 Anelise Mira
Anelise Mira
Psicólogo
Curitiba
A terapia irá ajudar a elaborar esta perda.
Trabalhando o luto, verá que esta dor futuramente será uma saudade saudável.
Respeite suas emoções, há momentos que é preciso chorar, colocar para fora está dor.
Com a ajuda de um profissional conseguirá superar este momento difícil e reinventar sua vida com a ausência da sua mãe.
Respeite seu tempo, sua dor, mas continue em frente, acredite que dias melhores virão e que irá superar esse sofrimento.

 Andréia Alves Teixeira
Andréia Alves Teixeira
Psicanalista, Psicólogo
Taboão Da Serra
Olá! Lidar com a perda faz parte do processo de luto. Entristecer, chorar, não ver muita graça nas coisas que via antes, sobretudo naquelas mais relacionadas à pessoa que perdeu fazem parte da elaboração desta perda. A pessoa nesse processo passa por um período de ressignificação de sua vida como a compreendia até então. Há um tempo para as coisas voltarem a fazer sentido e, por vezes, passarem a ter um novo sentido. Esse tempo é subjetivo, irá variar de pessoa pra pessoa. Geralmente espera-se que após um ano, quando se passa por todas as datas comemorativas importantes para a família (dia das mães, aniversários, Natal, etc) até chegar no primeiro ano do falecimento da pessoa essa perda esteja em certo ponto elaborada. Mas como disse, o tempo é subjetivo e se não estiver conseguindo realizar minimamente suas coisas lhe fará muito bem a psicoterapia. Espero ter ajudado. Um forte abraço!

Olá. A sua dor é compreensível e o luto e sofrimento devem ser vividos. Porém, a ajuda com a Terapia é fundamental para que este processo de sofrimento seja vivido e aceito. Aconselho buscar um profissional o mais rápido possível. Estou a disposição. Abraços e procure ficar bem, ok!?

 Luiza Castilho
Luiza Castilho
Psicólogo
Rio de Janeiro
Você está passando pelo processo do luto, que é normal e esperado após uma perda. Fazer terapia com um profissional qualificado irá ajudá-la a elaborar e manejar essa dor e sofrimento. Um processo terapêutico nesse momento é muito importante como profilaxia para que seu processo de luto flua bem e não se torne complicado, ou seja, para que seu luto não gere sintomas que prejudiquem sua vida como um todo.

 Elciane Lipski
Elciane Lipski
Psicólogo, Psicopedagogo
Curitiba
Com certeza!!! Neste momento é fundamental este apoio para passar pelo processo de luto sem maior dor. Procure sim um psicólogo!

A psicoterapia irá te ajudar, será interessante ser avaliado por psiquiatra.

Olá, acredito que já esteja no caminho para superar a dor. Encontrar alternativas concretas para lidar com a ausência. Entender que como era antes não há possibilidades... o luto é real e a tristeza faz parte quando não podemos rever quem tanto amamos. A psicologia e atividades terapêuticas podem ajudar neste momento. Vamos olhar para a qualidade de vida. Importante avaliar quanto tempo e quais fatores da sua vida podem ficar (ou estar) comprometidos. Talvez esta seja uma boa medida para procurar ajuda. Chorar, dormir, encontrar outro sentido, viver este momento em que exista a lembrança de sua mãe e o que poderá ser construído com tempo.
Espero ter ajudado!
Abs, Betânia Tassis

Olá, o luto é um processo que precisa ser vivido, infelizmente é sofrido. Todos esses sentimentos e comportamentos que você descreve são naturais e esperados, porém é importante avaliar quanto tempo faz da sua perda. Com o passar do tempo sentimentos, emoções e lembranças tendem a se atenuar e acomodar, como falamos.
Avalie se você já sentiu essa tristeza em outro momento da sua vida e como lidou. Sem dúvida esse é um momento sofrido e a ajuda da psicoterapia lhe trará benefícios. Abraço, Daniela.

Especialistas em Mudanças Depois Da Morte

Aline Maia

Aline Maia

Psicólogo

São Paulo

Laís Figueiredo de Freitas

Laís Figueiredo de Freitas

Psicólogo

Rio Grande

Lizete Neu Neuhaus

Lizete Neu Neuhaus

Psicólogo, Terapeuta complementar

Curitiba

Renata Camargo

Renata Camargo

Psicólogo

Camaquã

Luis Falivene Roberto Alves

Luis Falivene Roberto Alves

Psiquiatra

Campinas

Ana Larissa Marques Perissini

Ana Larissa Marques Perissini

Psicólogo, Sexólogo

São José do Rio Preto

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 1 perguntas sobre Mudanças Depois Da Morte

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.