Consultório

Rua Visconde de Pirajá, 414 sala 612, Rio de Janeiro
Consultório particular (mapa)

Próxima data disponível:

Mostrar o calendário

Tratamento em psiquiatria em hospital geral (R$ 800)

Primeira consulta psiquiatria (R$ 400)

Retorno de consultas psiquiatria (R$ 400) + 3 mais

Consulta domiciliar psiquiatria (R$ 1.200)

Psicoterapia adulto

Consulta psiquiatria

Experiência

Sobre mim

A psiquiatria está na interface entre a ciência e a subjetividade.  Procuro aprimorar minha prática nesse sentido, compreendendo integralmente a pesso...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Neurociências
  • Neuropsiquiatria

Tratar condições médicas

  • Depressão
  • Esquizofrenia
  • Transtorno bipolar
Mostrar mais doenças

Formação

  • Especialização em Neurociências, Instituto D'Or de Ensino e Pesquisa, 2013
  • Graduado em Medicina, UFRJ, 2011
  • Título de Especialista em Psiquiatria, Associação Brasileira de Psiquiatria, 2014
Veja mais


Idiomas

Português, Espanhol, Inglês , Francês

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
42 opinião

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
P
Local: Consultório particular Transtornos afetivo-emocionais

Pontos positivos
excelente medico, mostra-se atualizado e percebe-se que é um profissional extremamente inteligente.

Pontos de melhoria
não sei


A
Paciente verificado
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Do ótimo atendimento

Pontos de melhoria
Nada


U
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Paciente e certeiro no diagnóstico.


P
Paciente verificado
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Profissional raro, preocupado em ouvir e entender o paciente. Excelente!

Pontos de melhoria
Nada.


A
Local: Consultório particular Ajuste de medicação

Pontos positivos
Doutor é ótimo.


U
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Atenção.

Pontos de melhoria
Nada.


R
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Consultório particular Depressão

Pontos positivos
Maaaaaaaaaaaaravilhoso. Transpira competência e inspira confiança total.


P
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Consultório particular

Pontos positivos
Super atencioso e atualizado. Fiquei a vontade e vou voltar!


L
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Consultório particular

Pontos positivos
Da pontualidade, atenção, empatia e competência.


J
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Consultório particular

Pontos positivos
Excelente profissional

Pontos de melhoria
Não há nada que precise de melhoria


Serviços e preços

Psicoterapia adulto

Rua Visconde de Pirajá, 414 sala 612, Rio de Janeiro

Consultório particular

Preço não relatado

Tratamento em psiquiatria em hospital geral

R$ 800

Rua Visconde de Pirajá, 414 sala 612, Rio de Janeiro

Consultório particular

R$ 800

Primeira consulta psiquiatria

R$ 400

Rua Visconde de Pirajá, 414 sala 612, Rio de Janeiro

Consultório particular

R$ 400

Retorno de consultas psiquiatria

R$ 400

Rua Visconde de Pirajá, 414 sala 612, Rio de Janeiro

Consultório particular

R$ 400

Consulta domiciliar psiquiatria

R$ 1.200

Rua Visconde de Pirajá, 414 sala 612, Rio de Janeiro

Consultório particular

R$ 1.200

Consulta psiquiatria

Rua Visconde de Pirajá, 414 sala 612, Rio de Janeiro

Consultório particular

Preço não relatado

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
42 opinião

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
P
Local: Consultório particular Transtornos afetivo-emocionais

Pontos positivos
excelente medico, mostra-se atualizado e percebe-se que é um profissional extremamente inteligente.

Pontos de melhoria
não sei


A
Paciente verificado
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Do ótimo atendimento

Pontos de melhoria
Nada


U
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Paciente e certeiro no diagnóstico.


P
Paciente verificado
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Profissional raro, preocupado em ouvir e entender o paciente. Excelente!

Pontos de melhoria
Nada.


A
Local: Consultório particular Ajuste de medicação

Pontos positivos
Doutor é ótimo.


U
Local: Consultório particular

Pontos positivos
Atenção.

Pontos de melhoria
Nada.


R
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Consultório particular Depressão

Pontos positivos
Maaaaaaaaaaaaravilhoso. Transpira competência e inspira confiança total.


P
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Consultório particular

Pontos positivos
Super atencioso e atualizado. Fiquei a vontade e vou voltar!


L
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Consultório particular

Pontos positivos
Da pontualidade, atenção, empatia e competência.


J
Paciente verificado
Consulta marcada na doctoralia.com.br Local: Consultório particular

Pontos positivos
Excelente profissional

Pontos de melhoria
Não há nada que precise de melhoria


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

207 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Fluoxetina

    Boa tarde,

    Já tomo Duloxetina há 5 anos. Passei por uma cirurgia bariátrica e não estou reagindo bem. Minha médica prescreveu Fluoxetina para eu associar com a Duloxetina, que estive tomando diluída em água, e que pode assim ter perdido a eficácia total. Essa associação tem algum risco?

    Prezado(a),
    Avalie bem se é mesmo necessário usar algum antidepressivo. No seu caso não há risco de síndrome sertonérgica porque a Duloxetina não está sendo absorvida adequadamente.
    Procure sempre resolver seus problemas com bons hábitos.
    Fique bem!

    Dr. Walter Sena

  • Pergunta sobre Pondera

    Alguém pode me dizer qual a diferença entre Pondera e Moratus ?
    Posso trocar um pelo outro sem recomendação médica ? mas usando a mesma dosagem.

    Ambos contêm o mesmo fármaco, ou seja, a mesma molécula ativa ligada ao mesmo sal e na mesma quantidade. Por isso são bioequivalentes.
    No entanto, a ANVISA aceita uma diferença de teor de até 5%. O que na prática não tem significado.
    Por fim, ao contrário do que foi dito em uma reportagem do Fantástico (rede globo) vale comprar sempre o mais barato.

    Dr. Walter Sena

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

A psiquiatria está na interface entre a ciência e a subjetividade.  Procuro aprimorar minha prática nesse sentido, compreendendo integralmente a pesso...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Neurociências
  • Neuropsiquiatria

Tratar condições médicas

  • Depressão
  • Esquizofrenia
  • Transtorno bipolar
Mostrar mais doenças

Formação

  • Especialização em Neurociências, Instituto D'Or de Ensino e Pesquisa, 2013
  • Graduado em Medicina, UFRJ, 2011
  • Título de Especialista em Psiquiatria, Associação Brasileira de Psiquiatria, 2014
Veja mais


Idiomas

Português, Espanhol, Inglês , Francês

Redes sociais


Artigos

Síndrome de Asperger

A Síndrome de Asperger está inserida em um grupo, que engloba síndromes similares, chamado Espectro Autista. As novas classificações diagnósticas não mais distinguem a síndrome de Asperger dos demais transtornos do espectro autista (TEA). Essa é considerada como um subgrupo com alta funcionalidade psicossocial. Características comuns incluem alta capacidade de foco cognitivo, facilidade para memorização e pouca necessidade de envolvimento social. São atributos vantajosos, que quando bem explorados levam a uma vida de grandes realizações.


Transtornos cognitivos

A palavra cognição tem origem no grego e se refere a "tomar conhecimento de algo". São faculdades mentais que incluem linguagem, percepção, memória, atenção, raciocínio e emoção. Envolvidas, portanto, nos processos de aprendizado e planejamento. Os transtorno cognitivos, por sua vez, afetam dede o aprendizado até o planejamento. São comuns no envelhecimento, mas, quando muito afetados provocam as síndromes demenciais. A esquizofrenia também tem importante deterioramento cognitivo. Pouco se fala sobre o assunto nessa doença e nada se faz a respeito durante o tratamento. Ao contrário, muitos medicamentos usados só pioram o deficit cognitivo.


Transtorno da personalidade borderline

O transtorno de personalidade borderline é mais um diagnóstico da moda. Ainda não é possível entender o que levou ao importante aumento da prevalência desse transtorno nos útlimos anos, mas fato é que muitas pessoas, principalmente adolescentes e adultas jovens, estão apresentantdo sintomas de intensa instabilidade emocional, incluindo ataques de irritabilidade, angústia existencial e desejo de sumir ou se machucar. O cuidado é delicado, uma vez que há confusão com depressão, e por isso, na maioria das vezes, recebem prescrição de antidepressivos. No entanto, essas medicações costumam aumentar a impulsividade, podendo piorar a irritabilidade e o descontrole emocional.


Esquizofrenia

Não existe qualquer teoria bem fundamentada sobre a esquizofrenia. É mais sensato falar em esquizofrenias, no plural, uma vez que é um grupo extremamente heterogêneo. E é por isso que atualmente falamos em "transtorno do espectro da esquizofrenia', ou seja, uma série de síndromes diferentes que podem se parecer em alguns aspectos. Vale destacar também que o treinamento cognitvo é um fator determinante para o bem estar psicossocial. Treinamento cognitivo não tem nada a ver com terapia cognitiva. O treinamento aprimora a atenção, a memória, concentração, envolvimento social, e por fim permite ao sujeito ser protagonista de sua própria vida.


Demência

Todos vamos demenciar algum dia. Talvez seja a melhor forma de se despedir daqui, sem dor e sem sofriemento. Com o avanço da medicina passamos a viver muitos mais anos. Poucas décadas atrás morria-se por tuberculose, gripe e uma séria de doenças que hoje curamos. Vemos uma redução nas mortes por eventos cardio-vasculares e até mesmo oncológicos. Resta-nos a neurodegeneração, ou seja, o processo biológico que leva à demência. Em função disso as dinâmicas familiares mudaram drasticamente, e os filhos passaram a ser "pais" dos próprios pais. Assim como as crianças, os idosos dão trabalho. Um grande problema tem sido a super medicalização deles, enquanto pouco se faz pela prevenção.


Transtorno bipolar

O transtorno bipolar é na realidade um dom. Imagina ter energia ilimitada e ser capaz de realizar múltiplas tarefas ao mesmo tempo. Por outro lado, assim como qualquer dom, requer auto-controle. Não havendo isso pode ser tornar auto-destrutivo. Energia demais pode levar a privação do sono, e qualquer um que não durma fica sujeito a perder o juízo de realidade, mesmo que temporariamente. Enquanto realizar tarefas demais pode impedir o alcance de um foco, dispersando a atenção e levando a improdutividade. As medicações são fundamentais, principalmente nos momentos de crise, mas não são nada sem o devido acompanhamento psicológico.

Veja todos os artigos