O transtorno de Personalidade Paranóide é um tipo de esquizofrenia? Fazendo o tratamento corretamente

8 respostas
O transtorno de Personalidade Paranóide é um tipo de esquizofrenia? Fazendo o tratamento corretamente a pessoa leva uma vida normal??
Não . São transtornos distintos.
O Transtorno de Personalidade Paranóde é marcado por alterações crônica na personalidade com desconfiança excessiva , poucas relações interpessoais .
A pessoa leva uma vida relativamente normal embora possa ter dificuldades nos relacionamentos e em outras esferas da vida social.
A Esquizofrenia Paranóde é um transtorno mental que surge com um primeiro surto psicótico ( Delírios e alucinações ) , alterações cognitivas , isolamento social marcante dentre outros sintomas . Pode ser necessário a internação nos períodos de surto psicótico . O uso de Anti-Psicóticos é obrigatório alem de intervenções Psicoterapeuticas.
Atenciosamente .

Tire todas as dúvidas durante a consulta online

Se precisar de aconselhamento de um especialista, marque uma consulta online. Você terá todas as respostas sem sair de casa.

Mostrar especialistas Como funciona?
É uma entidade patológica que envolve suspeitas, desconfianças generalizadas que dificultam o início e a manutenção de qualquer tipo de relacionamento, mas que não impede a autonomia e funcionamento ocupacional. Pode apresentar-se na esquizofrenia e em outras doenças c/características psicóticas. A falta de crença do paciente torna difícil a adesão ao tratamento, o qual consiste em psicoterapia e medicação.

A minha resposta dependeria do que você imagina como tratamento. A esquizofrenia não é um conceito muito específico, qualquer coisa pode entrar nela. Não adianta dizer que você é esquizofrênico ou não.

No entanto, a paranóa, você sente. É isto que é importante. Você parece que se sente perseguid@. (Assumo que você está falando de si mesm@. Se está falando de outra pessoa ou só teoricamente, tanto faz.)

A sensação de estar perseguid@ vem da infância. O "tratemento" correto seria a psicoterapia ou a psicanálise na qual você leva ajuda para se lembrar das experiências que você costuma evitar de se lembrar, e entendê-las do ponto de vista d@ adult@. A criança se sentiu ameaçada, e por falta de recursos mentais, ficou parada na reação defensiva exagerada. Esta continua funcionando em você.

O que estou descrevendo não é bem um "tratamento," pois nestas psicoterapias @ cliente não é paciente, não é passiv@, "tratada" pelo contrário, tudo depende do grau del@ se ativar.

Não. O transtorno de personalidade paranoide não é uma esquizofrenia. Nos transtornos já existe um ego formado e estável; a pessoa com transtorno não tem surtos psicóticos, como nas esquizofrenias.
No transtorno paranoide a pessoa tem crises de desconfiança. Durante essas crises o sujeito perde a noção de realidade e imagina traições. Se vale de alguns dados de realidade, porem os arranja de acordo com sua desconfiança para provar que realmente está sendo traído. Durante a crise se tornam agressivos querendo se defender de quem acham ter sido traídos podendo agredir fisicamente o prejudicar de alguma forma a vida de quem eles desconfiam.

No âmbito psicanalítico a esquizofrenia e a paranoia são dois tipos de psicoses distintas. A segunda se diferencia da primeira pelo sujeito apresentar o recurso do delírio a fim de significar aquilo que para ele se pôs como enigmático no desencadeamento (surto). Na esquizofrenia, o sujeito apresenta uma dificuldade num período anterior de sua estruturação. A análise juntamente com a terapia medicamentosa adequada possibilita que o sujeito viva de forma equilibrada.

Até os sete primeiros anos de formado via a questão da mesma forma dos colegas acima, porém depois de quinze anos de estudos nessa área, consegui, um tratamento eclético e de exceção, apresentado em Congresso Nacional, o qual venho administrando há oito anos, com resultado positivo. Para os casos de esquizofrenia, quando os pacientes não são agressivos. Tratamento sem remédio psicotrópico a base de quatro técnicas específicas, para trabalhar: os delírios, alucinações, juízo de valore e colocar limites.
Finalmente, gravei vídeos de pacientes, observando a questão ética, para apresentar ao Conselho de Psicologia.

A depender da área consultada você obterá diferentes diagnósticos. Para a psicanálise, a esquizofrenia costuma ser um tipo de psicose diferente da psicose paranóica. (também pode ser chamada esquizofrenia paranóide). No geral o paciente com esse quadro tem algumas dificuldades em lidar com questões importantes da vida e por vezes há um surto. Durante o surto é preciso intervenção medicamentosa, mas passado o surto é possível que em conjunto com a medicação o acompanhamento psicanalítico estabilize o quadro, e assim, possibilite uma vida equilibrada.

att,
Fernanda

O transtorno de personalidade paranoide é caracterizado por um padrão invasivo de desconfiança e suspeitas generalizadas em relação ao outro, que podem ser causados por excesso de ansiedade, experiência de agressividade frequente na infância e adolescência.
A esquizofrenia é caracterizada pela perda de contato com a realidade, onde a pessoa se fecha no seu mundo interior e tem delírios e alucinações.

Especialistas

Alexandre de Souza Junior

Alexandre de Souza Junior

Psiquiatra

Santos

Flávia Silva

Flávia Silva

Psiquiatra

São Paulo

Maísa Bodevan

Maísa Bodevan

Psiquiatra

Presidente Prudente

Rafael Freitas Colaco

Rafael Freitas Colaco

Psiquiatra

Campinas

Rafael Lisboa

Rafael Lisboa

Psiquiatra

Natal

Eduardo Ibiapina

Eduardo Ibiapina

Psiquiatra

São Luís

Perguntas relacionadas

Você quer enviar sua pergunta?

Nossos especialistas responderam a 74 perguntas sobre Esquizofrenia E Transtornos Com Características Psicóticas

Este valor é muito curto. Deveria ter __LIMIT__ caracteres ou mais.

  • A sua pergunta será publicada de forma anônima.
  • Faça uma pergunta de saúde clara, objetiva seja breve.
  • A pergunta será enviada para todos os especialistas que utilizam este site e não para um profissional de saúde específico.
  • Este serviço não substitui uma consulta com um profissional de saúde. Se tiver algum problema ou urgência, dirija-se ao seu médico/especialista ou provedor de saúde da sua região.
  • Não são permitidas perguntas sobre casos específicos, nem pedidos de segunda opinião.

Escolha a especialidade dos profissionais que podem responder sua dúvida
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta, que não será publicada online.
Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.