Histerectomia total ampliada - Informações, especialistas e perguntas frequentes

A ampliada ou operação de Wertheim-Meigs é utilizada no tratamento do cancro do colo e no tratamento do cancro do endométrio. A histerectomia total ampliada Wertheim-Meigs (WM) consiste na retirada do útero com os seus ligamentos de soporte (paramétrio), trompas, ovários, e 1/3 da parte superior da vagina. Geralmente, é associada também à remoção dos gânglios linfáticos (linfonodos) retroperitoneais pélvicos e até para-aórticos (linfadenectomia retroperitoneal). Às vezes, um dos ovários pode ser preservado, em mulheres com tumores pequenos e na idade reprodutora, a fim de não colocá-las em menopausa. A histerectomia total ampliada Wertheim-Meigs é uma cirurgia hemorrágica, com um tempo operatório longo, frequentemente associada a complicações per e pós-operatórias. Sem embargo, são pouco frequentes as tardias ou as sequelas. Por isto, a histerectomia total ampliada Wertheim-Meigs considera-se uma cirurgia segura. O tempo médio de internamento é de dez a quinze días. A histerectomia total ampliada Wertheim-Meigs deve ser realizada por um com treino em oncologia. Nos últimos anos cada vez mais serviços de oncologia ginecológica vêm realizando histerectomia total ampliada Wertheim-Meigs por via laparoscópica.

Especialistas - histerectomia total ampliada

Ramiro Martins

Ramiro Martins

Cirurgião oncológico, Oncologista

Salvador

Agendar uma visita
Marcelo Antonini

Marcelo Antonini

Ginecologista, Mastologista

São Paulo

Agendar uma visita
Gisele Tolaini Gomes Pereira

Gisele Tolaini Gomes Pereira

Ginecologista, Mastologista

São Paulo

Agendar uma visita
Lucas Ribeiro

Lucas Ribeiro

Endocrinologista, Ginecologista

Lavras

Agendar uma visita
Alexandre Guedes

Alexandre Guedes

Cirurgião oncológico, Oncologista

Ponta Grossa

Agendar uma visita

Perguntas sobre Histerectomia total ampliada

Nossos especialistas responderam a 122 perguntas sobre Histerectomia total ampliada

Olá! Geralmente a cirurgia de histerectomia não causa enjoo! Seria necessário ver se é uma reação de alguma medicação que ela pode estar tomando, pois alguns analgésicos podem causar enjoo.

Como qualquer outro animal, vai depender do corte em questão.
De todas as formas, a carne caprina é uma carne vermelha com proteínas de alto valor biológico tendo mais cortes magros do…

A saída de secreção pela vagina após uma histerectomia é normal, podendo durar até 1 mês após o procedimento. Caso note aumento da quantidade ou alteração na secreção (aspecto, cheiro) procure…

Especialistas falam sobre Histerectomia total ampliada

É o tipo de histerectomia realizada no tratamento do câncer de colo uterino. Nessa cirurgia, se retiram também os paramétrios (ligamentos ricos em gânglios linfáticos, que prendem o útero à parede pélvica). Para a retirada desses ligamentos, há que se descolar a bexiga do útero anteriormente e o intestino da vagina, posteriormente assim como isolar nervos importantes nas funções da pelve. Pode ser realizada por via abdominal (aberta, com corte) ou laparoscópica (por videolaparoscopia).

Sibele Klitzke

Ginecologista

Porto Alegre

Quais profissionais realizam Histerectomia total ampliada?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.