Quimioterapia - Informações, especialistas e perguntas frequentes

Tratamento através da administração de medicação por via intravenosa no paciente para matar células causadoras do câncer. Geralmente, é administrada em doses mensais (a cada 3 ou 4 semanas) durante alguns meses, e é compatível com outros tratamentos tais como a radioterapia e cirurgia, para evitar a expansão do tumor e reprodução recorrente. Os efeitos adversos são geralmente: anemia, perda de cabelo, fraqueza física, irritação da pele, distúrbios digestivos alterações hormonais. Assim que o tratamento estiver concluído, o paciente volta a gerar novas células e o organismo é regulado.

Especialistas em quimioterapia

Encontre um especialista em Quimioterapia na sua cidade:

Perguntas sobre Quimioterapia

Nossos especialistas responderam a 20 perguntas sobre Quimioterapia

Dr. Marcos Vinicius Franca
Dr. Marcos Vinicius Franca
Oncologista, Médico clínico geral
Taguatinga
Ola. A quimioterapia "convencional" é feita por via venosa para que a medicação circule pelo corpo e atinja as lesões tumorais, não importa onde elas possam esta localizadas. A quimioterapia…
1 respostas

Dra. Patricia Moretto
Dra. Patricia Moretto
Oncologista, Internista
Porto Alegre
Olá. Há muitas coisas que as pessoas chamam de " cancer de figado". De estivermos falando de Hepatocarcinoma, o tratamento hoje em dia é com terapia alvo e imunoterapia, mas em último…
1 respostas

Dra. Patricia Moretto
Dra. Patricia Moretto
Oncologista, Internista
Porto Alegre
Olá. Pode ser uma reação paradoxal a um dos medicamentos que usamos para prevenir efeitos adversos da quimioterapia. Um medicamento que causa essa inquietação horrível, mas aí é um efeito adverso…
8 respostas

Especialistas falam sobre Quimioterapia

Quimioterapia é o termo usado para designar um grande número de tratamentos medicamentosos voltados para doenças malignas. Muito utilizados em Hematologia para tratamento de leucemias (principalmente as agudas) e linfomas (principalmente os agressivos). Podem ser de uso oral ou intravenoso, podem requerer internação ou não. Os mecanismos de ação são muito diversos, assim como os efeitos colaterais. São geralmente utilizados em combinações, que chamamos de "protocolos" e aos quais nos referimos por siglas (ex: R-CHOP, DAT, HyperC-VAD, ABVD etc). Hoje, é comum a combinação de quimioterápicos com agentes biológicos (anticorpos monoclonais, citocinas, agentes voltados a alvos moleculares).

Alexandre Mello De Azevedo

Hematologista

São Paulo


A quimioterapia é administração de medicação intravenosa e/ou oral, com objetivo de impedir que os tumores cresçam, levar a sua regressão e algumas vezes eliminá-lo completamente. Existem diversos tipos de medicamentos, com efeitos colaterais diferentes, esquemas de administração diferentes, o oncologista vai definir qual é o indicado em cada caso. Ela pode ser indicada antes ou depois de cirurgia, ou para tratamento paliativo nos casos em que não é possivel a cirugia.

Erika Scofano Ebecken

Oncologista

Niterói


Fazer uma quimioterapia significa usar remédios chamados quimioterápicos no tratamento de doenças, principalmente o câncer. Dezenas de medicamentos fazem parte dessa categoria e um mesmo paciente recebe uma combinação de vários deles para atingir o efeito desejado. Dependendo do tipo de tumor, a terapia sozinha já consegue acabar com a doença.

Helena Visnadi

Hematologista

São Paulo


Quimioterapia consiste em um ou mais medicamentos (ingeridos ou infundidos na veia) capazes de eliminar as células cancerígenas do organismo. Há vários tipos de quimioterápicos, específicos para cada tipo de tumor. Eles agem mais intensamente nas células com maior velocidade de multiplicação, como as dos tumores, eliminando-as. Contudo, podem afetar também células saudáveis que se multiplicam rapidamente, como é o caso daquelas responsáveis pelos processos de digestão e de crescimento do cabelo. No entanto, é importante destacar que há várias maneiras de se evitarem os efeitos colaterais e que muitos pacientes não apresentarão quaisquer sintomas relacionados ao tratamento.

Fernanda Cacciatore Bes Scartezini

Oncologista

São Paulo


Quimioterapia é um termo genérico que engloba centenas de medicações diferentes, cujad funções são tratar o câncer. Ela pode ser aplicada para diversos tipos de tumores e é basicamente feita com três objetivos: curar, evitar que a doença retorne ou controlar a doença. Além disso, a quimioterapia pode, e em alguns casos deve, ser acompanhada de tratamento adicionais, como outras medicações, radioterapia e cirurgia.

Rafael Balsini Barreto

Oncologista

Florianópolis


Quimioterapia e uma modalidade de tratamento oncológico que e realizada através da infusão endovenosa de medicamentos que combatem diretamente as células cancerosas.Existem diversas classes de quimioterápicos, cada uma com mecanismos de ação diferentes. Antes da infusão da quimioterapia propriamente dita, são administrados uma serie de outros medicamentos que ajudam a prevenir efeitos colaterais como náuseas, vômitos, reações alérgicas, gastrite, entre outros que chamamos de medicações pre-quimioterapia ou preparo.

O termo quimioterapia refere-se ao tratamento de doenças por substâncias químicas que afetam o funcionamento celular. Popularmente, o termo refere-se à quimioterapia antineoplásica, um dos tratamentos do câncer onde são utilizadas drogas antineoplásicas.

Quais profissionais realizam Quimioterapia?


Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.