Sidney Tomyo Nishida Arazawa, Ginecologista São Paulo

Dr. Sidney Tomyo Nishida Arazawa

Ginecologista

Número de registro (CRM/CRP/CRO): 120.351
7 opiniões

Experiência

Sobre mim

Médico formado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), fez residência médica em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital das Clíni...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Endoscopia Ginecológica
  • Cirurgia Ginecológica
  • Cirurgia Robótica
Veja mais


Serviços e preços

Serviços populares

Primeira consulta Ginecologia e Obstetrícia


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

a partir de r$ 500

Clínica Alira

Outros serviços

Cerclagem Do Colo Uterino


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

Preço não relatado

Clínica Alira


Cirurgia Da Prenhez Ectopica


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

Preço não relatado

Clínica Alira


Fertilização in vitro e Inseminação intra uterina


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

Preço não relatado

Clínica Alira


Histerectomia


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

Preço não relatado

Clínica Alira


Histerectomia Videolaparoscopica


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

Preço não relatado

Clínica Alira


Laparoscopia diagnóstica


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

Preço não relatado

Clínica Alira


Miomectomia Videolaparoscopica


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

Preço não relatado

Clínica Alira


Salpingectomia videolaparoscopica


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

Preço não relatado

Clínica Alira


Salpingoplastia videolaparoscopica


Avenida Angélica, 2491 cj. 143, São Paulo

Preço não relatado

Clínica Alira

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
7 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
S
Paciente verificado
Local: Clínica Alira Endometriose

Dr. Tomyo é um excelente profissional, tem atendimento humanizado e sabe acolher o paciente. Especialista em endometriose, entende todas as dores da doença. Muito grata de tê-lo encontrado, estou confiante e esperançosa com o tratamento. Recomendadíssimo.


A
Paciente verificado
Local: Clínica Alira Endometriose

Pontos positivos
Clínica excelente, aconchegante, profissionais educados, desde a recepcionista até auxiliadores. O Dr. Tomyo é muito atencioso, educado e especializado no assunto endometriose.
Sou muito grata por ter o encontrado!

Pontos de melhoria
Absolutamente nada, tudo perfeito.


M
Paciente verificado
Local: Clínica Alira

Pontos positivos
Gostei de tudo tirou todad as minhas duvidas .

Pontos de melhoria
Pra mim esta bom ..


M
Paciente verificado
Local: Clínica Alira Pré-natal

Pontos positivos
Médico excelente, sou obstetra e escolhemos ele para fazer o pré-natal e parto da nossa filha, sempre tivemos o melhor atendimento possível em todas as etapas.

Pontos de melhoria
nada


M
Paciente verificado
Local: Clínica Alira Endometriose

Pontos positivos
Tudo. Sala no geral super organizada, não só ele como todos são super atenciosos. Profissional que entende realmente do assunto!


A
Local: Clínica Alira Endometriose

Pontos positivos
A atenção em todo atendimento. Um profissional como poucos.


U
Local: Clínica Alira Leiomioma

Pontos positivos
Clínica muito moderna, exames como ultrassonografia já são realizados na clínica durante a consulta, higiene impecável, pontualidade, recepcionista e assistente foram muito educadas e gentis, o Doutor possui profundo conhecimento e transmite segurança no diagnóstico.


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

25 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre Curetagem semiotica com ou sem dilatação do colo uterino

    Quanto tempo o útero demora para cicatrizar após um aborto?

    Recomenda-se aguardar pelo menos 3 meses ou 3 ciclos menstruais para nova tentativa de gestação espontânea nos casos de abortamentos.
    Nos casos de gestações trofoblásticas (ou MOLA), esse tempo pode ser de até 1 ano.

    Dr. Sidney Tomyo Nishida Arazawa

  • Pergunta sobre Histerectomia Videolaparoscopica


    Fiz um exame que constatou hiperplasia do endométrio, uma das recomendações foi a cirurgia, por conta da minha idade, 46 anos, por ter feito laqueadura e por ter um fluxo muito intenso na menstruação, causando uma anemia crônica.
    Quais seriam as soluções?

    A hiperplasia de endométrio é uma das causas de sangramento uterino anormal, principalmente na sua faixa etária. A histerectomia é o tratamento definitivo para esse tipo de alteração, e está especialmente indicada se a hiperplasia apresentar atipias celulares e se for do tipo complexa (essas informações acompanham a biópsia do endométrio). No caso de hiperplasia simples sem atipias, pode ser tentado tratamento medicamentoso para controle do sangramento, mas isso demandará um seguimento e acompanhamento mais rigoroso. Na falha do tratamento medicamentoso, existem outras opções cirúrgicas, como ablação do endométrio, mas a histerectomia é o tratamento definitivo. Converse com seu ginecologista sobre a melhor opção para seu caso!

    Dr. Sidney Tomyo Nishida Arazawa

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Médico formado na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), fez residência médica em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital das Clíni...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Endoscopia Ginecológica
  • Cirurgia Ginecológica
  • Cirurgia Robótica
Veja mais


Artigos

Dor Pélvica

Dor pélvica é uma queixa muito comum dentre as mulheres. Pode ter inúmeras causas, e quando dura mais de 3 meses é chamada de Dor Pélvica Crônica. Esse quadro traz um impacto muito importante sobre a saúde da mulher, tanto física quanto psicológica. Sua investigação deve ser minuciosa, pois muitas doenças podem causar esse sintoma, como a Endometriose, Miomas, doenças renais e intestinais. Geralmente é necessário um acompanhamento conjunto com uma fisioterapeuta, psicóloga e eventualmente um médico de dor (fisiatra).


Leiomioma

Leiomiomas, ou miomas uterinos, são nódulos que crescem no útero de muitas mulheres. Estima-se que aproximadamente 50% das mulheres com idade próxima aos 50 anos tenham pelo menos um mioma. São a principal causa de cólicas e sangramento, e principal indicação da retirada do útero (histerectomia). Seu tratamento depende dos sintomas que está causando, e do desejo da paciente de engravidar. Pode ser feito através de medicamentos para aliviar as cólicas, sangramento ou controlar seu crescimento. Em alguns casos é necessário realizar tratamento cirúrgico, que geralmente pode ser feito através de técnicas minimamente invasivas, como por histeroscopia e laparoscopia.


Hemorragia Uterina

A hemorragia uterina é um quadro de sangramento muito intenso, que pode ou não acontecer durante a menstruação, e que pode causar anemia profunda e fraqueza. Pode estar associado a outras doenças, como miomas, pólipos, adenomiose ou alterações do funcionamento dos ovários. O tratamento pode ser feito com medicações, mas pode ser necessário cirurgia nos casos de miomas, pólipos e adenomiose, ou nos casos em que os medicamentos não conseguem amenizar os sintomas.


Histerectomia

A Histerectomia a cirurgia para a retirada do útero. Pode ser realizada por via vaginal, por via abdominal, por via laparoscópica ou por via robótica. A via laparoscópica, robótica e vaginal são consideradas vias menos invasivas, pois oferecem uma recuperação mais rápida, menos dor no pós-operaratório e um retorno mais precoce as atividades habituais. Mas estas opções podem não ser aplicadas a todos os casos, e deve ser discutido com o cirurgião ginecologista.


Endometriose

Endometriose é uma doença complexa, que pode comprometer a saúde e a vida da mulher de diversas formas e intensidades, seja causando dores, ou atrapalhando o sonho da maternidade. Ao longo da sua carreira, o Dr Tomyo se especializou no diagnóstico, tratamento e acompanhamento de pacientes com esta doença, seja para controle da dor ou fertilidade. Sua especialização em cirurgias minimamente invasivas avançadas, como a Laparoscopia, Histeroscopia e Cirurgia Robótica, permite a realização de cirurgias complexas, o que é pode ser fundamental para esta doença.


Histerectomia Videolaparoscopica

A Histerectomia Video-laparoscópica é uma cirurgia minimamente invasiva para a retirada do útero. Nesta cirurgia são realizadas cerca de 3 a 4 pequenos cortes de 0,5cm a 1,2cm, por onde o cirurgião ginecologista consegue realizar a cirurgia. Esse tipo de cirurgia permite uma recuperação mais rápida, menos dor após a cirurgia, menor sangramento, menor risco de infecção e um retorno mais rápido às atividades habituais, além de ser mais favorável do ponto de vista estético. Atualmente pode ser feita assistida por um robô, que é controlado pelo cirurgião. Essa técnica pode ser utilizada na grande maioria dos casos, mesmo naqueles em que o útero é bastante volumoso.

Veja todos os artigos