Consultório

Rua Duarte de Azevedo, 284- cj 47 - 4o. andar (a uma quadra do Metrô-Santana), Santana , São Paulo
Consultório particular (mapa)

Próxima data disponível:

Mostrar o calendário
Atende: adultos
Dinheiro, Cartão de Débito, Cheque
(11) 2594.....

Experiência

Sobre mim

Sou formada em Medicina pela Santa Casa de São Paulo em 1990, especialização em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual em 1996, e Tít...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Infectologia clínica
  • HIV
  • Hepatite Crônica


Formação

  • Residencia Médica em Clinica Medica, Hospital Ipiranga-SUS-SP, 1993
  • Residencia Médica em Doenças Infecciosas e Parasitárias, Hospital do Servidor Público Estadual de SP, 1996
  • TITULO DE ESPECIALISTA EM INFECTOLOGIA, SOCIEDADE BRASILEIRA DE INFECTOLOGIA, 2012
Veja mais


Vídeos


Idiomas

Português

Serviços e preços

Serviços populares

Consulta Infectologia


Rua Duarte de Azevedo, 284- cj 47 - 4o. andar (a uma quadra do Metrô-Santana), São Paulo

R$ 300

Consultório particular


Primeira consulta Infectologia


Rua Duarte de Azevedo, 284- cj 47 - 4o. andar (a uma quadra do Metrô-Santana), São Paulo

Preço não relatado

Consultório particular

Outros serviços

Consulta domiciliar Infectologia


Rua Duarte de Azevedo, 284- cj 47 - 4o. andar (a uma quadra do Metrô-Santana), São Paulo

Preço não relatado

Consultório particular


Diagnóstico e tratamento doenças bacterianas


Rua Duarte de Azevedo, 284- cj 47 - 4o. andar (a uma quadra do Metrô-Santana), São Paulo

Preço não relatado

Consultório particular


Profilaxia pré-exposição (PrEP)


Rua Duarte de Azevedo, 284- cj 47 - 4o. andar (a uma quadra do Metrô-Santana), São Paulo

Preço não relatado

Consultório particular


Profilaxia pós-exposição ao HIV


Rua Duarte de Azevedo, 284- cj 47 - 4o. andar (a uma quadra do Metrô-Santana), São Paulo

Preço não relatado

Consultório particular


Retorno de consultas Infectologia


Rua Duarte de Azevedo, 284- cj 47 - 4o. andar (a uma quadra do Metrô-Santana), São Paulo

Preço não relatado

Consultório particular


Tratamento da sífilis


Rua Duarte de Azevedo, 284- cj 47 - 4o. andar (a uma quadra do Metrô-Santana), São Paulo

Preço não relatado

Consultório particular

Opiniões dos pacientes

5

Classificação geral
41 opiniões

  • Pontualidade
  • Atenção
  • Clínicas e hospitais
I
Paciente verificado
Local: Consultório particular Sarampo

Dra. Silvia e ótima e super atenciosa.
Muito detalhista me explicou todo o meu quadro clínico e me pediu varios exames para que eu me sentisse segura dos resultados.

Dra. Silvia Regina Julian

Obrigada pela confiança! Abraço


Paciente verificado
Local: outro lugar Tratamento da herpes

Passei com a Dra silvia em duas circunstancias: a primeira como clínico no hospital sao camilo, faz tempo; e, hoje no ama da Vila zatt, como infectologista para minha surpresa. Gostei muito da consulta, ela esclareceu muita coisa sobre a reincidência de herpes, e quais os motivos. Obrigada Dra. pelo esclarecimento.

Dra. Silvia Regina Julian

Obrigada Sueli, estamos a disposição! Abraço!


P
Paciente verificado
Local: Consultório particular Infecção virus HIV

Pontos positivos
A Dra. Silvia é muito profissional, respeita o paciente, explica cada dúvida, a consulta com ela foi extremamente importante para o meu tratamento. Ela fala com muita clareza, transmite segurança e muito atenciosa. Sai do consultório mais tranquilo e confiante. Recomendo!

Dra. Silvia Regina Julian

Obrigada pela confiança! Abraço!


T
Paciente verificado
Local: Consultório particular acompanhamento doenca cronica

Pontos positivos
Atendimento humanitário, sem pressa, preocupada não apenas em verificar exames mas entender os sintomas através de conversa, exame clínico físico e orientações. Era o tipo de médica que procurava para me acompanhar em SP, tão raro hoje em dia.

Pontos de melhoria
----

Dra. Silvia Regina Julian

Muito obrigada!


P
Paciente verificado
Local: Consultório particular HIV

Pontos positivos
Um excelente profissional, muito atenciosa e muito capaz. Busca tratar de todas as questões com muita clareza. Tem um excelente conhecimento e domínio do que faz, transmitindo segurança e gerando confiança. Recomendo muito!


U
Local: Consultório particular Encaminhamento Médico

Pontos positivos
Dr muito atenciosa e educada, excelente atendimento!


W
Paciente verificado
Local: Consultório particular Análise de exames

Pontos positivos
Muito simpática, muito atenciosa, excelente profissional.


A
Paciente verificado
Local: Consultório particular Tratamento hepatite C

Pontos positivos
A Dra. Silvia é muito atenciosa, me explicou todas as dúvidas e me deixou muito mais calmo sobre o tratamento, que inclusive está na fase final e indo super bem, ela responde muito rápido por email, que ajuda muito na comunicação.

Pontos de melhoria
No meu caso a região que ela atende está um pouco distante, pois fico na zona Sul, pois antes ela atendei mais próximo da minha região.


A
Paciente verificado
Local: Consultório particular

Pontos positivos
O atendimento é o melhor que ja tive! A Dra Silvia é muito atenciosa e solícita, a melhor médica de todas.

Pontos de melhoria
Não há nada que possa ser "melhorado" é simplesmente perfeito.

Dra. Silvia Regina Julian

Poxa, obrigada!


U
Paciente verificado
Local: Consultório particular Estava com uma febre que não passava!

Pontos positivos
A Dra Silvia, me atendeu com muita educação, atenciosa e profissionalismo.
Percebi que tem muito conhecimento em infectologia e medicina, indico, se querem uma profissional diferenciada e educada.

Dra. Silvia Regina Julian

Muito obrigada! Abraço!


Ocorreu um erro, tente outra vez

Dúvidas respondidas

253 dúvidas de pacientes respondidas na Doctoralia


  • Pergunta sobre HIV e AIDS

    Estava no banheiro do shopping e ao sair fui fechar a porta e tinha uma Rebarbinha de lata na maçaneta por dentro que espetou minha mão , olhei bem e não vi sangue e parece que não me furou apenas espetou e marcou o lugar, caso alguém que tivesse hiv tivesse se furado antes de mim nessa mesma rebarbinnha de lata e eu tivesse alguns minutos depois correria risco? Visto que não vi sangue na lata e parece que não chegou a me furar pois não saiu sangue , correria risco ? Obrigado

    Veja bem : se não furou sua mão, não houve contato de seu sangue com outro de outra pessoa. Situação que não confere risco de aquisição do HIV, ok? Att

    Dra. Silvia Regina Julian

  • Pergunta sobre HIV e AIDS

    Uma pessoa infectada com o HIV, terá a dosagem de leucócitos no hemograma baixa, certo? Se o meu último hemograma estiver com uma boa dosagem de leucócitos e nesse último ano não tive sintomas de gripe ou febre, não fui infectada pelo vírus. Esta correta está afirmação?

    Não dá p saber se tem HIV por febre ou numero de leucócitos. As pessoas portadoras ficam por alguns anos sem sintomas e com exames normais. Só tem um jeito de saber: fazer o exame de sorologia.Coragem! Não fique na dúvida, faça o teste!

    Dra. Silvia Regina Julian

Todos os conteúdos publicados no doctoralia.com.br, principalmente perguntas e respostas na área da medicina, têm caráter meramente informativo e não devem ser, em nenhuma circunstância, considerados como substitutos de aconselhamento médico.

Experiência

Sobre mim

Sou formada em Medicina pela Santa Casa de São Paulo em 1990, especialização em Infectologia pelo Hospital do Servidor Público Estadual em 1996, e Tít...

Mostrar a descrição completa

Experiência em:

  • Infectologia clínica
  • HIV
  • Hepatite Crônica


Formação

  • Residencia Médica em Clinica Medica, Hospital Ipiranga-SUS-SP, 1993
  • Residencia Médica em Doenças Infecciosas e Parasitárias, Hospital do Servidor Público Estadual de SP, 1996
  • TITULO DE ESPECIALISTA EM INFECTOLOGIA, SOCIEDADE BRASILEIRA DE INFECTOLOGIA, 2012
Veja mais

Doctoralia awards


Experiências profissionais

  • Experiência recebida em Infectologia no Hospital do Servidor Publico Estadual de SP -RESIDÊNCIA MÉDICA EM INFECTOLOGIA

Certificados



Vídeos


Idiomas

Português

Redes sociais


Artigos

Febre De Causa Desconhecida

Febre de causa desconhecida (ou Febre de Origem Indeterminada): febre prolongada por mais de 15 dias sem causa determinada por exames laboratoriais e de imagem iniciais; uma das síndromes mais difíceis de chegar ao diagnóstico. Como na grande maioria das vezes resulta em doenças infecciosas, quem tem maior experiência é o infectologista. Faz-se rastreamento das causas, excluindo-se as possibilidades, até chegar ao diagnóstico. Como um detetive que tem de juntar as pistas, assim fazemos para descobrir o que o paciente tem, para depois tratá-lo.


Candidíase bucal

Se você está com manchas brancas na boca que são coladas a mucosa, e que se removidas com espátula, tendem a sangrar, pode ser Candidíase bucal. Em adultos pode ser sinal de imunidade mais baixa, presentes em doenças como tumores, AIDS, assim é necessário fazer uma testagem para HIV.


Tratamento de hepatite

Hepatite significa inflamação do fígado, que pode ser causado por vírus, medicamentos, álcool, doenças autoimunes, etc... Cabe ao infectologista cuidar das hepatites virais.


HIV e AIDS

Se você recebeu a notícia de que é portador do vírus HIV, em primeiro lugar, respire, tenha calma. Se você me procurar, eu poderei avaliar seus exames realizados, e fazer uma avaliação clínica (história e exame físico) e solicitar os exames mais específicos para ver como você está, como suas defesas estão. Desde 2015 o Ministério da Saúde indica que todas as pessoas diagnosticadas com HIV sejam tratadas com os antirretrovirais, independente de estarem com imunidade baixa, pois verificou-se em trabalhos científicos que é melhor para o paciente e para prevenir a transmissão do vírus. E você que teve situação de risco, faça o teste, não fique na dúvida.


Diagnóstico e tratamento doenças bacterianas

Para saber que infecção bacteriana a pessoa tem, trabalhamos juntando os sinais e sintomas que apresenta, com resultados de exames complementares. Traça-se uma hipótese para depois definir o tratamento.


Tuberculose

A tuberculose é doença causada por uma bactéria, o Bacilo de Koch que pode se contagiar de forma respiratória de um indivíduo ao outro. Pode se apresentar na forma pulmonar (a mais comum) mas existem outras formas como a tuberculose óssea, ganglionar, meníngea, miliar (disseminada), genital, etc.... É curável desde que o paciente faça seu tratamento até o final, (que é mais longo do que outras infecções). Já tive pacientes que após se sentirem melhor, param o tratamento, daí a doença pode dar complicações, ser mais grave.Normalmente temos de reiniciar o tratamento no abandono.

Veja todos os artigos

Publicações

Publicações (1)